Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

No artigo anterior eu falei sobre o quanto gostei do episódio e que eu realmente tive uma primeira impressão muito boa sobre o anime, ainda mais levando em consideração que eu esperava bastante dele, já que eu assisti os dois filmes e gostei muito. Aliás, aconselho a todos vocês assistirem, vale a pena gastar um pouco do seu tempo com isso, principalmente se você está gostando desse começo. Enfim, eu continuo pensando a mesma coisa até aqui.

Achei que nesse episódio tiveram vários pequenos acontecimentos que me chamaram a atenção e que me intrigaram um pouco sobre o que estava acontecendo ali de verdade, então irei falar um pouco deles aqui.

Primeiro eu achei bastante curioso no começo, onde as duas professoras estão conversando e acabamos descobrindo que a Ursula se candidatou para ser mentora da Akko. Claro que isso pode ter acontecido apenas pelo fato dela estar com a varinha que, pra quem viu o filme, é importante pra Ursula, mas eu não consigo deixar de pensar que talvez exista algo além disso. A varinha simplesmente apareceu para a Akko no primeiro episódio e aquilo não saiu da minha cabeça até agora.

Aquele momento em que você acorda assustada achando que perdeu a hora.

Aquele momento em que você acorda assustada achando que perdeu a hora.

Foi bem engraçado ver a Akko tão animada com o primeiro dia de aula e perceber que no final das contas as coisas não são tão empolgantes assim. Acho que no fundo muita gente se identificou um pouco com isso. Claro que é empolgante fazer algo que sempre sonhou, como ir pra uma faculdade que esperou durante muito tempo, mas acaba que você chega lá e vê que nem tudo é diversão/empolgação e que, dependendo de como foi o seu dia e de como está sendo a aula, o sono vem com toda a força.

Ela é uma pessoa normal, sem nenhum sangue bruxo, e a varinha escolheu justamente ela para aparecer, não consigo acreditar muito no acaso, apesar de as vezes, para alguns, isso pode parecer um pouco forçado demais. Porém quero lembrar que, para mim, se o personagem principal não tiver nada demais, ainda mais nessa história, não vamos ter tanta graça assim. Penso que esse anime conta as aventuras da Akko nesse novo mundo que tem tudo para ser especial, onde obviamente ela está se destacando, mesmo que de uma forma bastante desajeitada, então acho que um pouco de “sorte”, ou seja lá o que isso for, não é tão ruim assim.

Achei que ele ia acabar sumindo do mesmo jeito que apareceu, do nada.

Achei que ele ia acabar sumindo do mesmo jeito que apareceu, do nada.

Devo mencionar também que a professora Ursula estava o tempo todo por perto, olhando tudo de longe, como quando a Akko tentou usar a varinha e falhou miseravelmente. Pode ser que ela estava apenas vendo se estava tudo bem com o Shiny Rod, mas vai ver a Akko tem algo de especial mesmo. Já aproveito para colocar aqui algo que não falei sobre o primeiro episódio, mas que de certa forma acho que se encaixa bastante, que ela só entrou naquela escola de magia porque o diretor deu uma permissão especial para isso, sem contar que parece ser muito anormal uma pessoa de uma família normal como a dela conseguir uma vaga ali.

Acho que muita gente já sabia que não ia funcionar...

Acho que muita gente já sabia que não ia funcionar…

Algo que achei bem curioso foi o fato da Diana não ser tão malvada quanto eu pensei que ela seria. Acho eu tive esse impressão vendo os filmes, mas aqui eu já mudei um pouco de ideia. Claro que ela é o grande orgulho daquela escola por saber fazer magias tão boas sendo tão nova, talvez um pouco exagerado demais, mas ao contrário do que pensei, ela não quer só sair como a melhor o tempo todo, ou talvez queira ao mesmo tempo que também sente a necessidade de fazer coisas boas, já que ela foi a única bruxa que pensou em ajudar aquela antiga árvore, creio que bastante importante para aquela escola, com magia. Mas algo que não posso negar é que ela sempre me pareceu orgulhosa de ser do jeito que é, mas não vamos tirar o mérito dela, afinal ela é uma grande bruxa autodidata.

Apesar de tudo, ela teve uma ótima ideia/iniciativa.

Apesar de tudo, ela teve uma ótima ideia/iniciativa.

Outra coisa que achei bem interessante foi a parte em que a Akko falou sobre colecionar as cartas. Além de ser muito fofo ver ela pequena, eu gostei bastante de ver um pouco mais da admiração que ela tinha por aquilo, já que mesmo com todo mundo deixando de lado toda essa história de Shiny Chariot, ela continuou ali, sonhando com tudo aquilo. Espero que ela consiga a última carta para completar a coleção. É bom pra pensar também que no final das contas essa admiração não era apenas um hobbie e acabou a ajudando com a magia uma segunda vez.

Tem que ser muito corajosa pra fazer algo assim.

Tem que ser muito corajosa pra fazer algo assim.

No final eu só consegui pensar que a Akko parece ser uma garota muito sortuda, desastrada e corajosa. De novo ela “salvou o dia”, isso que dessa vez ela nem recebeu os méritos pelo que fez. Ela é uma pessoa de coração puro, que só quer seguir o seu sonho, mas ainda continuo achando que ela é mais do que apenas um ser humano normal tentando ir atrás de tudo aquilo que sempre quis. Acredito que tem algo a mais nessa história dela.

Espero que também tenham gostado desse episódio, até o próximo artigo!

  1. Estou esperando muito desse anime, um tipo de mundo onde a muito oque se explorar e descobrir , uma coisa que eu sempre pensei foi que talvez a Úrsula seja a a bruxa que a akko sempre admira ou então alguém com um forte ligamento com essa bruxa tão incrível é que a akko admira tanto

    • Isabella

      Eu não ia dar spoiler, mas como nosso amigo Kondou já contou tudo eu te indico assistir pelo menos o primeiro filme, lá fala sobre isso e é bem legal! Mas continue acompanhando, porque eu também quero saber como eles vão mostrar que a Ursula é a Shiny Chariot no anime. Repare bem que no primeiro episódio aparece um “passarinho” da Ursula e ele tem exatamente o mesmo nome que o bichinho de pelúcia da Akko. Acho que eles estão jogam as dicas aos poucos.
      Não fique triste com o spoiler, talvez isso te anime mais ainda, já que ela ser a bruxa deixa as coisas mais legais.

  2. Este segundo episódio de Little Wicht Academia foi muito bom, acho que o anime deve manter a sua qualidade até ao final. Este episódio fez-me lembrar de quando era criança e coleccionava cartas Magic, mas neste caso a Akko coleccionava as cartas mágicas da bruxa Chariot. O design das cartas estava muito bonito, todas elas, mas a da bruxa Chariot para mim foi a mais bonita. A inspiração e a admiração que a Akko tem pela Chariot é muito bonita, só tenho pena que ela passe por vergonha ao defender o nome da bruxa que ela tanto admira e aquele ceptro da Chariot também não ajuda.
    A cena da árvore ser salva graças às cartas coleccionáveis ou foil da Akko foi muito bonito, só tenho pena que ela não tenha levado os louros para si, a outra bruxa talentosa que não fez nada é que os levou.
    Como sempre mais um excelente artigo Isabella.

    • Isabella

      Eu também fico com um pouco de pena dela por isso, mas infelizmente, até mesmo na vida real, as coisas não são sempre tão boas, né? Mas ela está se dando bem no final das contas, mesmo que muita coisa esteja dando errado. Talvez em algum episódio ela vá receber algum reconhecimento por isso.
      Obrigada por acompanhar!!

      • Eu só espero que a Akko se torne a bruxa que sempre quis ser e neste percurso faça um espectáculo de magia com a sua fonte de inspiração que é a bruxa Chariot. Só não gosto daquela bruxa snobe com nome estrangeiro, ela lá no fundo também admirava a bruxa Chariot, mas como é de uma família de bruxas tem que manter as aparências, mesmo que para isso tenha que desdenhar de alguém que um dia já admirou.

      • Isabella

        Pelos filmes dá pra imaginar que a Diana gosta mesmo da Shiny Chariot, ainda acho que ela vai assumir isso aqui no anime. Não sei se a Akko vai fazer um espetáculo de magia, mas acho que ela tem tudo para se tornar um grande destaque daquela escola, ela já está dando um show sem nem saber as coisas direito.

      • Mesmo no episódio um durante o espectáculo da Bruxa Chariot, quando o anime se virou para a plateia, só destacaram a Akko e a outra bruxa com nome estrangeiro e ambas estavam a gostar muito do espectáculo. Logo pode se afirmar que a bruxa com nome estrangeiro também admirava a bruxa Chariot.
        Eu acho que a Akko e as amigas se vão tornar excelentes bruxas, é impossível não ficar contagiado com a energia e positividade da Akko, ela é daqueles personagens que atrai o espectador. Nunca pensei vir a gostar tanto, de um anime voltado para um público mais novo, mas Little Wicth Academia merece receber todos os elogios possíveis, o estúdio Trigger está a fazer um excelente trabalho neste anime.

Comentários