Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Recentemente assisti Your Name. Já sendo sincero, esperava muito mais visto a fama que ele ganhou, mas em comparação ao vasto número de filmes animes que saem, sem dúvida, ele se destaca muito entre todos, principalmente pela animação. Já ressalvo que isso não é uma resenha ou análise, são apenas alguns comentários meus que o filme me fez escrever. Se não assistiu ao filme já aviso: tem muito spoiler abaixo.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Não há nada mais belo no entretenimento do que ver uma mensagem sendo passada através de uma história que prende o telespectador do começo ao fim. Uma história em que cada detalhe é contado do modo mais belo possível. Transformar uma mensagem simplista, porém bela e reflexiva, em um entretenimento incrível, sem dúvida é impressionante e Your Name faz isso muito bem.

Talvez seja um pecado dizer que a mensagem principal do filme seja simplista. Musubi ( むすび ) é algo que considero extremamente belo. Porém, estamos falando de puro entretenimento, um produto. Por mais nobre que seja sua mensagem principal, ela é apenas algo que seria transmitido facilmente em menos tempo, mas foi prolongada para se tornar um produto.

O amor é predestinado, mas de acordo com Musubi, a união por si não é. Musubi significa conclusão ou união, é a união de um ser com o universo e/ou com outro ser. O amor da sua vida já é pré-escrito porém apenas você e a outra pessoa serão capazes de tornar essa união possível. O amor é predestinado. Assim, Matsuha já estava predestinada ao Taki. Taki, estava destinado a ser como Matsuha, um ser humano. Isso é imutável.

 

 

Os eventos acontecem, eles trocam de corpos, começam a conhecer a vida um do outro e sem ao menos notar, se apaixonam um pelo o outro. E é aqui que acontece o mais interessante de tudo e que você só percebe nos momentos finais do filme: depois que as pessoas são salvas do meteoro, Taki e Matsuha param de trocar de corpos e esquecem que se conheciam. O tempo passa, mas a todo momento ambos sentem que estão a procura de algo. Na conclusão (Musubi ) e/ou no início do novo ciclo, novamente eles se encontram. Eles não se lembravam de tudo que havia acontecido, para ser mais exato não se conheciam, mas mesmo assim notaram a ligação que possuíam um com outro. E possivelmente se tornaram, novamente, um só.

Depois que o filme acabou, percebi que se tratava de algo extremamente belo e assustador ao mesmo tempo. Já havia ouvidos inúmeros contos sobre como o amor é predestinado, mas apenas depois de assistir Your Name percebi o quanto isso é angustiante. Neste vasto planeta onde inúmeros seres humanos vivem, existe uma única pessoa que realmente podemos chamar de par. Agora é fácil de compreender o porquê a maioria das pessoas passam a vida buscando pelo seu par através de tentativas e erros.

Antes de concluir, irei aproveitar a deixa para fazer uma indicação. RADWIMPS foram os responsáveis pela trilha sonora do filme.  Logo após terem sido selecionados paro o filme, eles lançaram um álbum que trata justamente sobre a vida, amor e destino. Nesse mesmo álbum encontramos a música em destaque nos trailers e em todo filme: “Zenzenzense”.  Já faz um bom tempo que acompanho o trabalho deles e foi justamente o fato da trilha sonora ter sido produzida por eles que me fez assistir ao filme.

 “Human Bloom”, deixo aqui o álbum. Espero que gostem!

  1. Bom artigo Lukexp. Eu pessoalmente gostei de Kimi no Nawa, mas não foi dos melhores filmes que eu já vi do Makoto Shinkai. Para mim nenhum trabalho dele, supera o seu Kotonoha no Niwa, este sim, o filme anime mais bem animado que eu já vi.

Comentários