Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Caros leitores, ando ocupado ultimamente e infelizmente meus artigos atrasaram, e devido a isso eu peço desculpas, enfim, sendo sincero não tenho muito o que dizer a respeito desse episódio.

Esta cena foi engraçada

Sendo sincero eu achava que o Masamune iria fugir diante do pedido da Aki para beija-la ou quando ele fosse beija-la alguém apareceria, mas o que aconteceu foi que a própria Aki recuou perante ao desajeitado protagonista que iria mostrar seu afeto com um beijo imaginando ela sendo um presunto, algo que foi engraçado e típico daqueles que não tem nenhum tipo de experiência com romances. Aki que tinha mostrado coragem ao tomar a iniciativa, recuou no último instante dando um soco no protagonista

A protagonista feminina quase não apareceu neste episódio, por outro lado a lolita anciã que também pode ser chamada de mãe do Makabe, e a Chinatsu ganharam bastante tempo de tela nesse episódio. Se a Aki não apareceu tanto, a sua empregada e a sua rival tiveram uma maior importância no episódio.

Devido a um ato impulsivo Masamune segura os braços de Aki para beija-la

A Neko tem seus próprios motivos para estar ali e também esconde as suas razões assim como o Masamune esconde suas motivações em querer se aproximar de Aki. As semelhanças entre Neko e Makabe podem ser maiores do que os hábitos alimentares como a irmã dele afirmou, pois eles tem seus segredos e ambos tem um objetivo a ser alcançado. O objetivo dele é bem claro, que é realizar sua vingança, mas os da Neko ainda são desconhecidos.

A visita inesperada da Neko e da Yoshino na casa do protagonista não foi algo improdutivo e chato de se acompanhar, pois naquela casa, sendo mais preciso, no quarto dele, há segredos que se caírem em mãos erradas podem comprometer a vingança.

Embora eles estejam juntinhos, Masamune é covarde de mais para fazer algo

A mãe loli conhece a Neko que conhece muito bem o Makabe, embora ele não lembre dela. A Neko está agindo, ela conseguiu pegar a foto que tem o Masamune e Aki na infância, e isso de alguma forma será usado em seu benefício, muitas coisas irão acontecer, e plano do nosso ex-gordinho pode correr riscos, mas antes mesmo da Neko se tornar uma ameaça real, a Yoshino sabe que ela representa perigo para a vingança do protagonista, e consequentemente para a Aki.

Jantar calórico

Nos parágrafos acima eu disse que a Neko e o Masamune tem suas semelhanças, mas o modo de agir é diferente, ele embora tente demonstrar confiança, no final não sabe lidar direito com a situação, sempre pedindo ajuda para a Yoshino ou apelando para mangás shoujos, enquanto a Neko tem uma estratégia definida e seus movimentos são calculados, além de ser muito mais esperta que ele. Essa diferença entre os dois fica nítido na cena onde o Masamune questiona Neko com a mesma pergunta que a Aki fez para ele que foi “E o que você gosta em mim?” Ele achou que ela iria fraquejar igual ele, mas ela respondeu tal pergunta pegando-o desprevenido.

O episódio foi divertido, houve uma participação maior da mãe e da irmã do protagonista, além de mostrar que a Neko ainda deve aprontar bastante. Espero que vocês leitores tenham gostado do artigo, e fiquem à vontade para comentar se gostaram ou não do episódio.

Até a próxima e obrigado por ler este singelo artigo!

Masamune repetindo para a aki a mesma resposta que a Neko deu a ele, e claro, isso não funcionou

 

 

 

 

  1. Bem continua mais do mesmo…Se os caras desse anime insistirem na parvoice do Masamune vai cansar. Mas continua também um belo entretenimento leve com os devidos “catchs”. A aparição da Neko ainda é um mistério (eu ainda acho que é coisa botada da Aki), a mãe do Masamune (aquela aberração que não incomoda em nada, parece mais poluir a estória do que te deixar intrigado) deu uma deixa dando a entender que ela já é conhecida da familia e os dois tiveram tratamento para transtornos alimentares. Esse ep. não foi tão comédico como o anterior, mas não deixou a peteca cair…Bem é isso aí…

  2. Como tu bem, referiste no primeiro parágrafo, este episódio não tem muito o que dizer. Sinceramente, foi o episódio que eu menos gostei até agora, desde já pela sua previsibilidade e a penosa perda de tempo que este anime gastou, com um destaque ridículo com a Neko e como o James bem disse, que aberração é aquela, a mãe do Masamune ser uma loli, não compreendo as estas ideias de merd.. que passam pela cabeça dos japoneses. Como já previa o Masamune não foi capaz de beijar a a Aki, e a Aki, quando viu que ia ser beijada pelo Masamune, recuou na sua decisão. A única coisa engraçada neste cena, foi o facto de o protagonista pensar na Aki, como um presunto de qualidade, na hora de beijá-la, afinal quem não gosta de um bom presunto. Acho que já dei bem a entender que passar um episódio inteiro a focar-se na Neko, ainda por cima na casa do protagonista, ao menos para mim, foi um desperdício de tempo para quem viu. Mas nem tudo foi mau, eu acho que já descobri o motivo da Neko estar atrás do Masamune. Pelas pistas que o anime, nos foi dando sobre a Neko, aquele que salta mais à vista é aquele onde a Neko toma muitos suplementos alimentares e outros suplementos que provocam emagrecimento, o que dá a entender, que outrora a Neko já foi alguém com transtornos alimentares, como o caro James bem referiu. E com isto começa, mais uma das minhas teorias da conspiração mirabolantes, ou talvez não. Eu acho que quando o Masamune ainda era um menino pesado, a Neko que também devia ser uma menina pesada, devia gostar dele, mas o Masamune gostava da Aki. E se por momentos a Neko, nessa fase, não tivesse tido a coragem de exprimir os seus sentimentos ao Masamune, e tivesse presenciado o fora que a Neko deu ao Masamune, só porque ele era gordo. Toda a gente sabe, que os ricos andam sempre juntos, se calhar a Neko já se tinha relacionado com a Aki e o Masamune antes. Se for assim até compreendo, as consecutivas mentiras que a Neko fala para o Masamune. Acredito que o alvo da vingança dela não seja sequer o Masamune, mas sim a Aki (também com um feitio daqueles, seria anormal, se algumas pessoas, não tivessem um ódio mortal por ela). Mas para o espectador que não, sabe as motivações reais da Neko, esta passa a sensação de ser uma stalker, ladra de homens e chata (mais um pouco, eu acharia que ela era prima de sangue, da Messalina Lendária Akane, de Kuzu no Honkai. A Yoshino, continua suportável, gosto mais dela do que da Neko, ela de boba não tem nada. A irmã, do protagonista é que tem sorte, ela nasceu abençoada, com o dom de nunca engordar, quem me dera ter tais genes, se eu comece dois pedaços de camarão em tempura, engordava logo um quilo. E não me vou esquecer de mencionar outra vez a mãe do Masamune, qual a necessidade do design da mesma ser de uma loli, só pelo design, ela parece que nem 10 anos tem, nessa idade é impensável gerar um filho, em termos fisiológicos, quanto mais dar à luz dois filhos, é por este tipo de coisas, que não consigo entender o que se passa na cabeça dos japoneses.
    Peço desculpa, pela minha indignação momentânea, mas como como sempre, mais um excelente artigo de Masamune Flávio.

      • Eu acho que sim, em todos os momentos que ela aparece a beber e comer algo, ela toma muita medicação para emagrecer. Ela é o oposto do Masamune que faz muito exercício para perder peso e calorias, já a Neko controla o peso pelo meio de medicamentos. Eu já tinha comentado, contigo mas mães lolis, neste anime não dá, é anti-natura, mas como só apareceu uns 5 segundos deu para tolerar.

  3. Não foi uma saída super inovadora para o cliffhanger do episódio anterior, mas foi engraçado de ver ele pensando nela como um presunto e ver que, pelo menos, ele tentou beijá-la mesmo. Ademas, foi um episódio bem sem sal mesmo, apesar de ter sido relevante ao plot… Espero que os próximos sejam melhores.

Comentários