lolkakeru 2

É a impressão que tive com esse episódio para ser sincero, o que temos aqui é basicamente um flashback com a concretização do final ruim de Orange no “futuro” e como ele se deu, isso diz muita coisa mas principalmente, dessa vez vai dar certo. Acho interessante mostrar o passado do Kakeru e explorar suas relações com sua mãe mas esse episódio deixou estupidamente claro que o Kakeru não vai morrer dessa vez, não importa o que venha no episódio que vêm, os dois últimos episódios de um anime ou de qualquer mídia NÃO vão consistir em um rerun de um mesmo evento de bad end se repetindo da mesma forma. Obs: Eu me recuso a comentar sobre o buraco negro no triangulo das bermudas e o quão sem sentido o processo de transporte das cartas foi.

Curta o anime21 no facebook:

Muito melhor seria se essas sutis relações entre o Kakeru e sua mãe fossem exploradas no decorrer da série ao invés de tudo espremido entre os dois episódios finais, tenho quase certeza de que essa foi a primeira vez que a mãe do Kakeru teve uma fala completa em todo o anime e isso diz muito, ninguém liga para mãe do Kakeru, ou no mínimo, o anime não fez nada para que ligássemos para mãe do Kakeru até esse episódio fora uma especie de figura materna que amava o Kakeru mas se suicidou deixando-o sozinho, isso que é muito porque o Kakeru não é de fato nosso protagonista mas só o crush da Naho, faz com que a mãe do Kakeru durante esse episódio pareça só uma mulher egoísta com problemas depressivos fortíssimos, o que claramente não era a intenção pela súbita mudança de entendimento da personagem com a sua mensagem de suicídio, que logicamente ia acabar fazendo o próprio Kakeru se suicidar…

Mas não, nesse penúltimo episódio de Orange, com uma boa e gratuita referencia ao penúltimo episódio de Madoka, nós temos as revelações sobre a vida do crush (Homura :v ) da nossa protagonista naho (Madoka) antes de que as linhas paralelas gerassem a interação que temos na atualidade, ou seja temos a revelação do que levou o Kakeru do passado a se suicidar na situação avulsa, tão supostamente modificada pelo poder das cartas mas que retornou para um estado critico depois do que houve no último episódio.


Entendemos também porque o Kakeru se apaixonou pela Naho (eu não lembro da Naho ter nenhum motivo além dele ser bonitinho mas enfim, posso estar errado) Kakeru enxergava a si mesmo na fraqueza de Naho (para os que não lembram Naho dizia que era incapaz de dizer não aos outros e guardava seus problemas para si mesma), nesse mundo Kakeru não participou do time de futebol, não contou sobre sua mãe para a Naho, foi no encontro com seus antigos colegas da época que sofria bullying que ignoraram seus apelos de ajuda pois simplesmente não ligavam o bastante para ele, teve um colapso nervoso, brigou com sua avó e sofreu e se reprimiu até não poder mais, perdeu a corrida de revezamento que competiu junto de pessoas que não conhecia porque havia torcido seu tornozelo e se culpou, questionou sua existência e tudo isso só para brigar com a Naho da mesma forma que brigou no último episódio.

Alguns diriam que isso é destino, não importa o que se fizesse a briga estava destinada a acontecer e Kakeru está destinado a se suicidar ao ler o e-mail de sua mãe, porém Orange não é um anime que contemple a inutilidade das escolhas humanas e a estatividade da vida, Orange é um Anime que em seus últimos 10 episódios fez um esforço fenomenal para dizer “o futuro está mudando”. Estaria o Futuro realmente mudando ? definitivamente. A partir do momento que as cartas entram na jogada as ações dos personagens distintamente mudam os eventos que foram lentamente destruindo a mente do Kakeru até o ponto que a leitura da carta de sua mãe fosse o suficiente para ele se suicidar. Será que as mudanças da Naho e seus amigos foram fortes o bastante para fazer com que o Kakeru se apegasse a sua vida ? Bom isso é algo para um próximo episódio apesar de ser algo que francamente não me passa pela cabeça que não aconteça dado que isso é um shoujo com um enfoque no dinamismo da juventude, não um josei de niilista falta de proposito além de zombar das expectativas em algo imutável.


Eu devo dizer que sou um ser adverso a inatividade, ver o Kakeru se martirizando enquanto permanecia sem fazer nada para mudar sua situação não me dá nada exceto raiva dele, porém sou uma pessoa extremamente empática, e ver o Kakeru desistir de absolutamente tudo enquanto lentamente não deixava nenhuma outra saída para si além do suicídio foi extremamente doloroso, a mensagem final da mãe do Kakeru foi o golpe final ao espírito destruído de Kakeru, se por um lado ele conseguia fingir que havia brigado com sua mãe por um motivo justo (já que estava irritado com ela no dia) isso cai por terra imediatamente quando Kakeru entende que a briga que eles tiveram fora apenas o jeito esquizofrênico de sua mãe, mesmo doente, tentar proteger ele e permitir que ele fizesse amigos, o impacto da morte de sua mãe ter sido absolutamente em vão (pois Kakeru havia se afastado de todos os seus amigos) inflamou Kakeru até sua última instância, e causou o “acidente” final de sua vida.


 

 

 

Gostou desse artigo? Compartilhe:

Deixe uma resposta