Futura rei

E o anime está chegando ao final da temporada, mas bem longe de ser o final do anime que vai ainda continuar. E aí acontece o que já aconteceu com outros animes antes e sou obrigado a tomar uma decisão chata: continuar escrevendo sobre o anime ou largá-lo para pegar um anime novo? Não é como se eu pudesse escrever sobre tudo o que eu assisto afinal de contas. Os constantes atrasos em que tenho incorrido dão uma ideia de como nem os animes que me comprometo a escrever tenho conseguido, hehe. Não à toa esse artigo é sobre os episódios 11 e 12, dois episódios que não têm nada a ver um com outro: fim de um arco e começo de outro completamente diferente, respectivamente.

Mas então, vou continuar escrevendo sobre Re: Zero? Ainda não sei. Por enquanto sim, mas vai depender dos animes que estrearem. Se você é fã do anime pode ficar um pouco animado porque a próxima temporada tem algumas coisas muito boas, mas não parece ter assim tantas coisas boas. Só que eu tenho obrigação de mandar a real: Re: Zero está me incomodando. E não é só porque nesse mundo é etiqueta padrão garotas de alta classe, concorrentes ao trono, se vestirem como crianças no parquinho.

Curta o anime21 no facebook:

Kate Middleton está bem melhor assim. Agora o futuro do Reino Unido está garantido

Kate Middleton está bem melhor assim. Agora o futuro do Reino Unido está garantido

Quero dizer, um mundo assim infantilizado não é o melhor possível para uma história realmente profunda, mas isso não é necessariamente um problema. Por um lado a história se torna mais formulaica e previsível, mas por outro essa previsibilidade funciona como uma base sólida onde desenvolver personagens interessantes e uma história empolgante. E a essa altura de Re: Zero eu e você já sabemos qual a sua história?

Aparentemente, é sobre a Emilia suceder o trono do reino. Ou talvez sobre a sucessão em si, que de todo modo está envolta em mistérios. É tudo tão misterioso que antes desse episódio eu nem sabia contra quem ela estava concorrendo. Descobri: contra outras garotas. Só garotas adolescentes e bonitas (bishoujos) estão concorrendo para ser “o próximo rei”? É algum tipo de lei do reino? Não, não é, o anime já disse que isso tudo só está acontecendo porque o rei anterior, rei mesmo, no masculino, sumiu. Então eles podem ter reis. E só garotas estão concorrendo para “rei”.

Uma dessas quatro garotas (ou a Felt) será o próximo rei. O bom é que elas vêm codificadas por cor para não precisarmos decorar seus nomes

Uma dessas quatro garotas (ou a Felt) será o próximo rei. O bom é que elas vêm codificadas por cor para não precisarmos decorar seus nomes

Mais: elas não são apenas candidatas a rei, mas candidatas à sacerdotisa do dragão. Vá lá, faz sentido. O dragão está umbilicalmente ligado ao reino, afinal. Mas é um pouco esquisito que uma mesma lista de candidatas em um mesmo processo de seleção concorra a dois cargos aparentemente distintos. Esse anime está cheio de coisas esquisitas assim, regras e mecânicas internas que não são reveladas para o espectador exceto quando é tarde demais. Quando elas importam. Há exceções, como a forma como o anime deu pistas sobre a natureza e relação das empregadas gêmeas através de uma lenda japonesa. Mas são apenas exceções. Então a Emilia concorre com outras três (perdão, quatro! mas já chego lá) garotas para ser “o próximo rei”, e também para ser a sacerdotisa do dragão.

Essa parte foi surpresa até mesmo para elas, aparentemente, já que faz faz parte de uma nova profecia. Profecias? De onde elas vêm? Quantas delas existem? Esse mundo tem Globo Repórter para responder minhas dúvidas sobre assuntos aleatórios? Não importa. Ela agora pode se tornar a nova sacerdotisa do dragão, para … fazer coisas que uma sacerdotisa do dragão faz. Certamente sacerdotisas do dragão não matam o dragão, então suponho que Roswaal esteja mantendo seu plano em segredo da Emilia. Que por sua vez mantém tudo relativo à sucessão em segredo do Subaru. Convenhamos: o cara é intrometido e inconveniente, eu com certeza entendo a Emilia.

Ele está usando a Emilia? Ou a Emilia sabe que ele é dragãofóbico?

Ele está usando a Emilia? Ou a Emilia sabe que ele é dragãofóbico?

O problema é que eu, que sou discreto e comportado, só consigo descobrir as coisas a partir do Subaru, porque o anime é a partir do ponto de vista dele. Sabe quando você sai com aquele seu amigo que sempre ferra o rolê? Se não sabe, talvez você seja esse amigo. Enfim, é como me sinto em relação ao Subaru: metade do que é importante nesse mundo é mentida em segredo dele, e portanto de mim, porque ele se comporta feito uma besta quadrada. É para eu gostar dele porque ele salva criancinhas? Ele não salvou ninguém. Quem salvou foi a Rem. E depois quem salvou a Rem (e a Ram, e o Subaru) foi o Roswaal. Mas tá bom, as empregadas ficaram amigas dele (e a Rem parece ter se apaixonado) por causa disso, e se para mim pareceu apenas temerário, vá lá, teve algo de heroico nos atos dele.

Vai lá herói!

Vai lá herói!

E onde fica a bruxa nisso? E qual é, afinal, a relação entre a Ram e o Roswaal? A Rem sabe dela? A Felt sofre lavagem cerebral mesmo ou só está com cara abestada no final do episódio 12? O pior é que no fundo, no fundo, o Subaru não se importa com nada disso. A postura dele é apenas a de guarda-costas, defensor da Emilia (e idiota que anda por aí fazendo idiotices nas horas vagas, literalmente). Histórias de guarda-costas podem ser legais, mas no mundo de Re: Zero, com a mecânica do retorno no tempo e com tantos mistérios sem previsão de que sejam desvendados (porque ninguém os está investigando), o anime tem sido entediante na maior parte do tempo. E ah: o que foi o Rom andando “aleatoriamente ao lado do castelo” procurando pela Felt, descobrir que ela foi levada pelo Reinhard, e ir embora por um beco escuro qualquer?

Tem alguma coisa estranha no olhar dela

Tem alguma coisa estranha no olhar dela

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este anime já esteve melhor, só espero que não seja daqueles que faz porcaria no final. O episódio 11 foi ok, achei a história das gémeas bem interessante e tal, mas o que mais gostei foi a parte do sorriso da Rem para o Subaru,cena bonita. de resto não à mais nada de jeito para comentar (à excepção do senhor palhaço dragãofóbico, afinal ele tem segundas e quiçá terceiras intenções na Emilia para matar o dragão).
    Quanto ao episódio 12, o que dizer, o Subaru continua um intrometido, parece uma criança que não obedecer às ordens que lhe são dadas. A Emilia finalmente teve mais destaque neste episódio, mas aquele inicio dela no vilarejo com aquela roupa, deixou muito a desejar. Achei bem interessante, a selecção da escolha do rei e de sacerdotisa para o dragão, já pensaste que se calhar a escolhida não é para ser rei, mas a portadora do filho do dragão que poderia a vir a ser rei(acho que já estou a pensar/especular demais), a Emilia para as outras candidatas, parece ser pior que uma plebeia, pela forma como é tratada, aquela cena da Felt até me espantou, se bem que já desconfiava que havia alguma coisa estranha, pela forma que o Reinhard se comportou quando viu a Felt com o brasão real no final do episódio 3.
    Como sempre uma excelente matéria, já tinha reparado que estavas com problemas para fazer os reviews ,mas isso acontece, é impossível ver tantos animes e comentá-los logo a seguir. Caso deixes de lado o Re:zero, acho que não faz mal, a próxima temporada vai estar cheia de estreias de animes que podem vir a ser excelentes, eles também merecem atenção.

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Eu com certeza vou continuar assistindo. É interessante e tem bastante potencial. Acho que independente do andamento ser bom ou não, o final deve ser bom (se bem que o livro continua em andamento, então talvez acabe em aberto, e isso seria frustrante).

      Que a Felt ia voltar a gente sabia, e ela foi mencionada desde o início do episódio, aí era só questão de captar o rumo do anime para descobrir quando e onde ela iria voltar. Foi mais ou menos previsível – o que não é problema, como eu disse no início do texto.

      Mas … o que esperar? Bom, em algum momento o Subaru vai se ver diante de uma situação de vida ou morte (e vai morrer, e morrer, e morrer, e resolver o caso), e aí a história vai andar. Mas é assim, um passo de cada vez, um degrau de cada vez, não consigo ver o grande plano e isso me incomoda. Ou fico entediado com um episódio expositivo onde o Subaru fica perturbando o tempo todo ou fico entediado depois dele voltar da morte assistindo o anime repetir acontecimentos de outro ponto de vista. Está complicado.

      • Vendo por esse ponto de vista, tens razão, certamente vou ver este anime até ao final, se me consegui cativar-me a ver-lo até agora, hei-de vê-lo até ao final (só é pena o loop quase infinito das mortes do Subaru).

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      A próxima temporada não tem tantos animes interessantes assim, e principalmente agora que temos mais dois redatores no blog a chance de eu poder continuar com Re: Zero é grande =)

      • Ufa, gostei de ler isto, é bom poder ler os artigos do Re:Zero, parei bastante de vir aqui ao blog, mas quando venho, um dos motivos é pra poder ler os artigos dele.
        Ando bem ocupado ultimamente também, época de provas na escola e talz, uma das coisas mais raras de eu fazer é atrasar um anime 1 dia sequer, coisa q tem acontecido ultimamente

  2. Nesse episódio 12, o Subaru estava mesmo um porre!
    Ele não se mancava de que é um reles mordomo para as pessoas daquela sociedade, do quanto ele é irrelevante para eles!

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      Ele ficou chateado porque o pessoal da mansão sabe o quanto ele é esforçado e tenta ser mais do que isso. Mas ele abusa a cada oportunidade que tem, fica difícil mesmo. Eu acho que o anime construiu mal a cena onde a Emilia pede pro Subaru fazer o que ela está pedindo pra poder confiar nele, mas imagino que no original ele tenha causado muito mais e ela esteja à beira de um ataque de nervos contra o moleque. Porque é fácil imaginar o Subaru fazendo isso.

  3. Você também estranhou o olhar da Felt!
    Será mesmo lavagem cerebral ou ela ainda estava espantada com seu momento Cinderela?
    Ou foi só mancada do desenhista quando foi desenhá-la?

    • Fábio
      Fábio "Mexicano" Godoy

      As três hipóteses são possíveis, mas duvido um pouco da terceira porque pelo menos em qualidade de animação das garotas fofas Re: Zero não tem deixado a desejar. Se for lavagem cerebral já temos o próximo conflito provável.

Deixe uma resposta