Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Neste 5º episódio tivemos o clímax desse “arco” que teve como foco a Darkness. É notável que desde o episódio 1 até o episódio atual Darkness se “sobressaiu”. Obviamente alguns episódios não focaram diretamente na personagem, mas a heroína do arco claramente foi a garota masoquista.

Uma coisa interessante de se notar nesta 2ª temporada de KonoSuba é que tudo o que os protagonistas fazem estão de alguma forma interferindo na vida deles. Basicamente, pode-se dizer que tudo — praticamente tudo — está se interligando e criando problemas para os mesmos. Um bom exemplo disso é que no episódio anterior Aqua desenhou um círculo mágico dentro da dungeon, que no caso, acabou afastando os monstros que ali viviam. Por essa simples e “inocente” ação, a dungeon ficou vazia. Esse “vazio” existente no templo atraiu a atenção de um dos generais de Maou, que sempre sonhou em ter sua própria dungeon.

De início, não se sabia que o responsável pelos “monstrinhos” que surgiram em volta da dungeon eram orquestrados por esse general. Então, por conta disso, Kazuma e seus amigos tiveram que ir resolver o problema, já que eles foram os últimos que entraram na dungeon e possivelmente a culpa de tudo o que estava acontecendo era deles.

Por alguns fatores, Kazuma e Darkness entraram sozinhos na dungeon e lá encontraram o tal general. Admito que ele não é tão engraçado quanto aquele Dullahan — também general de Maou — que teve seu “fim” por volta do episódio 6 da 1ª temporada. Os únicos momentos realmente engraçados desse general surgiram quando o mesmo possuiu o corpo de Darkness. A piada de Darkness sempre foi envolvendo o masoquismo, então a felicidade e prazer da garota ao ser possuída certamente gerou uma ótima comédia para o desenrolar do episódio. Além do mais, os momentos que dois intercalavam suas falas também eram muito engraçados.

Se não me engano, os clímax da 1ª temporada foram no episódio 6 (Dullahan) e 10 (Destroyer). Ao meu ver, este da 2ª temporada foi um pouco inferior aos outros dois. Entretanto, não foi ruim, muito pelo contrário. Junto desse episódio, creio que o volume 3 da light novel foi enfim encerrado. No caso, o volume 3 realmente tinha como foco a Darkness, assim como os episódios já lançados da 2ª temporada.

Gostaria de citar também que o episódio teve boas sequências curtinhas de ação, e a animação como sempre continuou fluida e bastante “normal”. Não vou dizer que tudo foi perfeito, pois o episódio realmente teve algumas inconsistências ali e aqui, mas nada que inferisse de maneira tão direita.

Concluindo, o episódio foi bom, mas este clímax infelizmente não conseguiu superar aos outros dois da 1ª temporada. A animação permaneceu “normal” e talvez a comédia desse episódio tenha sido um pouco inferior aos dos outros episódios desta temporada. O episódio fechou como se fosse o final da temporada e nem mesmo deu gancho para uma nova trama. Graças a vitória contra um dos generais de Maou, Kazuma simplesmente resolveu todos os seus problemas e agora está livre para fazer novas besteiras. Aparentemente, KonoSuba voltará a ser episódico e provavelmente só terá um novo clímax no episódio 10, assim como na primeira temporada.

  1. Também achei as trocas o ponto forte do episódio.
    Quanto ao final do episódio, acredito que este seja o principal ponto fraco de praticamente todas as adaptações de light novels e livros em geral: como encaixar o final e início deles em uma coisa só. Geralmente o livro tenta contar uma história e, quem sabe, dar um gancho para o próximo. Porém, no caso de anime, dá uma sensação estranha ver que ele está “acabando” e “recomeçando”. Em raras exceções essa quebra funcione bem para deixar o anime abrangente e emocionante (ou relaxante, dependendo da proposta), mas acredito que a maioria fique apenas estranha de se ver…

Comentários