PUNCH_Mahou_Shoujo_Ikusei_Keikaku_-_01_FullHD.mp4_20161003_064914.787

Se os americanos criaram os super-heróis, os japoneses criaram garotas defensoras da paz e da justiça, popularmente conhecidas como mahou shoujos (garotas magicas). Apesar de existirem super-heroínas, as garotas mágicas são mais graciosas e pueris, tanto na aparência quanto na personalidade.

O anime no qual eu irei comentar é uma história onde a inocência de várias garotinhas vai ser posta em xeque, devido a um cruel e inesperado acontecimento que transformará suas vidas, dando inicio a uma mortífera batalha pela sobrevivência.

Seja bem-vindo(a), caro leitor(a), ao lado sombrio de um mundo de sonhos e magia.

Curta o anime21 no facebook:

É um pássaro? É um avião? Não! É somente uma mahou shoujo vestida com uma clássica roupa de bruxa.

É um pássaro? É um avião? Não! É somente uma mahou shoujo vestida com uma clássica roupa de bruxa.

Depois de Gakkou Gurashi, o estúdio Lerche está novamente apostando em um anime sombrio envolvendo garotas fofas, mas ao invés de um apocalipse zumbi, agora temos meninas mágicas em um battle royale lutando ferozmente pela sobrevivência.

Antes de falar do episódio, eu quero destacar duas cenas chaves que, são a cena inicial e a cena após os créditos. Tais cenas mostram ao espectador que a história não tem a serenidade da maior parte do primeiro episódio.

Sobre a estreia, Mahou Shoujo Ikusei Keikaku (Magical Girl Rasing Project) teve um primeiro episódio morno, apenas apresentando personagens e o mundo que elas estão inseridas. Isso não quer dizer que eu achei ruim, apenas achei lento e sem um final impactante, apesar da cena inicial causar um choque ao espectador com toda aquela carnificina, e no meio disso tudo, tinha uma garota magica enfrentando uma entidade maligna.

O primeiro episódio cumpre bem o seu papel de apresentar algumas personagens, dando destaque para a protagonista Koyuki Himekawa, também conhecida pela alcunha de Snow White, que é uma menina que ama mahou shoujos desde quando era mais nova. A personalidade de Koyuki vai sendo trabalhada ao longo do episódio com a intenção de gerar empatia para com a personagem.

Outras personagens que me chamaram a atenção foram a Ripple (a ninja) e a Weiss Winterprison, devido a seriedade e imponência que elas aparentam ter, além da temida Calamity Mary e da simpática bruxa Top Speed. Sobre a La Pucelle, só me limito a dizer que ela não é o que aparenta ser. No geral, há uma variedade de garotas magicas, desde uma ninja a uma garota robô, algo que realmente me chamou a atenção, pois, normalmente associamos meninas magicas ao uniforme de marinheira, vide Saillor Moon, ou a roupas cheias de babados.

O mundo no qual a história se passa é interessante, cada menina mágica toma conta de um distrito diferente e podem formar pares, equipes, ou simplesmente agirem por conta própria. Elas também tem suas próprias visões do que seria uma mahou shoujo, refletindo nos visuais de cada uma delas.

É Disso que o povo gosta, é isso que o povo quer ver nesse anime.

É disso que o povo gosta, é isso que o povo quer ver nesse anime.

A parte técnica não se mostrou ruim mas não apresentou algo espetacular, entregando o necessário. Os cenários e a paleta de cores eram sóbrias, sendo que o único ambiente mais colorido e alegre era a sala de bate papo do jogo de garotas magicas. Tirando a música de abertura e a musica de encerramento, a trilha sonora não me chamou a atenção, e por falar em abertura e encerramento, gostei da parte visual de ambas, em especial a do encerramento.

No geral, gostei da introdução que mostrou o lado bom de ser uma garota magica, podendo ajudar os mais necessitados, simplesmente para gerar uma quebra de expectativa, tanto do espectador quanto por parte da protagonista que verá seu conceito pueril sobre ser uma mahou shoujo, juntamente com seus valores serem postos em xeque. Como cada uma delas irá reagir às perversas mudanças que há de vir? Só o próximo episódio para responder essa pergunta.

Obrigado por ler este artigo, e até a próxima!

Extras:

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Este primeiro episódio de Mahou Shoujo Ikusei Keikaku até que não foi mau a meu ver, geralmente não aprecio este género de anime cuja trama gire em torno de mahou shoujos (os únicos que gostei foi Sailor Moon Clássico e Madoka). A primeira parte para mim foi um pouco chata e tal, mas na segunda parte melhorou um pouco. Gostei dos personagens, principalmente da protagonista, mas acho que aquele jeito purista dela ainda lhe vai dar muitas dores de cabeça, talvez a dupla dela lhe meta um pouco de juízo na cabeça. Em termos de animação, estava ok, só aqueles olhos gigantes é que me fazem um pouco de confusão, mas se eu seguir o anime talvez me habitue aqueles olhos enormes. Em termos de osts está ok além da música de abertura e da música de encerramento não tenho mais nada a destacar. Agora vou à parte que menos gostei, aquela mascote Fav é quase uma cópia descarada do Kyuubi de Madoka, além de eu achar ele meio irritante.
    Vamos ver se este anime é capaz de revolucionar os animes mahou shoujo como fez Madoka, se bem que para superar Madoka este anime ainda tem um grande esforço pela frente.
    Finalmente comentei um artigo teu Flávio, excelente artigo e posso dizer que a tua escrita é muito boa.

    • Os personagens parecem carismáticos, algo raro nesse tipo de anime, principalmente a protagonista e a Top Speed (bruxinha). Concordo contigo quando falaste sobre o mascote ser irritante e sobre os olhos grandes, mas eu já me acostumei a esses dois elementos.
      No próximo episódio que a verdadeira face do anime será mostrada, creio eu, e as coisas ficarão mais interessantes. Eu quero muito que essa série mostre algo diferente para não ser conhecido como apenas mais um anime que tentou emular Madoka.
      Curiosamente eu não ouvi falar de monstros nessa história, apesar da cena inicial ter mostrado uma garota magica, que lembra a Clanberry (a elfa), lutando contra um monstro, em meio a uma carnificina.
      Me sinto honrado pelo seu comentário, e comente sempre que puder!

      • O próximo episódio deve ficar mais interessante, o povo quer é lutas de sobrevivência, e deve ser isso que este anime deve fazer, já que há excesso de mahou shoujos para se reduzir o número delas já se percebeu como esta redução deve ser feita. Eu enquanto ver o anime de certeza que vou comentar.

Deixe uma resposta