eclipse 1

“…E todos os homens e cavalos do Rei, Não conseguiram junta-lo outra vez.” Esses episódios de Berserk serviram para basicamente iniciar o clímax dos pontos básicos de Berserk com relação a esse arco, tivemos a revelação do chefão final com seus motivos e vemos tudo preparado para o plano final oculto de Griffith, eu particularmente acho uma pena eu ter ficado atrasado nas resenhas ,por motivos pessoais, porque eu sou obrigado a falar en passant de um debate incrivelmente interessante que poderia ser tido por sobre os segredos do destino de Guts, porque o Ovo apóstolo fez o que fez e enfim… vou tentar focar o máximo nos pontos chaves do episódio.

Curta o anime21 no facebook:

Acho que o primeiro ponto claro que deve ser tratado sobre esses dois episódios é a presença do apóstolo ovo e o que ele fez com outro personagem chave do arco, o bebê espectral. O apóstolo do ovo de inicio têm uma trajetória similar á do nosso exemplo de apóstolo, também conhecido como o tratador de cachorros, Marginalizado pela sociedade odiado por todos e em meio a uma vida detestável, O ovo se viu em posse de um Behelit e clamou pelos God Hands que atenderam ao seu chamado, porém a exigência para se tornar um apóstolo é o sacrificio do ser mais amado, enquanto o cuidador de cães possuía a jovem dama de sua casa, O Ovo não possuía nenhum amigo, muito pelo contrário, durante toda sua vida lhes foram negados ambos amigos e inimigos, vivendo num fosso durante o dia, catando lixo a noite viveu como um paria social que era expulso como monstro ao ser visto não por inimizade direcionada, mas sim pura e total ignorância de seu ser, O ovo sequer podia dizer que ele tinha a si mesmo pois quem seria ele se ninguém reconheceria sua existência ?


Os God Hands falaram ao ovo o que era o mundo que ele desconhecia, um mundo de desespero e morte que lhe negara a existência, não havia porto seguro e se ele não tivesse nada para oferecer era naquele buraco de desespero que sua vida acabaria. Porém não havia espaço para duvidas, se não havia como oferecer algo que existia o ovo oferecia sua existência para que seu mundo ideal fosse criado pelos God hands, atendendo ao seu desejo o Ovo tornou-se o que é hoje, um Ovo cuja existência é destinada a dar a luz ao novo mundo de Griffith que foi pressagiado por Skullnight como a chegada de um novo eclipse (que efetivamente ocorreu com o sacrificio dos milhares de fieis ao redor da Torre da convicção) e que julga piamente que seu objetivo é servir de catalizador para a chegada da única esperança da humanidade (que ele chama de Deus mas que claramente é o Griffith)


E é aí que entra Mosguz e o bebê demônio, O ovo transformou Mosguz e seus seguidores em semi apóstolos angelicais não meramente porque eles seriam capazes de atrair fiéis a seu eclipse (muito pelo contrário, Mosguz lutou ferozmente contra os demônios que estavam catalizando os God Hands e mesmo com sua morte demostrou de forma clara a fraqueza dos monstros ao fogo)  mas sim porque o Ovo se via espelhado nos torturadores de Mosguz, que como parias foram marginalizados até serem salvos pelo padre, naquele padre lunático, o Ovo viu uma centelha de esperança que ,infelizmente, não tinha mais espaço em seu coração. Já o bebê demônio se tornou aos olhos do Ovo um reflexo de si mesmo, odiado por Guts e com a existência reconhecida somente por uma jovem catatônica o bebê demônio iria desaparecer sem qualquer reconhecimento, apiedando-se dele, o Ovo decide então incuba-lo nesses últimos momentos de existência para que de sua existência fosse formado o embrião do novo mundo, para que esse ser que ao mesmo tempo é de carne (ou seja não é um ser etéreo como os apóstolos) mas que tampouco se qualifica como um ser humano (muito provavelmente esse bebê será usado como catalisador do corpo de griffith devido a tais características mas veremos)


Com relação ao titulo do texto eu percebi que a comparação era cabível e por isso a farei, Humpty Dumpty é uma rima antiga que conta a história de um ovo que caiu de um muro e jamais pode ser reposto, a rima  têm vários significados mas o principal uso dela é o de referência a falta de maleabilidade em certas situações. Nesse arco de Berserk, O ovo que caiu do muro não é o ovo do apóstolo, mas sim o mundo de Berserk, um mundo desesperador que alcançou seu ápice e não mais é capaz de lidar com seu ciclo infinito de sofrimento e portanto é irreparável independente do governante humano que tente clama-lo para si (como visto com o rei de Midland e com o próprio griffith antes de se tornar Fentom), esse mundo quebra-lo e impossível de ser reconstruído pelos “homens do rei” só têm uma salvação pela visão do Ovo, intervenção divina na forma dos God Hands que vão recriar o mundo a imagem deles.

 

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe uma resposta