Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Como esperado, o episódio da semana foi inteiramente dedicado a mais nova integrante da equipe da Mai: Kurumi Kumamakura. A adorável garotinha que ama ursos, tem apenas nove anos e já está precisando lidar com a pressão de ter poderes especiais e lutar contra Phantons. Seu dilema é perfeitamente compreensível e a forma como ele foi retratado, literalmente dentro de sua mente infantil, nos trouxe metáforas simples e totalmente compatíveis com a personalidade de Kurumi.

Depois de um episódio tão “sóbrio” digamos assim… como foi o anterior, este trouxe de volta a prova de que o Japão precisa de PROERD não há limites para a imaginação e que esse anime está disposto a explorar todas as possibilidades que estiverem relacionadas a delírios coloridos ou, em outras palavras, ao estranho mundo dos Phantons.

Curta o anime21 no facebook:

Albrecht, Ruru e Haruhiko acompanhando Kurumi no mundo que sua mente criou.

Albrecht, Ruru e Haruhiko acompanhando Kurumi no mundo que sua mente criou.

Apesar de ter aparecido durante pouco tempo no episódio anterior, Kurumi já demonstrava uma preocupação excessiva com a possibilidade de não ser boa o suficiente para conseguir ajudar o grupo que ela sempre admirou. Tal atitude revelava a existência de um conflito interno que precisaria ser superado para que ela fosse capaz de fortalecer sua confiança e dessa forma, parar de subestimar a sua importância dentro do grupo. Acredito que isso aconteceria naturalmente com o passar do tempo caso os integrantes do grupo se dedicassem a estabelecer alguns minutos de conversa com ela com uma certa frequência; e também se continuassem a escalá-la para ajudá-los em algumas missões de vez em quando. Mas provavelmente isso seria “normal demais” para Phantom World, e como o anime até agora se dedicou a reservar um episódio para desenvolver cada um de seus personagens, Kurumi também teve o seu momento em foco, onde passou por uma fuga da realidade (semelhante a que vimos no quarto episódio com a Reina), e foi parar em um mundo totalmente criado por sua mente, levando consigo o Haruhiko e a Ruru como espectadores.

Nesse novo mundo, tudo refletia a personalidade infantil e frágil de Kurumi. A forma como seu ursinho de pelúcia (Albrecht) criou vida e passou a conversar com ela, jurando lealdade eterna, só enfatiza o quanto ela tem sido emocionalmente dependente dele. Por pensar nele como um amigo e forte guerreiro capaz de dar a sua vida para mantê-la em segurança, ela conseguia encontrar a coragem suficiente dentro de si para enfrentar os pequenos desafios que a vida estava colocando em seu caminho.

Kurumi estava se saindo bem com essa “estratégia” de usar seu ursinho como uma forma de apoio, mas a vida é como um vídeo game: à medida que você passa de nível a dificuldade só aumenta! E uma tática que era eficaz antes pode ser totalmente inútil depois, se você não souber a forma certa de adaptá-la. O momento em que Albrecht é ferido e se torna incapaz de protegê-la, representa justamente o momento atual de sua vida, onde ela sente a necessidade de adaptar a sua postura a algo mais semelhante ao que ela tem observado no comportamento de seus senpais; como a confiança em suas próprias habilidades e a adequação ao trabalho em grupo. Dessa forma, estando ciente de que chegou o momento de chamar a responsabilidade para si mesma, Kurumi conseguiu a coragem que precisava para enfrentar seus medos e se libertar dos sentimentos que a prendiam em seu mundo imaginário.

 

 

Kurumi se sentiu tão determinada que se transformou em… uma garota mágica?! Espero que a alma dela esteja intacta…

 

 

Basicamente, foi disso que o episódio tratou e ele até que conseguiu ser bem divertido (pelo menos pra mim, que rio feito uma tonta com esse tipo de coisa absurda…), mas eu realmente espero que esse tenha sido o último episódio dedicado apenas a apresentar um personagem específico, afinal já estamos na metade da temporada e Phantom World ainda não conseguiu mostrar a que veio. Sei que ainda não conhecemos direito o passado do Haruhiko, por exemplo, mas tenho certeza que ele pode ser desvendado junto com os mistérios sobre aquele dispositivo que ele está tentando consertar, ou com qualquer outra coisa que nos leve a enxergar um objetivo mais específico nesse anime. Bom, só nos resta pagar pra ver. Obrigada por ter lido até aqui. Até o próximo episódio!

 

As garotas de Phantom World, todas devidamente apresentadas e prontas para a batalha!

As garotas de Phantom World, todas devidamente apresentadas e prontas para a batalha!

Comentários