Exatamente isso

Olá galera, leitores do blog, eu sou o mais novo redator do blog, gosto de pegar uns animes mais variados para ver e acabei pegando esse, meu nome é Alan e essa é a 1ª impressão e a 2ª impressão do anime to be hero, que até o momento é anime mais engraçado e nonsense porra louca que esse ano teve, digno das bizarrices encontradas nessas obras nipônicas.

To be hero é uma obra original feita pela Haoliners Animation League (estúdio relativamente novo que tem pego obras de origens chinesas) e produzido pela Emon (subsidiária japonesa de Shanghai E-kai Bunka Denpa animation Studio, fundada ano passado e que conta com o co-fundador da Gonzo  Shouji Murahama).

Esse anime segue o protagonista Ossan, antes um mulherengo que trabalhava como designer de assento sanitário (que profissão é essa???) ( alias, espere bastante sobre assunto relacionado a banheiro nesse anime). Ossan é divorciado e mora com sua filha chamada Min-chan, que é atlética e uma ótima estudante. Um dia, o protagonista é sugado para dentro do seu próprio vaso, onde encontra com um membro mais que bizarro do comitê de heróis que o transforma num super-herói, mudando drasticamente sua fisionomia.

Curta o anime21 no facebook:

O que eu achei desses 2 primeiros episódios?

O anime é daqueles curtos, ele tem 11 minutos por episódio, então 2 episódios valem por 1 de um anime normal. O estilo de anime parecido com outros feitos pela mesma produtora/escritora inclusive alguns traços de comédia e de animação mais chineses, entre eles estão Hitori no shita: the outcast da temporada passada e Gin no guardian.

O começo, mesmo com poucos minutos, cumpre muito bem o papel de introduzir o 2 personagens que protagonizam o anime, compreendi na hora porque o pai é divorciado, a filha dele é estourada com ele e as personalidades ficaram bem evidentes.

Quando se é bom, se é bom né, parece até eu (SQN).

Quando se é bom, se é bom né, parece até eu (SQN).

Acabando a parte introdutória, fomos pro enredo da história, Ossan sendo sugado pelo vaso até o comitê de super-heróis por ser a única pessoa no mundo defecando naquela hora (isso é que é sorte, hein? Sorte de merda, como diria um dos redatores).

Por alguma razão bem aleatoriamente engraçada e triste para o protagonista, para ele virar super-herói, seu corpo deve mudar, perdendo assim sua boa aparência e se transformando em um cara gordo e nojento e por outra razão tão aleatória quanto ele ganha super poderes com isso (???????).

Olha o figura do comitê

Olha o figura do comitê

Duas cenas agora eu gostaria de destacar, primeiro toda vez que Ossan pensava numa frase para dizer para Min-chan, a frase mudava para algo pervertido e nojento e engraçado ( pelo menos para mim), foi o ponto alto da comédia, e a segunda é a Min-chan, essa garota que botaria medo nos delinqüentes de tenjou tenge, ela literalmente disciplina seu pai com um round house kick estilo Chuck Norris.

Outra coisa a se ressaltar sobre essa comédia paródia pastelão são os vilões. Foi algo bem genial, parodiando muito os shounens como Dragon Ball e até o novo One Punch Man, começa a sequência de inimigos que vão ficando mais fortes (ou nem tanto assim) a cada derrota sofrida.

Então por outra razão inexplicável tem os aliens que me lembraram os vilões do primeiro Power rangers numa nave dizendo que querem invadir a Terra porque sim. Então o rei alien fica mandando vilões também super caricatos para lutar na Terra e assim conquistá-la, o que é ótimo para comédia, pelo menos metade deles até agora acabaram se derrotando sozinhos.

Coloco em evidência dois vilões, o primeiro é o Black Hoihoi , só apareceu por no máximo 2 minutos mas me fez rir mais rir mais que o protagonista (espero outros vilões assim) e o Lorde Galinha Demoníaco (porque gostei do nome dele).

A regra é clara, despiu e viu, vai ter que casar

A regra é clara, despiu e viu, vai ter que casar

Para finalizar quero ressaltar o ilustríssimo personagem Yamada-san , que é o vizinho do Ossan, esse ser que é o mais caricato do anime, tem uma participação hilária toda vez que aparece em cena ( o cara anda de avental no episódio inteiro e dá dicas para não ser preso por voyeurismo).

Yamada e toda sua seduzência, será que ele será a melhor girl da temporada?

Yamada e toda sua seduzência, será que ele será a melhor girl da temporada?

Apesar da loucura aparente do anime, acho que o foco do anime é o amor paterno, assim Ossan leva a situação inusitada até com confiança, porque não a Terra, ele está protegendo também a sua filha, mesmo que ela o ache um tarado desprezível tanto antes quanto depois de ele ter se transformado.

Assim, com bastante bons e caricatos personagens, o anime não pensa na qualidade de imagem (longe disso na verdade), ao invés disso, aposta no bom roteiro nonsense e ótima interação entre os personagens, o que me leva a achar que essa anime vai ser um dos meus preferidos nessa temporada.

ÉÉÉ... ta difícil ein? Se não tem no Yahoo respostas, pode desistir mano

ÉÉÉ… ta difícil ein? Se não tem no Yahoo respostas, pode desistir mano

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Nunca pensei que veria artigos deste anime, fiquei bastante surpreendido no bom sentido, eu quando vi o primeiro episódio fartei-me de rir e no segundo também. Quanto aos personagens quais deles, os mais caricatos, o pai da Min é um designer de suportes para sanitas e ainda por cima mulherengo, só aqui já se via o rumo que o anime ia levar. Já a Min por fora parece inocente, mas disciplina o pai com punho de ferro, ela era digna de ser aprendiz do Chuck Norris com aqueles golpes. O vizinho deles, o senhor Yamada, nem sei o que dizer, ele é bizarro, quem gosta de andar nu só com uma capa ou casaco a cobrir todo o corpo, pelos vistos todos naquele anime são estranhos. Aquela cena em que o pai da Min vai fazer a necessidade número 2 (vulgo cagar) e começa a responder à filha e cai pelo vaso a baixo foi muito boa, eu não percebi o porque de ser naquele momento em que ele se ia transformar em herói, mas valeu a pena, nem todos os heróis são bonitos, mas ele ter ficado gordo foi um acerto em certos clichês dos animes. Aqueles vilões do primeiro episódio foram demais, principalmente o Black Hoihoi, que personagem ri mais com ele do que com o senhor camarão qualquer coisa, aquela parte em que o Black Hoihoi aparece nu e diz ao protagonista que têm que casar foi demais.
    Quanto ao segundo episódio também ri bastante, coitado do protagonista ter que ir viver com o senhor Yamada aquele homem bizarro, a melhor parte foi quando o protagonista ia começar a comer os ovos e olha para o rabo sensual do senhor Yamada, essa parte foi demais. Não nos podemos esquecer do vilão imortal, que morreu por causa de uma garota, ele como o próprio rei deles disse, os humanos são assustadores. Aquela parte em que o designer de apoios de vasos, tenta cagar desesperadamente para ver se volta ao normal foi muito engraçada, a parte melhor foi ele se ter dado ao trabalho de ir pesquisar ao Yahoo, se lá não diz nada, então não se pode fazer nada. Não me posso esquecer do vilão Lorde Galinha Demoníaco, a cara dele quando viu os da sua especie mortos dentro dos ovos do Yamada, foi demais, ele viu a vida dele a passar-lhe pela frente dos olhos. Aquela parte em que ele tenta enfrentar o protagonista também foi muito boa.
    Parabéns pelo primeiro artigo Alan Campelo, estava muito bom, cá estarei para comentar os teus artigos desta paródia super nonsense.

  2. Alan Campelo

    Obrigado pelo apoio, kondou-san, eu sou um cara que vê uns 15 animes por temporadas, e de preferência, animes mais underground, não desprezo os animes. Sou um fã de comédia e nonsense e quando li essa sinopse que esbanjada potencial, eu entrei de cabeça, não me arrependo de nada, muito engraçado e bem estruturado no possível sobre o mundo de lá. Enfim meus amigos de animes, falam que eu sou um hipster dos animes por causa disso, espero fazer boas reviews, ainda bem que temos pessoas que o veem também.

    • Eu também vejo muito animes por temporada, geralmente dou hipóteses a todos os géneros e a medida que eles vão passando, fico com aqueles que gostei mais de ver. Eu também gosto de animes de comédia, desde que não sejam exagerados.

Deixe uma resposta