Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Essa vida de passar o dia inteiro se alimentando de batata frita e refrigerante de cola, virar a noite jogando vídeo game e se exercitar apenas rolando da cama para o computador; só poderia resultar em um belo resfriado. Mas Umaru não é o tipo de pessoa que se deixa abalar e, mesmo doente, não abre mão do “estilo Umaru de ser”. Ela enxerga esse momento de enfermidade como mais uma ótima oportunidade para chantagear seu irmão em busca de mais mimos. Porém, dessa vez nem tudo saiu conforme o planejado e o resultado disso foi um episódio totalmente adorável!

Curta o anime21 no facebook:

Um belo dia, Umaru amanheceu com febre. Se essa criatura, quando está totalmente saudável, já faz com que seu irmão viva se esforçando para realizar todos os seus caprichos, imagina toda a chatísse que ela poderia demonstrar quando está doente? Ainda bem que o Taihei parece estar se adaptando melhor aos comportamentos exagerados dela e logo conseguiu colocar um fim na birra que ela mal teve tempo de iniciar. Aliás, o resfriado dela nem durou tempo suficiente para que sentíssemos pena. O melhor de tudo foi a explicação que ela deu para essa cura relâmpago: seus vírus são tão preguiçosos quanto ela, por isso rapidinho se cansaram de tentar deixá-la doente. Tá vendo? Quem disse que ser preguiçoso é um defeito?! A ciência devia começar a prestar mais atenção em nós! Ops… Digo… prestar atenção nos preguiçosos. Estão deixando de encontrar respostas que poderiam contribuír para o avanço da sociedade! Fica a dica aí.

O Taihei, que não tem um pingo de preguiça, foi derrubado pelo resfriado que pegou de Umaru. A princípio, ela não levou a situação dele a sério e se divertiu planejando formas de “torturá-lo” enquanto tivesse que cuidar dele. Porém, ao chegar em casa e ver o quanto ele realmente estava mal, se sentiu imediatamente arrependida e até mesmo um pouco culpada. E foi nesse momento que ela demonstrou o quanto o ama e se preocupa com o bem estar dele. Umaru se esforçou para abaixar sua febre e não saiu do lado dele. Isso foi retratado através de uma divertida luta entre ela e os vírus da gripe. Eu estava com muito medo de ver a forma como ela aplicaria esse tratamento que usa as cebolinhas, fora de sua imaginação. Ainda bem que o método escolhido foi apenas amarrar uma cebolinha em volta do pescoço de Taihei. Ufa. Que susto você me deu, Umaru!

Pede pra sair, vírus!

Pede pra sair, vírus!

Com o resfriado curado e de volta à rotina de sempre, Umaru acidentalmente derrubou refrigerante no modem e ficou sem internet. Todo mundo que já teve algum problema com a internet, sabe muito bem o desespero que é ficar desconectado. E por mais cômico que pareça, estamos tão acostumados a procurar soluções online para tudo, que realmente não é nenhum absurdo a primeira reação de Umaru ter sido tentar procurar as respostas para o seu problema de conexão, justo na internet! Quem nunca, né? Hoje em dia é impossível ficar desconectado por muito tempo, pois quase tudo depende dos serviços que a internet dispõe. Mas sempre haverá um dia em que as trevas invadirão nossos modens e, quando esse dia chegar, teremos que ser fortes e aprender a sobreviver usando os métodos antigos de diversão. Eu só não recomendo jogar Uno, ele destroi mais amizades do que aquelas solicitações de joguinhos no Facebook.

A vida offline também pode ser bela.

A vida offline também pode ser bela.

O Bonba realmente gostou de frequentar a casa do Taihei e já estabeleceu um bom relacionamento com Umaru. Nada melhor para unir duas pessoas do que ter uma terceira em comum para zoar! (Coitado do Taihei…haha). Ele é um personagem muito divertido e adoro vê-lo em cena, mas estou sentindo falta de ver Kirie visitando a casa de Taihei e Umaru. Agora que Bonba está aparecendo por lá mais vezes, a Kirie, que antes parecia visitar Umaru (Komaru) todos os dias, parece ter parado de ir até lá. Assim, do nada. Sem explicação nenhuma. Só porque é conveniente para o anime que nenhum dos personagens secundários se encontrem e descubram essas relações de amizade que Umaru possui? Não acho que esse “segredo” seja algo tão relevante assim a ponto de criar esses furos no roteiro, só para evitar que isso seja revelado agora. Pelo menos não entre o Bonba e a Kirie. Seria até interessante se os dois passassem a ir juntos para a casa de Umaru, quem sabe assim eles conseguissem se entender melhor também. Enfim, o que nos resta é aguardar para saber até onde vão enrolar essa situação.

Na última parte do episódio, conhecemos um pouco mais sobre o passado de Taihei. Dez anos atrás, Bonba e Kanau sempre o acompanhavam para onde quer que ele fosse. Desde aquela época, Kanau já era apaixonada por Taihei e Bonba já possuía esse jeito despreocupado de ser. Isso mostra que, apesar das diferenças, é possível manter amizades verdadeiras por longos anos. Espero que isso possa se repetir no caso de Umaru com Sylphyn, Ebina e Kirie. Taihei, assim como Umaru, era um aluno exemplar e um gênio no fliperama (essas habilidades só podem ser genéticas!). Foi lá que ele conseguiu a primeira pelúcia que Umaru ganhou; me pergunto se foi por essa influência de seu irmão que Umaru passou a gostar tanto desses bichinhos (e de fliperamas). Umaru parecia muito solitária morando naquele lugar gigante, que suponho fazer parte das dependências da grande empresa cujo dono é o pai deles. Se a mãe deles realmente tiver morrido muito cedo, isso justificaria a sensação de solidão que aquela cena transmite. Assim que se formou, Taihei começou a trabalhar e se tornou independente. Mais tarde, Umaru foi morar com ele. Ainda não sabemos o porquê, mas depois desse episódio eu me arrisco a dizer que ela percebeu que um lar não é feito de luxo, muito espaço ou status social. Um lar de verdade é onde se tem alguém disposto a fazer qualquer coisa para manter um belo sorriso de felicidade em seu rosto. Um lugar em que as pessoas se sintam acolhidas e amadas.

Umaru e Taihei, dez anos atrás.

Umaru e Taihei, dez anos atrás.

 

Comentários