Sangatsu

Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, trazendo mais um artigo sobre Sangatsu no Lion!

Este episódio foi muito bem adaptado e muito emocionante também. Não teve muitos termos de Shogi, mas os jogos e as mensagens que foram passadas são muito impactantes. Inclusive, em todo o anime é passado algum tipo de mensagem forte que nos faz refletir.

Curta o anime21 no facebook:

Bom, e começamos com o Kiriyama criança jogando Shogi com o melhor amigo de seu pai, que futuramente veio a ser o seu pai. Desde criança ele conseguia jogar como um verdadeiro profissional, ganhando de seus meio irmãos e até mesmo de seu pai. Também somos apresentados ao acidente que matou a família de Rei, e como foi o processo de adoção e o comportamento dos meio irmãos com relação a ele.

E lembrar de parte de seu passado enquanto a Momo chorava de dor ao ter caído no chão não deve ter sido nada fácil. O protagonista chorou na frente da menina, lembrando de sua irmã menor e de sangue que se foi antes que se desse conta.

E também contou o tratamento que o Kiriyama recebeu com relação aos irmãos e o pai. Este o enchia de amor e carinho, enquanto a menina batia nele e era obrigada a mostrar resultados melhores, e o seu irmão, que era da mesma idade que ele, desistiu de jogar Shogi, começou a se isolar, a jogar videogame no quarto e a tirar notas baixas. Um tempo depois, Rei decidiu não continuar mais na escola e se dedicar ao Shogi.

E no meio das lembranças de seus irmãos, Kiriyama viu algo na TV que remeteu à situação naquela época. Uma matéria sobre cucos. Dizia que um cuco coloca o seu ovo em um ninho e o filhote que nasce primeiro joga os outros ovos para fora para que sua mãe o alimente. Um tempo depois, ele juntou dinheiro o suficiente para conseguir morar sozinho e seguir a vida sem depender de seu pai.

O filhote que nasce joga os outros ovos do ninho antes de chocarem, para que a 'mãe' dele o alimente.

O filhote que nasce joga os outros ovos do ninho antes de chocarem, para que a ”mãe” dele o alimente.

Bem, o anime continua a seguir fielmente o mangá, e está muito bacana. As analogias, as situações do dia a dia, os pensamentos do protagonista, os jogos, tudo! Espero que tenham acompanhado até aqui, e até o artigo de Udon!

 

Revisado por Tuts

Sangatsu no Lion está disponível no Crunchyroll.

Gostou desse artigo? Compartilhe:

  1. Eu a ver este episódio 5 de Sangatsu, pensei como às vezes a vida é cruel para as pessoas menos afortunadas, claro que Sangatsu é apenas ficção, mas ainda assim apresenta temas bem reais. O começo do episódio parecia que ia ser um episódio calmo e animado, até que a Momo se magoa e o Rei lhe vai tratar das feridas. Logo ai percebi que o Rei estava a ficar alterado, não pelo facto de a Momo se ter magoado e estar a chorar, tal acontecimento fez com que ele se lembrasse de certos acontecimentos que foram muito dolorosos para ele, como a perda da irmã e dos pais, nesta parte o estúdio está de parabéns, as mudanças de cores, da iluminação simplesmente perfeito. O flashback que o Rei teve, serviu perfeitamente para demonstrar o porquê de o Rei ser tão reservado, pouco sociável, a dificuldade de comunicação que eles às vezes tem. Aquela cena do flashback no funeral dos pais e da irmã do Rei, demonstrou uma das coisas mais tristes que um ser humano pode fazer, os familiares do Rei não queriam saber dele para nada, eles queriam eram o cargo do Hospital e os bens do pai do Rei, tanto que a sua maior preocupação a seguir a estas era descartar o Rei para um orfanato. Gostei da atitude do amigo do pai do Rei, aquilo sim foi uma pessoa com valores morais e acima de tudo honrado. Por aquilo que percebi ele de inicio só estava a alojar o Rei, mas a partir dai surgiu uma relação pai filho. A reacção dos filhos do mesmo foi normal, é aquele ciúme que os filhos sentem quando os pais não lhes prestam atenção, mas ainda assim as atitudes da filha dele eram estúpidas e irracionais para alguém que seja um ser humano. A analogia dos Cucos foi muito bem feita, se bem que o Rei não era o culpado, os seus meios irmãos é que eram o problema, mas isto é só o meu ponto de vista. O protagonista foi muito corajoso por ter abandonado os seus estudos, nos dias de hoje quem quer parar de estudar, tem que ter em conta as dificuldades que terá no futuro para arranjar um emprego, ele decidiu dedicar-se ao máximo ao shogi, mas ele também fez isto para sair da casa do seu pai adoptivo e ir morar sozinho para fugir dos maus tratos da sua meia irmã.
    Como sempre um excelente artigo Tamao-chan.

  2. Rei é uma alma perturbada, seja por mentiras ou pessoas. Por sinal, quem em plena consciência permite que uma criança veja os cadáveres de sua família?! Sequer uma pessoa lhe veio consolar. Em contraste com as irmãs Kawamoto, às quais também perderam seus pais, mas enfrentam em conjunto com seu avô e com otimismo estas perdas.
    Com uma descendência de cuco, Rei se impôs no ninho de outro pássaro e jogou o resto dos ovos para fora. O único que continuou a subir a escada para ser um jogador de shogi profissional, mesmo abandando à escola e sua família por algo que originalmente não gostava.

    Fora isto, ótimo post. Até!

Deixe uma resposta