Days

Olá, gente! Aqui estou eu de novo, Tamao-chan, trazendo mais um post de Days!

Days está me empolgando cada vez mais, embora Tsukushi ainda tenha muito o que melhorar. Mas eu particularmente adoro esse tipo de personagem. Ele pode ser carismático e esforçado, mas aos poucos ele vai entendendo o que é preciso se tornar bom no esporte, assim como o capitão Mizuki falou que fez. Em momento algum o Tsukamoto está pensando em desistir, mesmo tendo obstáculos em seu caminho, e suas lágrimas não são à toa. Em nenhum momento ele reclama e sempre tenta melhorar, e isso me faz querer assistir cada vez mais.

Bom, neste episódio, nós vemos o quão rápido é o pensamento do capitão do Colégio Saku, e também descobrimos um pouco mais sobre um dos personagens mais difíceis do anime: Kimishita.

Curta o anime21 no facebook:

Bom, neste episódio conhecemos um pouco mais sobre o Indou, o capitão do time de futebol do Colégio Saku, e todos que o conheceram o chamavam de demônio, por seu pensamento e movimentos rápidos, além de sua sede por gols. Pelo visto chega até a ser mais forte que o Mizuki e o Kazama, pelo que ele diz depois. Mas nós vemos só um pouco de sua técnica durante um jogo de futsal realizada em cima de uma loja de conveniência que chega a ter espaço maior que nos jogos de Pokémon. Tudo o que Indou queria era conhecer um pouco mais sobre as jogadas do Tsukushi, pois aquele vídeo deu uma ideia de como ele pode ser, e como poderia tirar proveito disso.

O demônio.

O demônio.

Os dois jogaram em times separados na hora do futsal e parece que o capitão do Colégio Saku é muito bobo alegre. Claro que a equipe do Indou venceu mas, mesmo estando muitos pontos atrás, Tsukushi não desistiu, e animou os seus companheiros de time até o final. Ele acabou desmaiando (o que faz me lembrar do primeiro episódio), mas parece que o Indou se considera muito amigo do Mizuki (ou talvez seja coisa da minha cabeça) e pediu para que ele levasse o Tsukushi para casa.

Indou reconhecendo que não sabe o que acontecerá no jogo se o Tsukushi for colocado em jogo.

Indou reconhecendo que não sabe o que acontecerá no jogo se o Tsukushi for colocado em jogo.

E na segunda parte do anime temos um personagem bem difícil de lidar. Mas por quê? Porque ele é o filho do dono de uma loja de artigos esportivos, e não suporta que “maltratem” os equipamentos utilizados nos jogos. Além disso, ele é uma pessoa mal humorada, e todos tentam pisar em ovos em se tratando dele. Para juntar tudo isso, ele é um cara totalmente grosso (não posso falar sincero, pois sinceridade e grosseria são coisas extremamente diferentes).

Inclusive, quando o Tsukushi foi comprar cadarços novos, havia dito que jamais passaria a bola para alguém como ele, ao contrário do Kazuma, que já nasceu com o dom do futebol. Ao ir embora da loja do Kimishita, este percebeu que Tsukushi esqueceu as suas chuteiras lá, e relembrou aquela época de infância dele, quando vivia arruinando as suas, e isso fez com que ele pensasse melhor a respeito do protagonista. No dia seguinte, as entregou como novas, e ninguém acreditou quando os dois conversavam normalmente, já que todos têm medo do Kimishita (exceto o Kazama, porque ele faz o que quer, e o Tsukushi que, apesar de ser tímido, trata a todos com respeito).

Ao final do anime, houve uma partida de treino com cinco jogadores para cada lado e dividida entre time branco e time vermelho. No branco tinha o Tsukushi, o Kazama, o Kimishita, e mais dois personagens aí que não vou me dar o trabalho de lembrar (me desculpem, quando vocês aparecerem de novo, darei maior destaque lol), e os mais marcados foram o Kimishita e o Kazama. Claro que o Tsukushi ficou correndo, que é o que ele tem feito no anime até agora. Mas temos que dar destaque à isca que ele foi, e ao erro que cometeu ao chutar a bola a gol, errando bem feio. Claro, acho que não posso esperar muito do Tsukushi por enquanto, e entendo essa proposta.

Bom, eu gostei muito do episódio, e está mostrando a melhora do protagonista ao menos um pouco. Ia achar estranho se ele melhorasse de uma hora para outra, e para mim não ia ter muita graça e muito o que contar se ele já começasse bom no futebol (embora eu goste de alguns animes de esporte que isso acontece), então acho que o ritmo está bom.

Hoje não escrevi tanto o que pretendia, mas acho que consegui falar tudo sobre o que achei do episódio. Termino o meu artigo por aqui e nos vemos de novo no do episódio 6 de Amaama to Inazuma! o/

Days está disponível no Crunchyroll.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe uma resposta