Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Esse demorei tanto que tive que fazer dois episódios em um. Mas tudo bem, porque eles foram um só arco mesmo, com a apresentação dos principais personagens e a caracterização da protagonista Nagato. Para quem não conhece o universo de Haruhi Suzumiya pode ter parecido muita coisa, ou talvez muito tempo para pouca coisa, não sei direito. Como eu próprio conheço o material original que deu origem a esse spin-off, fica um pouco difícil para mim me colocar no lugar de quem não conhece. Uma coisa eu tenho certeza: sem conhecer aqueles personagens, esse anime parece só mais uma comédia romântica escolar sem nenhum atrativo especial, o que não é bom considerando a quantidade de comédias românticas que saem todas as temporadas. Se bem que acho que tem diminuído um pouco e tem crescido o número de dramas românticos, ou é só impressão minha?


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Os protagonistas são Nagato Yuki e Kyon. E sim, até onde se sabe, por tudo o que já foi escrito sobre o universo de Haruhi, o nome do Kyon é Kyon mesmo, e só Kyon. Nagato é presidente do Clube de Literatura no colégio e ele esteve para fechar por falta de membros, mas Kyon entrou e o clube foi salvo. Com isso, Nagato ficou muito grata ao Kyon, e muito outra coisa comum em comédias românticas também. E como também é comum no gênero, Kyon não percebe nada, embora Asakura, outra afiliada ao clube e amiga próxima de Nagato, perceba isso muito bem e tente mais ou menos ajudá-la. As outras duas personagens importantes nesses dois episódios são Tsuruya e Mikuru.

Tendo salvo o clube de fechar, Nagato quer agora fazer uma festa de natal na sala do clube (e comer peru, que ela nunca comeu e tá com desejo de grávida pra experimentar). Claro que não é fácil fazer uma festa com comida e bebida em uma sala da escola, menos ainda em um dia no qual ela está fechada, e arrumar tudo para a festa é outra dificuldade para que esse plano dê certo. De alguma forma, eles conseguem fazer tudo dar certo e Nagato termina o segundo episódio um pouco mais próxima de Kyon.

Pouco antes do final do segundo episódio Nagato revela como uma garota que ela conheceu por acaso deu a ela a coragem de se esforçar para manter o clube aberto. Uma noite ela voltava da loja de conveniência para casa quando é abordada por uma garota em um parque que pede que Nagato a ajude a escrever uma imensa mensagem no chão usando símbolos estranhos. O objetivo dela com a mensagem seria atrair o Papai Noel para uma armadilha e então capturá-lo na noite do natal. Nagato raciocinou que se aquela garota (que é a Haruhi) tinha coragem de pedir para uma estranha ajudar a escrever uma mensagem esquisita no parque, ela deveria ter coragem de tentar recrutar membros para seu clube. Mas escrever uma mensagem no chão para capturar o Papai Noel, para quem não conhece Haruhi, deve parecer muito estúpido. Bom, para quem conhece também parece, mas pelo menos faz sentido.

Nos livros originais de Haruhi Suzumiya, ela escrevera uma mensagem semelhante no pátio da escola enquanto estudava no ginásio, e esse foi o começo de uma série de eventos bizarros. A partir daquele momento, o mundo passou a ter extraterrestres, viajantes no tempo e pessoas com poderes psíquicos, ainda que ninguém soubesse, nem mesmo a Haruhi – e foi para encontrar esses seres que ela escreveu a mensagem. Anos depois, entrando no colégio, ela seguia querendo encontrar criaturas sobrenaturais e é aí que conhece Kyon. Ele sugere a ela que crie um clube para procurar coisas sobrenaturais e é isso o que ela mais ou menos faz. Mais ou menos porque na verdade ela só ocupou a sala do (adivinhe) clube de literatura, que possuía apenas um membro (adivinhe de novo): Nagato. A garota quieta disse não se importar, contudo, e logo o clube é oficializado no lugar do clube de literatura. Se juntariam a ele Mikuru e Koizumi. No fim das contas, Nagato é uma extraterrestre, Mikuru é uma viajante no tempo e Koizumi é um cara com poderes psíquicos. Todos eles revelam isso para Kyon, um de cada vez, e dizem para ele não contar isso a Haruhi porque acreditam que ela possua o poder de alterar a realidade (foi ela quem desejou isso em primeiro lugar no ginásio, lembra?) e seria um desastre se ela soubesse disso.

Há um arco chamado o Desaparecimento de Haruhi Suzumiya, onde ela e o Koizumi não estão na mesma escola que o Kyon e criaturas sobrenaturais não existem (mais ou menos). Kyon é o único que se lembra do outro mundo, e no final ele consegue reestabelecê-lo. Nagato Yuki-chan no Shoushitsu (Desaparecimento de Nagato Yuki-chan) é um spin-off com a Nagato como protagonista que se passa nesse mundo alternativo sem nada sobrenatural. Mas não se pode descartar reviravoltas sobrenaturais, e é por isso que é divertido. Até uma comédia romântica com os personagens absolutamente normais mas com suas personalidades da história principal pode ser divertida – isso é, se você for um iniciado.

A protagonista é Nagato e deve continuar sendo, mas a Haruhi já apareceu e tende a aparecer ainda mais. Inclusive, ela acaba de cair de exaustão na frente de Kyon e Nagato do parque onde ela passou a noite inteira esperando o Papai Noel aparecer. Suponho que ele não tenha aparecido, né? O próximo episódio deve ser dedicado a revelar um pouco mais sobre ela. No final do Desaparecimento de Haruhi Suzumiya, Kyon tem que escolher entre um mundo normal ao lado de Nagato ou um mundo maluco ao lado de Haruhi. Eu queria que ele voltasse, mas ao mesmo tempo doeu no coração ver a Nagato sofrer. O Desaparecimento de Nagato Yuki-chan é um anime spin-off para aquecer o coração daqueles fãs que, como eu, ficaram morrendo de pena da Nagato no final do arco canônico.

Comentários