bebe demonio 1

E olha só, até que não estão perdendo muito tempo, esse novo episódio de Berserk ainda se foca em estabelecer as temáticas principais do

arco da convicção mas caminha já começa a demostrar relances de seu climax, um episódio decente mas que não teve nada particularmente incrível fora da demostração do quão a absurda situação atual acaba com a cabeça das pessoas (uma Seita satânica de orgias, drogas e canibalismo ? Sério ?)…

Curta o anime21 no facebook:

O ponto principal desse episódio certamente se encontra no bebê demônio, que Guts tanto odeia, mas que mesmo assim sentiu-se forçado a acreditar quando ele falou sobre Caska, e que Caska mesmo catatônica demonstra interesse, isso é muito importante porque aparentemente as únicas coisas de que Caska se lembra e demonstra interesse são as coisas ligadas ao Eclipse por si só (ela ignora os demônios de baixo nível que a perseguem, mas a mera noção de ser estuprada lhe faz se lembrar do sofrimento que passou nas mãos de Griffith e, aparentemente, de outros apóstolos.) mesmo assim ela age como se quisesse estar junto do bebê demônio que, muito provavelmente, lhe desperta seus instintos maternais. Não só isso mas o bebê demônio salvou Caska dos demônios e humanos durante todo o episódio e muito provavelmente sempre o fez, explicando como ela sobreviveu até aqui sem ninguém, o que significa que esse bebê e Caska possuem uma clara ligação afetiva, talvez até realmente consanguínea.


Porém isso não é tudo, uma certa sombra do passado decidiu assombrar Guts nesse episódio, Skullkight, O cavalheiro que assim como Guts busca a morte dos apóstolos (só que por alguma razão ele têm um cavalo mágico e um equipamento bem mais legal…), no passado, logo antes do Eclipse Guts e ele haviam se encontrado por acaso, com a repetição desse evento logo depois do Falcão alado (Griffith) aparecer nos sonhos de Guts e considerando a situação deplorável que o reino de midland se encontra atualmente, é questão de tempo para que Griffith faça sua aparição e que os eventos do eclipse se repitam, isso surpreende Guts porém de forma alguma o apavora ou enraivece, o ódio que Guts sente por Griffith é tanto que a mera menção dele aparecendo para um embate deixa Guts eufórico e como Puck percebeu com seus poderes élficos “alegre”.


Skullknight não compartilha da esperança de Guts, ele julga que o próprio fato de terem se encontrado é indicio de que o destino já decidiu que o novo eclipse vai acontecer e que eles seriam meras peças do mesmo como foram da última vez, Guts porém insiste em seguir em frente e decide salvar Caska mesmo sem o auxilio de Skullknight, vendo sua determinação, Skullknight lhe dá um ultimo aviso “ame apenas uma pessoa” que significa…não tenho a menor ideia e olha que li o mangá…(talvez esteja se referindo ao bebê demônio ? mas isso faz pouco sentido porque o Guts já odeia ele por qualquer que seja o motivo…)

Já de volta ao principal centro nós somos apresentados a coisas não tão relevantes mas sempre boas de se notar nos personagens,os psicopatas ao lado do Mozgus são aparentemente apenas pessoas salvas por ele que ou matam ao lado dos ideais dele ou são odiadas e excluídas da sociedade como abominações (isso absolutamente não os da o direito de matar e torturar hereges mas explica porque eles o fazem, assumindo que eles estão falando a verdade é claro) lógico que Farnese é uma piada para o esquadrão dela (no episódio passado inclusive confirmaram que ela ser a líder da Santa Sé era uma formalidade por ser uma nobre casta) ela também carrega o “mérito” de aparentemente ter coordenado as fogueiras de diversos hereges a 3 anos atrás, incluindo a Mãe do Serpico (como ele se apaixonou a mulher que queimou a mãe dele está além de mim mas paciência…) que no mínimo ou não quer se vingar da Farnese e realmente gosta dela ou está tramando uma vingança macabra porque ele é basicamente o braço direito dela e não fez nada até agora, bom não têm problema, Farnese ainda provavelmente ainda ignora a verdadeira identidade de Serpico enquanto se masturba lembrando de quando queimou a mãe dele (meu Deus Farnese…) então ele têm bastante tempo pra essas coisas…


Bom não demorou nada para Nina enlouquecer completamente, se episódio passado ela quebrou, aqui ela já jogou tudo pro alto, Nina não vendo outra saída pra seu desespero e doenças venéreas se não…cultuar o deus bode com o pênis de serpente ? (tipo sério não sei se isso foi algum erro do anime em termos de desenvolvimento mas essa transição foi tipo…muuuuuito rápida lol) O faz e leva seu namorado aleatório que acabamos de descobrir sobre para uma festa de sexo, drogas, dança e…Canibalismo ? Bom ok né, boa sorte com isso…lógico que tudo acaba da melhor forma possivel (só que não) por isso depois de beijar a serpente do senhor cabeça de bode e perceber que queriam que ele tomasse uma sopa de dedos humanos (sério que precisou chegar na última parte ?) o namorado da nina foge de lá apavorado, terminando quase morto pelos cultuadores enquanto Caska (que sabe se Deus como fugiu do prostibulo…) termina quase estuprada o que leva o bebê demoníaco a matar alguns dos atacantes e fazer Caska ser cultuada como uma verdadeira bruxa (bom pelo menos a gente sabe porque ela vai para fogueira agora…)


 

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este episódio de Berserk foi daqueles que me chamou a atenção, principalmente por causa da festa pagã, cheia de alucinogénos e sexo e sabe-se lá mais o quê. Agora falando dos seguidores do Mozgus, nenhum deles era normal desde o inicio, mas a história do passado deles, não me comoveu em nada, nada justifica a morte de centenas por falsas injurias de heresia. A Farnese é a piada do esquadrão dela, eu concordo com o cavaleiros Jerome, ela não presta para o cargo, só está naquela posição devido ao seu status social. Que cena foi aquela de ela se lembrar de ter ateado fogo a hereges e sentir prazer com aquilo, eu sabia que ela era depravada mas assim é demais. Aquela jovem de cabelo loiro, é uma merda na minha opinião, que culpa têm os outros que ela esteja cheia de doenças venéreas, aquela cena da festa pagã foi demais para mim, aquele homem para ter relações sexuais com a jovem loira, só mesmo drogado, quem teria relações sexuais com alguém cheia de doenças venéreas. Aquele homem com cabeça de cabra ficou meio estranho e o coiso dele também. A Luca fez muito bem em ter dado umas palmadas no rabo da jovem loira, ela estava a ser estúpida a agir por inveja e luxúria da Luca, esta esforça-se pelo bem de todas as mulheres que estão na prostituição e é assim que ela agradece a ajuda da Luca.
    O Serpico ainda vai dar muito que falar, ele não é o que aparenta. Achei a atitude da Caska quando ia ser estuprada pelos drogados bastante verdadeira, depois daquilo que ela passou nas mãos do Griffith é bastante compreensível, mesmo ela estando doida gritar daquela maneira, aquele bebé demónio é bastante útil. O Gutts continua na sua jornada para encontrar a Caska, aquele encontro com o cavaleiro esqueleto foi muito bom, se o Gutts tivesse uma montaria daquelas seria invencível.
    Como sempre uma excelente matéria Iwan.

    • Iwan

      foi um episódio bem mais impactante do que eu esperava sendo sincero
      os seguidores do Mozgus foram realmente uma piada nesse sentido, tentar fingir que eles têm um “lado deles” deixou de importar depois de se esforçar tanto pra eles destruirem a vida de tantas pessoas
      tipo o guts matou dezenas de torturados da “roda mozgus” no episódio passado lol
      eu confesso que a Farnese é deploravel mas acho engraçado como ela ao mesmo tempo se legitimamente se “importa” com o bem estar dos cidadãos enquanto se masturba pensando neles na fogueira
      é aquela historia da “tela em branco” o guts fez ela duvidar da fé dela, destruindo a mascara com a loucura dos apóstolos e o mozgus simplesmente reconstruiu isso com algumas palavras bonitas, fazendo ela voltar a acreditar estar fazendo o certo.
      e sim a Caska é catatônica mas o trauma dela é o eclipse, reagir a coisas do eclipse é perfeitamente compreensivel

Deixe uma resposta