Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Fala galera, aqui quem fala é o Matt e o mundo poderia ser um cubo! Sério, já pensou?

Não são todos os dias que me deparo com um sci-fi. Sendo bem sincero, é a primeira vez que vejo algo desse gênero. Então, é um mundo novo para minha pessoa.

Sendo algo novo, eu fico entusiasmado, ainda mais se tratando da primeira vez que escrevo um artigo oficial e com isso faço duas coisas que nunca tinha feito. Aguenta coração!

Como bem sabe, estou escrevendo as primeiras impressões de Seikaisuru Kado. Então, abra bem os olhos e vamos ao mundo de Shindo e Hanamori.

O anime começa apresentando um jovem animado e bem feliz, afinal, suas férias estão chegando. Hanamori é o seu nome, um dos empregados do Ministério do Interior e parceiro de nosso protagonista. Ele em todo seu momento de felicidade acaba recebendo a notícia de que teria um trabalho no mês em que seria de descanso – poxa, assim o rapaz não aguenta – e com isso conhecemos nosso querido protagonista Shindo, que terá o brilho do anime sobre si.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Shindo, que aparentemente é alguém quieto, na verdade não é tão quieto como aparenta. Assim que o anime vai rolando, você começa a ver como ele é dedicado ao que faz, e como bem sabemos, negócios. E não só isso, é um ótimo parceiro. Ou eu poderia dizer amigo? Pois é, ele acaba levando seu companheiro para casa e não só isso, ele leva na “cacunda”, o que com certeza mostra alguns aspectos interessantes sobre ele.

Pois bem, com o decorrer do anime, os protagonistas tem um objetivo a longo prazo (trabalhar no Ministério do Exterior) e também os de curto prazo (trabalho cotidiano no Ministério do Interior). E é por meio desses objetivos que entramos mais adentro desse mundo.

Shindo, que como podemos perceber é meio esquisito – isso porque ele foge um pouco do padrão, o que me animou ainda mais – me surpreendeu. Ver a demonstração de interesse dele com o serviço, a atitude que tomou ao negociar e sua postura, foi algo bom e que acertaram em cheio já que é isso que diferencia ele. Afinal, mostrar interesse é o que geralmente não é feito se tratando de negociações – entenda isso da forma que, o interesse na maioria dos casos vem apenas de um lado. Enfim, começamos a olhar uma pessoa dedicada, procurando contatos, fazendo pesquisas e tomando decisões importantes, que por sinal me deixou pensando, “ele pode fazer isso?”.

Logo o anime vai tomando seu rumo ao que podemos chamar de uma façanha incrível. Isso mesmo, os parceiros conseguem um feito um tanto esplêndido. E o mais surpreendente, não apenas para eles, mas para todos os envolvidos. Digo surpreendente porque como eu disse antes, não sou muito fã de negociações, mas essa negociação de terras, me levou a sorrir ao ver a forma abordada por Shindo, ainda mais por conta da proporção dos atos da dupla.

E as surpresas não acabaram por aí. O diálogo no avião foi incrível, algo que complementou o que eu já tinha aprendido e que me fez pensar bastante. “Uma boa negociação é fazer com que ambos os lados alcancem algo que interessa.” Ok, pode ser que você já sabia disso, mas para mim, foi um novo mundo ver uma negociação daquela forma. E é aí que conseguimos ver em que nível Shindo está. Ele se ergue acima de outros negociadores e ainda mais na minha cabeça.

E com isso a dupla chega a conclusão muito bem feita de seu trabalho. Dupla que por sinal foi muito atrativa aos meus olhos. Já que o clima no anime foi bem animado, ainda mais com toda a trilha sonora de fundo em certas cenas e a dupla em si: carismática e alegre de um lado e quieta e dedicada do outro.

Mas claro Senhoras e Senhores, o melhor estava por vir. E sério, que momento incrível! “Mas espera aí!? Como assim um cubo se materializando no meio do aeroporto?” Olha, isso realmente foi inesperado para eles e a expressão deles foi ótima por sinal. Porém, o mundo deles já tinha passado por algo assim? Era uma possibilidade? Com certeza você deve ter se perguntado o que diabos estava acontecendo. O que seria aquele cubo? Será um contato extraterrestre? Uma nova tecnologia? Bom, isso a gente ainda tem que esperar, porque apesar de o Episódio 1 ter trazido novas descobertas, ainda assim, ficou devendo muita coisa.

Mas como esperado, o anime trouxe personagens marcantes, ao menos para mim que me encantei pela Física Teórica Kanata. A voz incrivelmente fofa, sua forma de ser espontânea e de não se importar com a forma que conduz o que quer fazer, simplesmente amei.

E claro, boas informações levantadas por ela e também algumas perguntas que queríamos tanto resolver, como exemplo, seria uma nova tecnologia? Garota esperta, já estava pensando nisso e sim, acredito que chegou muito perto. Afinal, do que seria feito o cubo? Porque como bem vimos, aguentar um tiro como o daquele tanque não é brincadeira! Sério, o míssil se desfez? Aquilo podia até ter sido algo que todos esperavam, mas ela se tornando uma massa de metal circular foi interessante.

E não menos importante, o resultado surtiu efeito! Foi sentido e trouxe uma resposta rápida. Quando Shindo apareceu, eu fiquei pensando: “Como assim? Ele já resolveu algo lá dentro? Ele conquistou o papel de porta voz? Mas nem mostrou nada lá. Ou teremos um flashback para ver o que rolou nas horas passadas ali?”. Espero que exista um episódio separado para o momento do primeiro contato da nossa dupla.

Falando em contato, mesmo não tendo visto nossa dupla agir, a humanidade teve seu primeiro contato. Quem seria “Yaha-kui zaShunina”? Não dá para saber ainda, mas que bela aparência! Será ele algum tipo de Charles Xavier ou algum Deus como nossa querida Kanata vê? São muitas possibilidades Senhoras e Senhores! E quanto mais possibilidades, mais eu me empolgo quanto a isso! E o que não faltou foi empolgação. O anime trilha um bom caminho quanto a intrigar quem assiste e isso é sempre bom!

Ok, Deus? haha

Até o momento nos resta esperar, especular, imaginar muito e com certeza esperar por negociações – e espero que envolva humanos capturados no meio da bagunça haha.

Agora é aguardar pelo próximo episódio e abrir as portas da imaginação e criar teorias sobre o porquê daquele bendito cubo ter aparecido ali, em seus propósitos e pensar no Yaha, ou seria Deus? Fique agora com suas programações normais, vejo vocês no próximo episódio!

Comentários