Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Após o fim do episódio anterior eu já sabia como seria a solução para todos os problemas: o Yuu ia roubar o poder de viajar no tempo de seu irmão Shun e voltaria para salvar a Ayumi. Eu não esperava duas coisas: um flashback contando toda a aventura do Shun (porque eu não me importo com isso) e que um episódio (menos, se descontar o flashback do Shun) fosse suficiente para todos serem felizes de novo. Talvez eu esteja perdendo alguma coisa, e há uma ou duas coisas que ainda não se encaixam direito, mas talvez seja só Charlotte sendo Charlotte e terminando o episódio sem nenhuma deixa e sem nenhum conflito importante ainda esperando para ser resolvido.

Curta o anime21 no facebook:

Não foi um acidente que o Shun tenha ficado cego, parece que o poder de voltar no tempo destrói a visão aos poucos. E ele demorou para perceber isso, bem como demorou para perceber que um grupo de adolescentes ativamente usando seus poderes não era páreo para adultos organizados e desumanamente determinados a capturá-los e realizar experimentos neles como se fossem cobaias de laboratório. Inclusive imagino se esse anime não é o sonho molhado de algum defensor dos direitos dos animais contra qualquer experimento mostrando o que seria se humanos fossem as cobaias. Completo com sacrifício da cobaia e tudo mais. Mas enfim, Charlotte. Shun demorou a perceber o efeito da viagem no tempo em sua visão e demorou para conseguir bolar um plano decente, o que, no fim das contas, custou sua habilidade de enxergar. E o plano foi bem simples: ganhar um monte de vezes na loteria, apostas em cavalos e outras coisas com os resultados que ele já sabia que sairiam para comprar o colégio que protegeria os mutantes. Eu sempre achei que colocar dezenas ou centenas de pessoas com superpoderes em um lugar só serve mais para atrair suspeitas do que para escondê-los, mas vá lá, parece que está funcionando. Ganhar múltiplas vezes em jogos de azar também deveria atrair muita atenção, mas de novo, parece que está funcionando.

A única parte que não funcionou foi a Ayumi ter morrido. E sem sua visão, Shun não pode mais voltar para o passado. Porque o poder de viajar no tempo de alguma forma depende da visão, vá entender. Isso passa a ser missão então para seu irmão Yuu, cujo verdadeiro poder é roubar poderes. Como ele precisa se concentrar em alguém para isso, o poder dele é um que faz sentido que dependa da visão, mas parece que não tem efeito nenhum sobre sua capacidade de enxergar. Não seria conveniente para o roteiro, suspeito. Esses poderes e seus efeitos colaterais e desvantagens são mais arbitrários que o local exato onde cada gota de chuva cai, mas enquanto os personagens continuam interessantes eu finjo que isso não me incomoda. E com “personagens continuam interessantes” estou me referindo ao Yuu, Tomori, Ayumi e a Sara, apenas.

Aliás, a Sara. Eu achava que a garota do grupo de superpoderosos que apareceu no sonho-memória do Yuu era ela, mas bom, lógico que não era uma americana. A história dela dá a entender que ela teve um poder, e ela já enxergou antes também como o Yuu constatou e ela confirmou. Poder que cega? Será que ela também podia voltar no tempo? É possível, mas que implicação isso pode ter ainda na história a essa altura? A única coisa que eu sei é que o Yuu voltou para o tempo antes dele ter curado o irmão da Tomori, então ele vai precisar de alguma forma repetir os passos dados naquela ocasião se quiser curá-lo mais uma vez. Vai precisar trombar com a Sara na rua e levá-la para comer. Mas dessa vez ele não tem uma história triste para deixá-la interessada! Talvez ele possa contar a verdade? Foi o que ele fez antes, sem efeitos colaterais. Se o poder dela também tiver sido voltar no tempo o desenvolvimento pode ser interessante. Mas e o papel da Tomori? Ela estava andando por aí no dia, com certeza investigando alguma coisa. Poderia ser algo com relação à Ayumi? Quero dizer, algo que ela foi levada a fazer apenas graças à cadeia de eventos que se seguiu à morte da Ayumi? Será que dessa vez ela irá se encontrar com a Sara? E para não deixar de falar da Ayumi, eu não acho que ela esteja segura na escola ainda. Aquela garota que tentou atacá-la é uma psicopata-mirim, eu não me sentiria seguro só dando um susto nela.

O grande mistério que resta é quem é aquela garota de cabelo laranja que correu para a escola quando a Ayumi estava para colapsar a coisa toda. Ela correu de novo, mesmo sem risco de colapso, então o que a fez correr para lá em primeiro lugar? Não foi uma premonição de última hora porque não havia mais premonição dessa vez. Mas foi algo de última hora, senão, como o Yuu, ela poderia estar na escola desde horas antes. Não tenho a mais pálida noção de quem ela possa ser, nem se ela é amiga ou inimiga. Por enquanto ela é só a garota que corre pra escola e vai embora frustrada.

Curiosidade: brotou na internet uma explicação para o anime se chamar Charlotte embora nenhuma Charlotte tenha aparecido ainda. Seria a inicial do nome do poder (em inglês) de cada um dos personagens principais, assim: C de collapse (colapso, da Ayumi), H de hypnotism (hipnose, da garota amiga do Shun que bota pra dormir), A de ascertainment (determinação, do Kumagami, o cara molhado), R de remove memory (remoção de memória, de um dos caras do Shun), L de looting (saquear, do Yuu), O de obscure (obscurecer, da Tomori), T de teleport (teleporte, do Takajou), outro T de time leap (salto temporal, do Shun), e E de evocation e emblaze (evocação e imolar, das irmãs Yusa e Misa, respectivamente). Outra teoria que está por aí desde o começo do anime é que Charlotte seria o nome do cometa que a Ayumi quer ver. No Sistema Solar de verdade, onde vivemos, existe um asteróide chamado 543 Charlotte, ele nunca se tornaria um cometa, mas mesmo assim pode ter sido uma inspiração. Cada teoria tem suas vantagens. Na teoria dos nomes dos poderes finalmente faria sentido (de um jeito torto) o Takajou chamar seu poder de teleporte, quando claramente é apenas supervelocidade. E teria um furo grande, que é o nome não levar em conta todos os colegas do Shun. A teoria do cometa é mais bonita, vem desde o começo da série e tem tudo a ver com a Ayumi (e com a própria animação de abertura, onde todos os personagens centrais estão em volta de um telescópio em um descampado, além de outras referências celestes).

Sempre gostei do poder do Yuu

Sempre gostei do poder do Yuu

Agora chutando o pau da barraca vou unir todas as especulações sem fundamento sólido. Charlotte é o cometa que trouxe (ou despertou) superpoderes para algumas pessoas. Sara ganhou o poder de voltar no tempo, e usou ele repetidas vezes até obter sucesso como música. Esses retornos repetidos no tempo ampliaram os poderes dos garotos (estilo Madoka Magica, se você volta no tempo muitas vezes você aumenta o potencial de alguém) até chamarem atenção dos cientistas malignos do mal, que os capturaram para fazer maldades. Agora o cometa irá passar uma última vez e todos deixarão de ter poderes. Ou talvez seja até mais Madoka Magica ainda, e o poder da Sara seja realizar um pedido (ou Charlotte realiza pedidos de verdade), e o pedido dela a fez voltar no tempo para tentar de novo. Como ela perdeu a visão? Sei lá, isso é teoria sem lastro, não exija muita lógica. Outras pessoas fizeram desejos e foram atendidos com poderes, que se tornaram mais fortes conforme a passagem do cometa se repetiu. O final mostrará todo mundo junto desejando que ninguém mais tenha poderes enquanto Charlotte passa no céu pela última vez.

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Que nada, se você escrevesse toda semana sobre todo episódio você pensaria bastante, chutaria algumas coisas e acertaria algumas também, principalmente conforme o anime avança e você se acostuma com seus personagens e sua narrativa. E tem muita coisa aí que acho que vou errar ainda, hehe.

Comentários