Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Desde o começo eu apenas assumi que kegares fossem o sabor de demônio ou youkai de Twin Star Exorcists e não pensei muito mais nisso. Mas ver um kegare com a aparência dos ex-donos da casa que ele assombrava me deixou pensativo nesse episódio. Kegare (ケガレ) significa apenas “impuro”, não tendo relação direta, desde o batismo, com demônios ou o sobrenatural. É apenas impuro. E só aquilo que um dia foi puro ou que poderia ser puro é que pode ser ou se tornar impuro, não é? Demônios não são impuros – eles são a própria impureza. Não existe “demônio do bem”. A sujeira não é suja, mas ela torna as outras coisas sujas. Não seria razoável querer que o pó fosse menos poeirento.

Acho que o anime ainda está longe de revelar alguma verdade mais profunda sobre os kegares mas vou especular um pouco nesse artigo mesmo assim. Se bem que considerando o quão simplório (no sentido de simples, não de ruim) Twin Star Exorcists é, é bem possível que ele revele algo logo ou que não haja nada para ser revelado no final das contas. Correrei esse risco. Mas vamos falar também sobre nossos protagonistas?


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Esse episódio marca o início de um novo momento na relação entre Rokuro e Benio, bem como provavelmente o ponto de virada para Rokuro voltar a ser um exorcista. Eles até então praticamente se odiavam. Rokuro não gosta da Benio porque ela é metida, e a Benio por sua vez não gosta do Rokuro porque ele é covarde. A Benio é mesmo metida, e o Rokuro é mesmo covarde. Para além disso, não é como se eles fossem muito diferentes. Os dois têm um mesmo horizonte, um mesmo destino, um mesmo objetivo. Por ser covarde, Rokuro virou às costas para o seu objetivo e está encolhido de medo, paralisado. Por ser focada demais, o que a faz se comportar de forma arrogante, metida com os outros, Benio está tão fixada em seu objetivo que não enxerga nada, não se importa com nada além dele.

O Ryougo conta o passado de Rokuro, que é a razão dele ser um covarde: houve uma tragédia envolvendo kegares na qual todos os seus amigos exorcistas, que para ele eram como sua própria família, morreram. Ryougo conta isso para a Benio com a esperança de que a garota possa ajudar o protagonista a superar seu trauma e voltar a ser um exorcista. A mera presença dela já havia balançado o Rokuro nesse sentido, antes mesmo dela saber de sua história, mas o que realmente o faz agir de verdade é o medo do Ryougo ser morto. Duvido que isso vá ser o suficiente para ele voltar a ser um exorcista pois em termos de narrativa é preciso que a Benio tenha um papel mais ativo. Não obstante, ele agiu. A causa da covardia do Rokuro é conhecida. O Ryougo já contou a verdade para a Benio, e o Rokuro já admitiu para a Benio que sente medo.

Rokuro implora a ajuda da Benio - ele está com medo. Com medo de enfrentar kegares e com mais medo ainda de perder o Ryougo

Rokuro implora a ajuda da Benio – ele está com medo. Com medo de enfrentar kegares e com mais medo ainda de perder o Ryougo

E sobre a Benio? Por que ela é tão cega para tudo o que não esteja diretamente relacionado aos seus objetivos? Isso permanece um mistério, e um que eu gostaria de ver solucionado logo. Provavelmente tem algo a ver com a família dela. Seus pais estão mortos e nesse episódio ela menciona uma promessa feita para seu irmão – que provavelmente está morto também. Acredito que ela esteja apenas seguindo a sombra de seu irmão, um pé na frente do outro, sem olhar para a frente ou para os lados, olhando apenas para baixo para ter certeza que não se desvia um centímetro que seja do caminho. Se o Ryougo espera que a Benio ajude o Rokuro a voltar para o seu caminho, eu espero que o Rokuro ajude a Benio a enxergar sozinha o seu próprio caminho. No fim das contas um precisa do outro. Clichê e bonito assim.

Mas e os kegares, sobre os quais prometi falar? Bom, é tudo especulação minha, mas veja, o kegare que quase acabou com o Ryougo nesse episódio era a cara dos ex-donos da casa. Será que kegares são ex-humanos? Será que podem ser criados por humanos? Ao mesmo tempo aquela missão toda pareceu uma armadilha: o kegare estava os esperando, e propositalmente expulsou os outros dois exorcistas do Magano, ficando apenas com o Ryougo. Eles precisaram voltar para pedir a ajuda do Rokuro. Havia vários outros kegares menores no local também, mas o kegare principal parecia, segundo o Ryougo, estar afastando ou enfrentando eles. De tudo isso concluo que era sim uma armadilha, mas o objetivo não era matar ninguém. Quem a preparou foram outros exorcistas e o objetivo deles era atrair o Rokuro para ou testar sua força ou fazê-lo voltar a ser um exorcista – ou ambos. O que você acha? Ah, sem spoilers se estiver lendo o mangá por favor, hehe.

Esse kegare não é a cara do casal de velhinhos simpáticos que eram donos da casa?

Esse kegare não é a cara do casal de velhinhos simpáticos que eram donos da casa?

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Olá, obrigado pela visita e pelo comentário =)

      Está passando no Crunchyroll. Tenho conta lá e é bom, mas normalmente faço download porque é mais fácil para avançar e retornar no vídeo para ver detalhes melhor, bem como para fazer capturas de tela, coisas importantes para mim que escrevo análises, hehe.

Comentários