Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Não é possível. Eles acabaram de perder um membro importante (tecnica e emocionalmente), outras duas pessoas foram parar no hospital, tudo por causa de um plano ruim que eles sabem que foi ruim, e como respondem a isso? Com um plano ainda pior! Muitas vezes pior! Cretino! Irrealizável! O Cebolinha deve fazer parte do braço brasileiro da organização do Shun e ele ocupa o cargo de “bolador de planos”. Ou isso ou o seu Manual dos Planos Infalíveis foi distribuído para todos os membros e eles o usam como referência.

Curta o anime21 no facebook:

Quero só ver o episódio dedicado à Suazilândia. Porque sim, a ideia é roubar todos os poderes de todas as pessoas do mundo, tanto que a primeira coisa que o Yuu fez foi partir para o estrangeiro. Com o dinheiro da organização, vá lá. Alguém irá junto com ele? Porque ele não sabe nem falar algum idioma que não seja o japonês, e além do Japão esse idioma é útil para ele se comunicar em, deixe-me ver, vou puxar da memória aqui … precisamente zero países. Ok, ele pode conversar com descendentes de japoneses que ainda cultivam o idioma de seus antepassados na Liberdade, em São Paulo, suponho. Mas quero ver ele chegar lá, ou em qualquer outra colônia japonesa em qualquer outro país do mundo. Aliás, ele absolutamente não deveria viajar sozinho mesmo que fosse fluente em inglês, chinês, português, sânscrito e suaíli. O Yuu é uma droga de uma criança, ele tem apenas 16 anos, é para todos os efeitos um menor de idade na maior parte do mundo, talvez em todo o mundo.

E o problema logístimo não para aí, é muito pior do que isso. O plano todo deles se baseia na perspectiva de encontrar alguém capaz de detectar mutantes na organização que os atacou. Eu poderia dizer como isso é só um chute, e como é improvável dados os métodos que eles usaram, mas isso é anime, tenho certeza que tal pessoa existe. O problema então é encontrá-la, e se ela é mesmo capaz de encontrar outros mutantes, adivinhe só, o Yuu será encontrado antes. Está indo direto para o covil daqueles que tentaram capturá-lo, e eles vão saber disso antes que ele tenha qualquer informação sobre eles. E aí, vai causar um terremoto e boa? Ele pode ter vários poderes agora, mas ainda acho que ele não é capaz de lutar sozinho contra uma organização inteira. Mesmo se ele tiver sucesso em roubar esse poder de detecção para si e fugir das garras dos bandidos, ele ainda vai precisar percorrer o mundo inteiro, literalmente.

O tempo dele é curto, além de dinheiro ele não tem nada a seu favor, há uma organização criminosa contra ele, e ele precisa literalmente percorrer o mundo inteiro. Tá, eu sei que ou vai dar certo ou alguma coisa vai acontecer no meio do caminho que tornará o prosseguimento do plano desnecessário, então no final tudo se resolverá, mas eu sei disso porque estou assistindo e sei que é ficção. Para os personagens deveria ser a vida real, deveria parecer um conjunto de dificuldades reais, mas eles falam calmamente e com um sorriso no rosto sobre esse plano genial. Bom, nesse como em outros pontos do anime, aprendi a ignorar completamente o realismo e ir pela metáfora. Isso não é o que parece, mas representa algo.

Então vamos lá, o que essa viagem do Yuu representa? Ele finalmente saiu de casa, cresceu, assumiu responsabilidades, amadureceu? Eu acho um pouco tarde para isso já que não haverá tempo de um desenvolvimento decente, mas pode ser. E no final é algo tão mundano que não serve para mascarar o quanto a coisa toda soa artificial e inverossímil. A palavra é essa, alias: verossimilhança. Charlotte a essa altura está tão verossímil quanto a Tomori ter sem qualquer desenvolvimento a esse respeito (o pouco que houve foi resetado pela volta no tempo) apenas aceitado que o Yuu gosta dela e prometer namorar com ele quando ele voltar. Mas houve um pequenino lado positivo no episódio: eu gostei da conclusão da história da Misa.

  1. Se esqueceu da parte em que o outro idiota praticamente culpa o Yuu pela morte do Pooh. Que vinte de entrar na tela e dá uns socos na cara dele.
    E o Shun se mostrou um verdadeiro irmão mais velho e responsável não visitando o Yuu em nenhum momento em quanto ele estava no hospital. Talvez no fundo ele culpasse um pouco o Yuu pelo ocorrido e isso me lembra que os amigos do Shun são mais preocupados com os irmãos dele do que ele mesmo.
    Esse desenvolvimento romântico entre o Yuu e Tomori foi óh, tava mais fácil shippar a Moda com o jatinho ambulante.

Comentários