Battery9

Olá, pessoal! Aqui quem vos escreve sou eu, Tamao-chan, trazendo mais uma análise sobre os episódios de Battery, porém estes serão os últimos a serem discorridos.

Estes episódios, para mim, foram ótimos para mostrar, além de ter certa rapidez, como cada personagem se sente com relação ao beisebol e com quem está a sua volta, principalmente o Kadowaki. Acho incrível que, mesmo sendo um personagem que não aparece desde o começo, assim como o Takumi e o Gou, conseguiu mostrar os seus sentimentos mais fortemente que os outros. Aquele desejo de conseguir superar os seus limites e conseguir respostas com a dúvida se vai conseguir vencer o Takumi ou não foi bem legal, embora tenha demorado para ocorrer um outro jogo.

Curta o anime21 no facebook:

O décimo episódio começa com o Takumi e o Gou conversando no terraço de algum lugar aí, cheio de lençóis. Mas foi uma conversa em que eles acabam recordando o passado, e agora o Gou não tem mais certeza do que pensar dali em diante. Até mesmo o Takumi pergunta a ele o porquê de ter voltado a ser o seu receptor.

 

Depois, Kadowaki e Mizugaki têm uma pequena conversa sobre o que fazer no futuro, e o Shun acabou confirmando o fato de que não continuará jogando beisebol no Ensino Médio. A incerteza de continuar o fez pensar se deveria ou não continuar jogando, mas acho que a questão chega a ser mais profunda que isso.

"Você não quer jogar beisebol no Ensino médio?"

“Você não quer jogar beisebol no Ensino médio?”

Depois de um tempo, Kaionji ligou para Mizugaki para dar algumas advertências sobre o jogo: que o Kadowaki iria ganhar, e que os Nitta iam ganhar o jogo. No dia seguinte, após a cerimônia de posse e de formatura, o ex-capitão conversou com o Takumi sobre o jogo, e recomendou que ele tivesse muito medo do Kadowaki, pelo simples fato de que ele sabe exatamente que o rebatedor vai conseguir acertar a bola.

Depois, Kaionji ainda estava se perguntando o que um capitão deve fazer, principalmente depois do que o treinador lhe disse sobre os seus deveres, e que não vai mais se intrometer em suas decisões, mesmo saindo no próximo jogo contra o Yokote. E também tem uma pequena conversa entre ele e o Gou, perguntando se ele continuaria sendo o receptor se tivesse um outro arremessador e vice-versa. E até mesmo o Nagakura acaba falando para o Takumi, na volta para casa, que ele nunca poderia pegar o próprio arremesso.

No décimo primeiro episódio, já começa com uma questão que o avô até então tinha falado com Takumi, que é o fato dele ser alguém que não deixa o beisebol escolhê-lo, e sim alguém que escolhe o beisebol. O sonho do dele retrata justamente isso.

O sonho que o Takumi teve.

O sonho que o Takumi teve.

Depois o Kadowaki e o Mizugaki tiveram outra conversa e o Shuuji acaba levando um soco na barriga, não só por todo o ódio que o Shun demonstra por ele, mas por tudo o que já passaram juntos, e pelo soco que recebeu na cara.

O restante do anime foi o jogo contra Nitta contra a escola metropolitana Yokote. Havia muito tempo que Kadowaki e o Harada não se viam, e ele queria superar seus limites, se perguntando se seria capaz de acertar aquela bola que o Takumi sempre lança. E por fim, acaba acertando, e o final do anime foi anunciado.


SOBRE A POSIÇÃO DE MIZUGAKI SHUNJI

Um shortstop fica entre a segunda e a terceira bases, e essa posição é praticamente defensiva. É a maioria das vezes ocupada por especialistas defensivos, então eles geralmente não são bons rebatedores, muitas das vezes sendo colocados na sexta posição como rebatedores.

Muitas bolas vão para a direção do shortstop, já que há mais rebatedores destros que canhotos, e muitos têm a tendência de não bater tão forte na bola. Como está no meio das duas bases, ele precisa ser ágil e também precisa ter força braçal para lançar a bola antes do rebatedor chegar na primeira base. Pelo fato de estar atrás de seu colega de time, Mizugaki conseguiu observar o mínimo de alteração em seu corpo, fazendo com que o mesmo descansasse.

—————————————————————————————————————————————–

Bom, estes dois episódios foram muito bons, ao menos para mim, por mostrar muitas questões psicológicas e de aceitação. Os personagens estavam conseguindo se firmar em algum lugar, ao menos que um pouco. Nesse tempo mínimo deu para perceber isso tudo. E, bem, acho que fechou com chave de ouro, simplesmente pelo fato de Kadowaki ter conseguido superar seus limites.

Espero que tenham acompanhado o post até aqui e que tenham gostado. Até o próximo o/

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Estes dois últimos episódios de Battery foram muito bons, trabalharam muito bem o psicológico dos personagens. O Takumi nestes dois últimos episódios continuou convencido, mas um pouco mais maleável, eu acho que as coisas entre ele e o Gou ficaram bem resolvidas. Mas aquele que mais destaco foi o Kadowaki em apenas meia dúzia de episódios mostrou ser um personagem bem desenvolvido, ele ama o basebol, ele até pode ter talento nato naquele desporto, mas ele joga porque gosta. Quando o Kadowaki jogou pela a primeira vez contra o Takumi, pareceu que a sua paixão pelo basebol esta incontrolável, pela primeira vez ele jogou contra alguém que não conseguia bater a bola, toda a trama que veio a partir dai foi muito boa. Quanto ao MIZUGAKI SHUNJI nunca gostei dele, impertinente, cínico, por muito bom atleta que fosse, como pessoa era uma treta, nestes dois episódios veio-se a provar o que eu suspeitava desde o inicio, ele tem inveja Kadowaki, é normal ter um pouco de inveja das pessoas melhores que nós, mas a dele era demais. O Kaionji mostrou-se um excelente senpai, ele fez de tudo para que a equipa dele pudesse jogar contra a outra escola, afinal ele sempre provou que era um amante de basebol. O treinador do Niita nem era assim tão mau, era apenas um pouco teimoso e antiquado na sua maneira de treinar.
    Com isto Battery foi um dos melhores animes que vi nesta temporada, cumpriu do inicio ao fim a sua premissa inicial com excelência, tanto que vou sentir falta dos personagens a falarem dos termos do basebol.
    Como sempre um excelente artigo Tamao-chan e obrigado pela explicação da posição do Shun, eu não percebo nada deste desporto, com ela já fiquei a saber mais sobre basebol.

Deixe uma resposta