Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E ae pessoal!!!!!! Está saindo mais um artigo de Gin no Guardian, o anime chinês que todos falam japonês, mas tem nomes chineses e se passa provavelmente em algum lugar da China. Então vamos conferir!!

Fala pessoas!!! Primeiramente eu queria comentar os artigos desse anime devem ser menores, não só porque o tempo do anime é de uns 10 minutos descontando opening e ending, mas também porque não acontecem muitas coisas durante o episódio. Dito isso, vamos ver o que aconteceu nesse episódio, ainda introdutório na história principal, porém, com certos avanços.

Primeira cena: Riku Suigin?

Sim! Incesto!

O Suigin se chama Riku Suigin. Será que ele é parente da Riku ReI? Se sim, essa relação que parece que vai acontecer, vai virar um… incesto?

Segunda cena: estupro no cemitério

São essas cenas bizarras e aleatórias e totalmente desconexas que animes chineses têm e japoneses ainda não

Uma garota tenta se relacionar (estuprar) um virjão e aí o nosso protagonista protegedor da castidade alheia aparece para salvar o dia (por que ir para um cemitério para fornicar???)

Terceira cena: as aventuras e desventuras de Suigin e Riku Rei no jogo

Jogando com uma idol gamer deve ser um sonho mesmo

O Suigin, apesar de só jogar à noite e nos bicos noturnos, é o melhor jogador do jogo (cadê os asiáticos sem vida que jogam 24 horas para zerar as coisas todas????? CADÊ????). Enfim, nem vou falar que ele não usa item só para não mostrar, porque provavelmente ou os itens são pagos ou tem durabilidade ou ambos, tornando assim bem difícil dele arcar com isso. O importante dessa cena é mostrar que a Riku Rei, apesar de não ser uma oferecida, ela pareceu bem oferecida, mas isso é o poder do protagonismo entrando em ação, não deu para ela evitar, até quer se encontrar com o “salvador virtual” dela.

Quarta cena: Ranshou

Teve tanta filosofia e metáfora aqui

Apesar de eu não ter o ter destacado no episódio passado, ele merece destaque, o amigo que na verdade é um Ikki de Fênix, só aparece para humilhar e depois some de novo. Manda cada papo e tá sempre no destaque enquanto isso (no episódio passado tinha uma cocotinha colada nele, tem como ser mais fodão).

Quinta cena: Acabou o beta

Acabou o beta gratuito HAHAHA, SE FERROU

Isso vai ser importante, porque se acabar a versão gratuita, o Suigin vai ser obrigado a falar com a Riku Rei e esse lenga lenga dele vai finalmente terminar e assim vamos progredir com a história.

Bom galera, esse post fica por aqui, até a próxima!!!!!

  1. Este episódio de Gin foi bem interessante e engraçado. Começando pela segunda cena, o estupro no cemitério, sem exagero nenhum, na frase que tu escreveste sobre essa cena, parecia que eu estava a ler um livro, daqueles eróticos do século XVIII.
    Mas passando ao Gin, como raios ele transporta um computador na bicicleta, só a a torre pesa uns 10 quilos, mais monitor e cabos, como raio ele acondiciona tudo na bicicleta. Isto é mais um dos mistérios que os animes chineses deixam no ar. Mas em compensação, vimos mais um pouco da relação entre o pobre Suigin e a sua amada virtual. Eu acho engraçado ele ser o melhor jogador daquele jogo e o personagem dele só tem equipamento de porcaria. Mais um pouco e o personagem dele no jogo, parecem os meus na maioria dos rpgs que eu jogo ou já joguei.
    Quanto ao Ranshou, não tenho anda a dizer dele. Agora o pobre Suigin vê o seu amado jogo a fechar, e o sentimento de perda do seu amor platónico já se faz sentir.
    Como sempre mais um excelente artigo de Gin Poketoty.

  2. Poketoty

    O Suigin carregando um computador inteiro na bicicleta me irrita muito também, como ele tem essa força toda, eu gosto do Ranshou não quero que ele desapareça e sim ele joga muito da mesma forma que eu joguei meus rpgs

Comentários