Days

Olá, gente! Aqui estou eu, Tamao-chan, trazendo-lhes mais um post sobre Days!

Outro anime que está focando a questão de níveis, mas esta de maneira diferente. Seiseki já foi para as Nacionais uma vez, quando Mizuki era do primeiro ano do colegial, na época em que ele era um ninguém, assim como o Indou havia dito. Mas ele foi reconhecido e agora tem um contrato profissional. Em Battery a questão já muda, já que os meninos ainda nem tiveram a chance de participar de um torneio de fato, o que de certa forma serve para focar bastante na questão psicológica dos personagens. Em Days, passaram-se dois anos que participaram das Nacionais, e eles farão de tudo ainda para derrotar o colégio Saku e ir para o Inter Colegial.

Curta o anime21 no facebook:

Neste episódio também só há alguns pontos a serem destacados, mas tentarei fazer da melhor forma possível. Todo anime de esporte sempre tem foco em alguns personagens, e há levantamentos sobre toda a equipe antes de uma partida. Assim como também tem personagens que saem dos padrões quando são apresentados. O goleiro do colégio Saku é praticamente um armário, enquanto os outros 3 apresentados para completar a “espinha dorsal” do time não apresentam nada demais… o que é uma mentira, já que fomos apresentados a dois personagens: Indou, o demônio, e Narukami, o marcador de gols (que chega a ser mais demoníaco que o Kaoru, de acordo com o Kazama). O problema mesmo é a defesa do time deles e o resto, já que o treinador falou que é um time sem falhas…

Mas, como salvação do time, o treinador destacou três personagens:

Ooshiba Kiichi, Mizuki Hisahito e Kazama Jin.

Ooshiba Kiichi, Mizuki Hisahito e Kazama Jin.

E depois da reunião, os meninos quase obrigaram o Tsukushi a não correr, já que ele é bem teimoso, e foi ver a mãe dele no trabalho, já que queria que os dois voltassem juntos e ela consertasse sua roupa já que estava com o número descascado e toda imunda. E a Nozomi (mãe do Tsukamoto) é um doce, assim como o filho. Tsukushi mal saiu e recebeu várias mensagens no celular dele, e ela só pensou que ele estivesse sofrendo bullying, já que nunca tinha visto nada parecido. Era basicamente os seus companheiros de time mandando ele descansar e perguntando se tinha melhorado do chute que tinha sofrido, e sua mãe se sentiu feliz. Acabou lembrando da época do enterro de seu marido, pelo fato de várias pessoas terem comparecido no dia.

E na parte final do anime mostra o quão difícil a vida pode ser pelo fato de ter tamanho e cara de criança, embora se apresente com o uniforme do colégio pelo qual vai jogar (minha altura disse “oi” neste episódio), e como é destacada ainda mais a diferença de níveis entre o Seiseki e o Colégio Metropolitano Sakuragi. E realmente, quem é você na fila do pão quando vai enfrentar um colégio que foi para vários torneios, quando nem mesmo consegue ir às Nacionais faz dois anos? Ainda mais quando se é um time ainda que, do nada, conseguiu se erguer. E no final ainda, Tsukushi percebeu algo de diferente no Kazama. O que será?

Não faço ideia do que posso esperar do episódio seguinte, mas este anime ainda pode ficar interessante. Ainda há muita coisa para acontecer, mas o que tem acontecido está chamando a minha atenção, e acredito que os demais personagens serão melhor apresentados.

Obrigada por acompanharem o artigo, e nos vemos no de Amaama to Inazuma! o/

Days está disponível no Crunchyroll.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe uma resposta