Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Um mundo ao mesmo tempo estranho o bastante para fascinar e familiar o bastante para gerar identificação, e um elenco de personagens únicos e interessantes. Mostre isso do ponto de vista (e “ponto de vista” é um termo chave em Kekkai Sensen) de um protagonista que é uma pessoa comum mas que tem um objetivo e está determinado a perseguí-lo e você tem todos os ingredientes para uma história que prende a atenção do início até o fim. E Kekkai Sensen nem se dá ao trabalho de dizer qual é a história, as coisas vão simplesmente acontecendo, alternando entre normalidade fantástica e ação alucinante.

Curta o anime21 no facebook:

Fato um: eu não sei qual é a história de Kekkai Sensen, o que o anime pretende contar. Fato dois: o cenário, os personagens e as cenas que se sucedem na tela são tão interessantes que eu nem me importo para onde vai Kekkai Sensen, só sei que eu quero ir junto. Parece ser um caso de história orientada pelos personagens ao invés de ter um enredo bem determinado. Isso é comum em slice-of-life, e algumas cenas poderiam mesmo estar em qualquer slice-of-life, como a do protagonista Leonard Watch bebendo café em um bar enquanto conversa com a atendente. Até o fato do protagonista ter um objetivo (curar a visão de sua irmã, e talvez as pernas também se der) parece algo saído de um slice-of-life considerando a abordagem dele para isso. Não é como se ele estivesse atrás de vingança contra quem a cegou nem nada assim muito heróico e cheio de ação, ele só está procurando alguém que entenda de assuntos místicos e sobrenaturais para perguntar sobre uma cura.

O mundo onde se passa Kekkai Sensen, contudo, é instável demais para permitir que essa seja uma história suave e rotineira como um legítimo slice-of-life. Uma Nova Iorque (mais precisamente, parece ser só a ilha de Manhattan) envolta em brumas místicas que a isolam do mundo ao mesmo tempo em que trazem criaturas sobrenaturais do além não é um lugar estável. Humanos e monstros vivem em sua maioria vidas comuns (tão comuns quanto vidas em Manhattan podem ser), mas há um número grande de indivíduos que tornam a vida nesse lugar renomeado por seus habitantes para Jerusalém’s Lot quase uma batalha diária, no sentido literal da palavra. Crimes, brigas e assassinatos se tornaram rotina, mesmo havendo um Estado, com sua própria polícia e forças de segurança. É apenas coisa demais para conseguirem lidar.

Agora, a história de Leonard: ele vivia com sua família fora de Jerusalém’s Lot, e parece que o lugar virou mais ou menos uma atração turística que as pessoas de fora vêm olhar de longe, então há seis meses atrás ele estava lá com seus pais e sua irmã, que é paralítica, apenas observando a cidade de longe. Ele acredita que seus pais na verdade tivessem esperança que algo de místico pudesse sair de lá e curar sua irmã, mas eles não poderiam estar mais enganados: o que surgiu foi um monstro gigantesco, aparentemente uma divindade ou semi-divindade, que apenas perguntou aos dois irmãos qual dos dois seria “A Testemunha”. Enquanto Leonard ficou apenas paralisado de medo, Michella, sua irmã, disse que se fosse para tirar algo de alguém, que tirasse dela. Escolha feita: Leonard ganhou o que no final do episódio é chamado de “olhos divinos” e entrou na cidade, enquanto Michella perdeu a visão. Aparentemente, Leonard tinha uma propensão a querer se tornar jornalista, e nos próximos seis meses ele usaria isso (e seus olhos divinos, suponho) para investigar pessoas e organizações em Jerusalém’s Lot, chegando assim à conclusão que o melhor curso de ação seria encontrar e pedir ajuda a uma organização chamada Libra.

A Libra aparentemente luta por alguma forma de equilíbrio nesse mundo caótico, e eles parecem ser mais ou menos os mocinhos da história. E quando eu digo “luta” estou sendo literal: eles possuem humanos e monstros em suas fileiras e usam poderes místicos para cumprir suas missões. Parece que a Libra possui algum objetivo superior também, mas nada que tenha sido revelado por enquanto. Os caminhos de Leonard e da Libra se cruzam quando Zapp Renfro, um membro da Libra, confunde Leonard com uma pessoa já morta chamada Johnny Landis que seria um novo membro da organização e leva Leonard que passa a fingir ser Johnny até o escritório central da Libra, na presença de Klaus Von Reinhertz, o líder e que também confunde Leonard com Johnny, e Chain Sumeragi, a única que percebe que o garoto era uma fraude. Em defesa de Klaus e Zapp, devo dizer que pela foto que apareceu no episódio, Leonard Watch e Johnny Landis são mesmo praticamente idênticos, até na roupa e acessórios que usam.

Mas bom, mocinhos reunidos, está na hora da coisa explodir, certo? E é exatamente o que acontece. Antes de ser encontrado por Zapp, Leonard perseguia um macaco super sônico que havia roubado sua câmera fotográfica, e esse macaco começa a abrir portais por onde surge um demônio que destrói tudo ao redor em intervalos regulares. O responsável por isso é outro demônio chamado Femt, o Rei da Depravação, que se eu entendi não tinha nenhum objetivo específico em mente, só queria mesmo ver o mundo pegar fogo. Femt se revela, revela seus planos, e o demônio sai do macaco e destrói parte do prédio onde eles estavam. Daí nada inesperado, eles saem atrás do macaco e do demônio, e usando seus olhos divinos Leonard enxerga que na verdade quem está abrindo portais é uma pulga na cabeça do macaco, e se livra dela, o que frustra Femt que havia preparado uma armadilha para quando matassem o macaco. Fim da batalha, Leonard é convidado a ingressar na Libra e ajudá-los com o que quer que seja o objetivo deles enquanto ao mesmo tempo eles irão ajudá-lo em seu objetivo também. Fim do episódio.

Eu não sei o que o Femt quer, eu não sei o que a Libra quer, eu não sei o que o Leonard deveria estar testemunhando, não sei se agir, como ele está agindo, vai contra quaisquer regras que possam haver para o papel de testemunha dele, mas sei que foi divertido pra caramba assistir esses personagens todos durante pouco mais de vinte minutos. Estou curioso e aguardo ansiosamente o próximo episódio, revele ele novos detalhes do enredo ou seja apenas mais um episódio de ação frenética intercalada com cenas de uma vida tão normal quanto possível em uma Manhattan habitada por criaturas sobrenaturais.

Comentários