mad guts

Sim, eu ainda estou vivo, aqui é o Iwan do anime21 e estou de volta com mais um artigo de berserk, dessa vez com dois episódios pelo preço de um (o que pra mim foi necessário e pra vocês é menos coisa pra ler) não há muito a dizer sobre esses episódios além do plot estar retendo sua forma (bom mentira têm muita coisa pra se falar em termos de personagem já chegaremos lá) a animação está ruim como sempre porém da pra suportar sem maiores problemas (pra quem lê manga do One é fichinha, acredite), o que mais me irrita é que nos estamos basicamente passando de cliffhanger pra cliffhanger com a Caska numa situação perigosa diferente desde o episódio 6 (foram zombies rodas, foram os hereges, foi o bode com a cobra fálica, foram os inquisidores e foram…os inquisidores com esteroides e red bull.) Assim, eu entendo que ela está em perigo e o Guts precisa resgata-la, mas eu odeio a Caska como uma invalida/princesa em apuros apesar de entender as razões do catatonismo dela e definitivamente não aprecio ser lembrado disso com tanta consistência.

Curta o anime21 no facebook:

Normalmente eu falaria sobre os pontos chaves do episódio em questão, como porém estamos falando de dois episódios vou ser sucinto e trabalhar com os pontos principais de ambos os episódios. A primeira coisa que se destaca é que apesar de Guts ser o inimigo jurado dos apóstolos e ter se deslocado para a torre da convicção ao mesmo tempo que Skullknight buscava apóstolos por lá Não existe um apóstolo realmente ativo no local. O ser que aparenta ser o apóstolo da torre da convicção, por razões desconhecidas, somente observa a situação e gera servos para fazer o trabalho sujo por ele, seja isso porque o apóstolo é fraco demais para dominar a cidadela ou seja isso porque suas ações fazem parte dos planos de Griffith esse que possivelmente é o “verdadeiro inimigo” do arco sequer deu as caras fora de esporádicas aparições sombreadas e tentáculos que criam servos (como visto com o Homem bode e o Próprio Mosguz), o que é meio preocupante já que Mosguz foi trabalhado por mais da metade do anime e esse suposto “verdadeiro” apóstolo terá no máximo 2 ou 3 episódios.


 

Num foco mais humano o episódio 8 foi basicamente a hora do Serpico brilhar, mostrando alta destreza e uma mente afiada Serpico encurrala Guts psicológica e fisicamente devido a vantagem de terreno e de informação sobre o destino de Caska, gosto bastante do Serpico e acho que a dinâmica dele com a Farnese têm espaço pra muito coisa. Ao que tudo indica Farnese matou a mãe de Serpico nas fogueiras a 3 anos atrás e a sua família adotou Serpico como vassalo (possivelmente por conta de sua maestria com a espada, lealdade e destreza) sem saber da história (Não tenho certeza se Farnese sabe da história ou se o “você me odeia” era só porque ela é uma pessoa terrivel no geral e está se sentindo ainda mais acuada e sem companheiros agora que seu pai a destituiu do cargo de represante da ordem mas imagino que a ficha dela já deva estar próxima de cair pelo menos)


Num foco mais personagem odiada, temos a melhor amiga do mundo que tentou fazer seu namorado comer uma sopa de dedos depois de lhe passar uma doença venérea, tentou matar ele, deixou a Caska ser capturada algumas vezes, tentou fazer ela morrer e ser torturada antes dela mesmo tendo uma doença terminal e estava prestes a largar a Luca para uma queda que ela julgava morte certa…Isso mesmo, nossa adoradíssima Nina que passou os ultimos episódios se autodepreciando só para ligar o foda-se e repetir as mesmas merdas de sempre de novo e de novo, não vou dizer que não a acho uma personagem Humana, já que boa parte dos seres humanos vivem de promessas que não podem nem vão cumprir sem se importar com nada além do próprio umbigo mas ela é simplesmente algo que me doí ver de tão covarde e preguiçosa sendo incapaz de demostrar o menor esforço para mudar.

nós sabemos...

                                                                                   nós sabemos…

 

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe uma resposta