Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

O turismo é uma importante fonte de emprego e renda em diversos lugares, e nesse episódio de Idol Jihen, as idols congressistas foram resolver um problema que está relacionado com a principal atração turística de uma determinada ilha, que são os gatos. Os felinos que habitam a ilha são considerados sagrados e todo o local foi planejado para que eles possam coexistir com os moradores locais, e existe até um festival em homenagens aos bichanos, atraindo muitos turistas para a região. De repente eles fugiram, e então chamaram as Idols congressistas para resolver tal problema.

Se afogando no mar de gatos

Garantir a proteção animal também é uma obrigação de qualquer governo, no caso desse episódio, eram os gatos que estavam sendo “ameaçados”. Outro assunto de interesse político que foi visto no episódio de número três foi a questão do turismo.

Chegando na ilha, Natsuki, Sachie, e Shizuka encontram idols congressistas do Partido Starlight, na qual sua maior representante chama-se Sakurako. Ao saber de toda a situação elas tentam resolver o caso, entretanto, as personagens não solucionam o problema por meios políticos, as idols simplesmente cantam e dançam e todos os felinos aparecem, isso baseando-se em uma lenda local que dizia que “se os gatos sumissem da ilha, donzelas viriam do mar e dançariam no palco de pedra dos gatos”, e então eles voltariam. Tal profecia se cumpriu e tivemos um final feliz, no entanto, eu faço a seguinte pergunta: onde que a política entra nessa história? A resposta é: em lugar algum. Não houve uma solução política para a situação. As idols do Partido Starlight simplesmente foram rezar em um templo para pedir que os gatos voltassem, e nessa peregrinação elas encontraram os tais palcos de pedra da lenda, enquanto isso os membros do Partido Heroine andavam por aí atrás de pistas.

Esse foi o episódio mais fraco até agora, pois nele a proposta do anime foi mal executada, a produção decidiu unir dois elementos “fofos” que são gatos e idols em um único episódio. Para um anime de idols eu poderia dizer que esse terceiro episódio não foi de todo mal, mas não devemos nos esquecer que esse show também fala de política e que nesse episódio quase não apareceu. Não tivemos nenhuma solução política, e muito menos uma abordagem ampla sobre temas políticos.

Kawaii

Esse anime tem uma premissa muito interessante para um anime de idols, e que foi completamente desperdiçado nesse episódio. Se Idol Jihen fosse um anime de idols comuns ou slice of life bobinho, eu não estaria reclamando, só estou fazendo isso porque acredito no potencial da série,  se eu não acreditasse nisso, não estaria trazendo artigos semanais sobre esse anime para vocês leitores.

Idol Jihen tem repetido um padrão nesses três primeiros episódios que é o seguinte: aparece um político “vilão” que sempre se rende ao talento das idols congressistas depois de uma apresentação delas que ocorrem sempre no final do episódio. Eu estou esperando aquele político influente que aparece sempre no final começar a agir, e acho que ele pode dar mais dinamismo a história impondo barreiras a serem superadas pelas nossas heroínas. Espero mesmo que o próximo episódio seja melhor que esse último.

Muito obrigado a todos que leram este artigo e até a próxima!

Estou muito curioso para saber o que ele irá aprontar

Comentários