Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá leitores! Aqui estou eu a escrever as primeiras impressões de Grimoire of Zero (Zero Kara Hajimeru Mahou no Sho). Esta história de fantasia é sobre uma poderosa bruxa e um mercenário bondoso, com a aparência de uma fera (tigre) temida e imponente.

Esse anime apresenta elementos que atraem quem gosta de fantasia, como um mundo com características medievais, magia, bruxas e feras. O mundo onde se passa a história, além de ter características medievais, tem uma perseguição contra as bruxas, promovida pela Igreja, algo muito semelhante ao que aconteceu na Idade Média. Assim como nesse período da História, nesse mundo a Igreja parece ter muita influência, pois criou-se na população um sentimento de ódio para com as bruxas a ponto das pessoas caçá-las a fim de exterminá-las, já que todos acreditavam que elas eram más e que traziam calamidades.

Diante do contexto mostrado acima, encontra-se dois personagens cujo o encontro entre eles mudará seus destinos e se tornará um ponto de partida de uma grande aventura. O primeiro personagem é um mercenário metade humano e metade tigre, que no universo do anime é chamado de bestial (humano que possui espírito de animal cujo o propósito era servir como soldados para os bruxos), já o segundo personagem é uma bonita e poderosa bruxa cujo seu livro, que é capaz de destruir o mundo, foi roubado.

O episódio mostrou um pouco do passado do mercenário e contribuiu ainda mais para gerar empatia para com o personagem, pois ele sofria preconceito por ter aquela aparência, e seus pais foram mortos por causa disso.

O que mais se destacou nesse primeiro episódio foi a interação entre os protagonistas que demonstraram ser carismáticos. Outro ponto relevante é a explicação sobre a diferença entre magia e bruxaria, que diferentemente da nossa realidade, não representam a mesma coisa. Normalmente, em animes de magia nós vemos uma estrutura mágica definida, mas neste anime estamos vendo o inicio do conceito de magia e consequentemente do seu estudo, pois estão difundindo as magias que foram criadas pela Zero e que estão reunidas no livro que foi roubado.

Essa aventura com personagens tão distintos promete ser interessante e divertida. Por enquanto não vimos nada demais da parte técnica, e o encerramento é bem bonitinho, com uma música relaxante e agradável.

  1. Meu caro Flávio, este anime ainda nos vai surpreender pela positiva. Eu gostei bastante deste primeiro episódio, a mistura de fantasia com a Idade Média, foi feita de forma sublime. Este anime lembrou-me muito um jogo chamado Skyrim, a ambientação é quase a mesma. Além que Grimoire Of Zero, também me fez lembrar de Junketsu no Maria, cuja a temática é muito semelhante aquela que este anime nos apresenta. Em relação aos personagens, eu gostei bastante da Zero, além de bonita é bem simpática e pragmática. E o homem tigre, também é bem interessante, aquele passado dele é muito triste, mas foi esse passado que criou uma empatia com os espectadores. Até aquele garoto que apareceu no final, parece ser simpático. Eu amo história, a Idade Média tem muito o que se diga, mas a parte dos ,mercenários é bastante interessante e a parte das bruxas também. Isso da perseguição das bruxas e bruxos, era uma rotina corriqueira na Idade Média. Muitas mulheres foram mortas, simplesmente por saberem as propriedades medicinais de algumas plantas e ervas. Além que ,muitas das vezes estas mulheres eram torturadas e mortas, pelo simples facto de alguém anónimo ter feito uma denúncia contra elas. Tudo era motivo para queimar as pessoas na fogueira. No tempo dos romanos a lógica era jogos e pão, na Idade média a lógica era queimar as pessoas vivas, por diversão.
    Obrigado pelas primeiras impressões de Zero Flávio.

    • Flávio

      Esse anime até agora está divertido e os personagens são carismáticos. Eu não cheguei a assistir Junketsu no Maria mas já ouvi falar dele e sei sua temática, por acaso ele é bom? Você recomenda?
      Obrigado pela participação!

      • Se eu recomendo Junketsu no Maria, claro que sim. Junketsu no Maria representa a Idade Média na sua essência, trata o tema das bruxas, a guerra dos Cem Anos entre a Inglaterra e a França. Além que que explora bem a temática dos mercenários e dos esquemas políticos da altura. Já para não falar da forma primorosa como eles tocam num assunto chamado religião.
        Vê Junketsu no Maria, ele pelo menos para mim é um bom anime.

Comentários