Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Fala galera!!!!!! E esses posts que demoram a sair, ein? Em breve vou tentar lançá-los mais rápido, minhas férias são mais corridas que o período normal, fazer o que? Galera, esse episódio teve ênfase na súcubo e acho que curti demais ela, então vamos nessa, comentar sobre o episódio logo.

Esse anime tá sensacional, é muito prazeroso assistir demi-chan, o clima é tão agradável e o trabalho da A1 Pictures na animação principalmente das garotas me empolga, eu assisto e reassisto o episódio com mesma felicidade, acho que vocês também…

Dessa vez o anime teve 4 momentos, porém dois deles se misturaram, ficando com 3 partes, vamos começar falando da súcubo. Que vida dura leva a professora Satou, não pode ser tocada por ninguém (se bem que isso não é difícil no Japão, complicado ter contato físico em animes sem ser para rolar um ecchi) mas o pior é que ela tem que evitar até conversar com os outros, o efeito dos súcubos parece funcionar em meninas também, no episódio uma aluna veio até ela perguntar uma questão boba, passando a sensação de que ela só queria falar com a professora. Tendo que sair cedo de cedo e sair tarde da escola, para também evitar essas aproximações e ainda provoca sonhos eróticos (poder show esse ein) que a faz não poder morar em aglomerações como condomínios (ela pareceu morar até bem isolada da cidade) e até é bom que não more, imagina o problema que ia ter se soubessem que ela é súcubo e fica “atraindo” os caras em sonhos, muita mulher ai voar para cima dela e algumas dessas ainda podiam até se apaixonar por ela aí já viu…

BOOK DA SÚCUBO SATOU

OBS: Existe uma série chamada misfits, onde adolescentes ganham poderes e combatem outras pessoas com poderes, nessa série uma personagem tem o poder afrodisíaco de uma súcubo, ao ser tocada, o anime me lembrou dessa cena na série que ilustra mais ou menos essa situação com pessoas, fica a recomendação J.

A segunda parte é mais uma continuação, mais uma entrevista com nossa vampirinha favorita, é uma continuação mesmo, a entrevista anterior parou mais ou menos nessa questão que foi retomada no episódio, o pior que é um tema delicado ainda mais para jovens que nem são os estudantes da escola do anime e o professor Takahashi não pegou leve, arrancando  muitas cenas de vergonha da  Best girl vampirinha.

Aposto que você queria estar no lugar do Takahashi agora, eu queria…

BOOK BEST GIRL COM VERGONHA

A última parte tem dois momentos, temos a garota de gelo Kusakabe e a conversa entre a Satou e a dullahan, o professor Takahashi é muito conquistador mesmo, sem perceber arrebatou 2 demis em cheio (sortudo do caraca). A conversa parecia um pouco uma conversa de noite de pijama para meninas, elas falaram de quem gostam, porque gostam, como gostam e tal. O interessante na conversa foi a Satou falar que adultos são maduros só no exterior mesmo, é uma ótima frase e bem verdadeira. Outro detalhe que eu achei muito bom no episódio foram os nomes dos títulos nos livros que refletiam coisas que ambas estavam passando no momento, foi um detalhe que realmente valeu a pena fazerem.

Agora falando da garota de gelo, no episódio passado pareceu que ela havia destratado a dullahan, mas nesse episódio eu senti algo diferente, ela me parece uma pessoa muito anti-social, com enorme dificuldade de falar com alguém, só a vampirinha abusada que furou essa barreira, mas para o resto ela continua fechada, o que gerou aquela fofoca maldosa no final do episódio. Bom, há males que vem para o bem porque gerou o gancho ideal para a entrevista dela e do Takahashi e para o próximo episódio também.

Deu peninha dela…

OBS2: Por alguma razão o garoto Satake teve bastante destaque nesse episódio, será que ele será importante mais a frente? E a irmá da vamprinha nem apareceu, saudades dela… Espero que ela apareça mais. Então até o próximo post, galera !!!!!!!!

  1. Este episódio de Demi-chan, foi muito bom, como todos os outros até agora. A melhor coisa deste anime, é ser agradável e os seus personagens super carismáticos.
    Este episódio finalmente deu destaque à professora sucubo, e não é que ela até é boa pessoa, ela ter que morar longe de grande aglomerados de pessoas por causa de ser uma sucubo, haveria de ser engraçado ela morar num condomínio, iria apimentar as relações dos outros à sua volta, afinal o que é melhor que ter sonhos eróticos com uma sucubos linda.
    Ainda assim, a professora leva uma vida de mer.., não poder interagir com os seus colegas de trabalho e os seus alunos, deve ser difícil e pode passar uma imagem errada dela. A cena dela em casa. a beber umas boas latas de cerveja, foi nota dez, até em roupa de casa ela fica sexy.
    Quando à Hikari, já não à muito a dizer, ela é simplesmente a best girl desta temporada, ela cada vez que aparece melhora logo o episódio, eu rio muito com aquele jeito dela.
    A dullahan é uma graça, aquela conversa dela com a sensei sobre o facto de ela gostar de alguém, foi muito engraçado, pois ambas estão apaixonadas pelo professor, aquele garanhão, já arrebatou o coração de duas demis (se bem que com uma delas não vai longe de certeza.
    O professor Takahashi é demais, ri muito naquela cena, em que ele apoia a sensei súcubo para esta não cair e se faz de forte,para não mostrar que ficou excitado e quando sai do pé dela, quase tem um ataque de coração, tal sido a experiência de ter tocado numa sucubos.
    Retiro o que disse em relação à garota do gelo, Kusakabe, do artigo anterior, o caso dela parece bem mais grave do que eu pensava, eu acho que ela sofre de algum tipo de complexo, que não a deixa socializar com as outras pessoas, ela só aceitou a Hikari (também a Hikari é a Hikari, o resto é o resto). Por causa disto, ela ao ouvir a conversa das outras duas garotas a falarem mal dela, acredito que ela tenha ficado magoada, deu-me até pena, mas no próximo episódio esta situação deve ser resolvida.
    A melhor parte deste episódio, foi quando o professor Takahashi começou a falar de sexo e coisas eróticas com a Hikari, as expressões de vergonha que ela fez. são impagáveis.
    Como sempre mais um excelente, artigo de Demi-chan Poketoty. E já agora excelente book da Hikari, este em especial está muito bom.

    • Poketoty

      A professora súcubo é muito sexy e agora sabemos as dificuldades passadas por ela e suas situações, porque ela age desse jeito, se ela estivesse num condominio seria um bokura wa minna kawaisou com uma súcubo, seria outro tipo de anime que demi chan não é voltado para esse lado.
      A dullahan é uma boa coadjuvante para a história, a cena da conversa foi bem legal, foi um ótimo diálogo mostrando coisas que a gente já esperava e progredindo, será que o professor termina com alguém?
      A cena da Hikari com o Takahashi foi demias, ele avançou o sinal, passou todos os limites e deixou a Hikari sem ação ( bem difícil, considerando como ela é).
      Vamos ver episódio que vem, qual é a história da Kusakabe, parece bem problemático. E vamos continuar torcendo para mais books

      • Os books da Hikari, são o mais importante. Gostava de ver do Drácula ao descobrir que uma das suas descentes, não arde no sol e ainda come alho alho ao pequeno almoço. Fora de brincadeira a Hikari é demais, então com aquela conversa do professor com ela sobre sexo e coisa e tal, foi demais, até a Hikari ficou sem reacção (coisa rara nela).

      • Poketoty

        Teme cruz, porque é fora de moda, adora alho, ri de água benta, só passa mal no sol, já vi animes que pela mesma razão, outras garotas desmaiam etcetera, ein drácula o que aconteceu com os vampiros? Pelo menos uma estaca de madeira no coração ainda mata.

  2. Esse anime incrivelmente está sendo divertido e não está desandando, como a maioria dos da A-1… Melhores momentos do episódio, na minha opinião, foram com a Satou. Ótima abordagem para mostrar o drama que é viver a vida dela, mas também foi interessante ver que as reações dela ao saber do contato entre a dullahan e o professor comprovam o ponto de que adultos são falsos e não tão maduros assim…

    E esse professor, hein? Conquistador mesmo. :v Dá até inspiração. HAHAHAHA!

Comentários