Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

A premissa desse anime chamou a atenção das pessoas pois além de ser diferente em termos de animes de comédia romântica (não lembro de nenhum outro anime desse gênero com premissa igual ou parecida), a história se aproxima um pouquinho da nossa realidade, pois creio que muito de vocês, caros leitores, já conheceram um (a) gordinho (a) que foi rejeitado (a) por ser assim, ou até mesmo já passaram pela mesma situação do protagonista.

Normalmente, a vingança é um tema muito utilizado em dramas como elemento que move as ações dos personagens, mas no caso desse anime, essa temática é tratada de forma suave pois trata-se de uma comédia romântica. Observando a premissa deste anime, ela lembra um pouco um típico drama adolescente, pois temos um protagonista que sofre bullying e que resolve se transformar em uma nova pessoa a fim de se vingar da pessoa que lhe causou um grande mal em sua vida, que no caso é uma garota por quem ele se apaixonou e que o rejeitou na infância. Mesmo que a história fale de temas delicados com vingança e bullying, este show apresenta um contraste em relação a um outro romance que temos nesta temporada chamado Kuzu no Honkai, que é uma obra que mostra as relações românticas de uma forma dramática e cruel, enquanto Masamune-kun no Revenge é um anime leve e que provavelmente terá um final feliz.

Mãe loli

Mãe loli

O protagonista da série é um garoto chamado Masamune Makabe, que na infância sofria bullying, e acabou apaixonado-se por uma garota chamada Aki Adagaki, quem representava uma figura protetora para o jovem e mimado gordinho, mas por algum motivo ainda não revelado ela o rejeitou. Sobre o Masamune, eu tenho a dizer que a princípio ele não tem uma personalidade que me agrada muito, pois ele é narcisista, o comportamento dele é todo calculado dando a impressão de não ser muito natural devido ao fato dele tratar bem as pessoas apenas para esconder seu real propósito, além de demonstrar um pouco de cinismo quando ele escapou de ser pego espiando as meninas treinando e disse que tudo se resume a ser bonitão. Mas sendo sincero, eu não tiro a razão dele de pensar desse jeito, pois nos dias atuais, por mais que as pessoas digam que beleza não importa, ela importa sim e muito para a nossa sociedade, as redes sociais estão aí para provar que aqueles que são considerados belos conseguem atrair seguidores. O nosso protagonista se encaixa perfeitamente no padrão de garoto ideal (bonito, inteligente e atlético), e devido a isso ele acaba conquistando uma enorme admiração das meninas da sua escola que tem uma imagem muito boa dele apenas baseado no seu exterior, ou seja no que ele aparenta ser. E por falar em aparências, ele muda todo o seu estilo de vida de quando era criança para poder criar a imagem de “garoto perfeito” a fim de se aproximar de Aki sem maiores suspeitas.

A madrasta e a cinderela

A madrasta e a cinderela

Masamune não sofria bullying só pelo fato de ser gordinho, ele era vítima dos colegas porque era mimado e fraco, e o mesmo não pretende se vingar de todos aqueles que o maltratavam, e sim daquela pessoa que ele achava que pudesse protegê-lo e que o rejeitou causando a primeira decepção amorosa daquele pobre garotinho.

Aki, por ser rica, tem que aparentar ser uma garota elegante e educada pois pessoas do status dela têm que ter um comportamento considerado adequado, mas ela esconde um segredo que é o fato de comer muito, mas muito mesmo, o que não seria um comportamento dito como elegante. Tirando isso, ainda não sabemos de muita coisa sobre ela, mas eu tenho a impressão que não tem nenhuma experiência romântica mesmo sendo uma garota desejada pelos garotos e admirada pelo público feminino. Isso pode ajudar a explicar o porquê dela rejeitar qualquer declaração de garotos que tenham interesse por ela de forma humilhante, acho que ela faz isso não por ser má, e sim por medo devido ao fato dela não ter se apaixonado antes. Ela ainda garotinha passou pela experiência de ter alguém se declarando para ela, no caso nosso querido protagonista, e não soube lidar com isso e acabou magoando e humilhando o mimado e frágil Masamune. Uma prova que a Aki não entende de romances foi quando ela foi ter um encontro com Masamune vestida de cosplay, isso porque ela seguiu cegamente as orientações da sua fiel serva Yoshino. Por falar em Yoshino, ainda não sei claramente quais são suas reais intenções para ajudar o nosso ex-gordinho, talvez ela queira passar algum tipo de lição na sua mestra.

Masamune e Aki em um encontro

Masamune e Aki em um encontro

Sobre os demais personagens, eles cumprem o papel de suporte, além da serva da Aki, temos um garoto com aparência afeminada que é alvo de piadas BL (boys love) e a representante de classe que parece ter interesses românticos pelo protagonista.

A parte técnica está boa, gosto da arte e do character design do anime, além de ter uma trilha sonora que funciona bem nas mais variadas situações. Por mais que inicialmente ache o casal protagonista um pouquinho irritante, eu tenho quase certeza que eles irão amadurecer no decorrer da história.

Por fim, acho que a vingança do Masamune é algo imaturo mas o compreendo por ser um adolescente, e nesta fase as pessoas costumam ser imaturas, e torço para que os personagens amadureçam e quero saber como isso deve acontecer.

Muito obrigado a todos os que leram este singelo artigo!

 

 

Comentários