Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Quem viu os dois últimos episódios de Alice to Zouroku ficou sabendo um pouco mais sobre a Sana, e também sobre esse poder estranho que essas pessoas possuem. Acho que o anime está em um bom nível, mesmo eu não achando que ele tenha uma arte muito boa. É algo fofo, que você assiste tranquilamente. Sem contar que é bem engraçado ver a interação da personagem principal com os outros, afinal ela é uma criança com enormes poderes, mas que na realidade não conhece nada do mundo, junto com o fato de que ela não teve uma vida muito boa, ou pelo menos não era o tipo de vida que a maioria das pessoas imaginariam ou desejariam ter.

Agora conhecemos a neta do velho Zoroku, a Sanae. Eu esperava que ela fosse surtar quando encontrasse a Sana ali, no suposto lugar dela, mas, por mais incrível que pareça, ela simplesmente ficou encantada com aquela menina com poderes. O encontro das duas foi, no mínimo, bizarro. Ver a neta do Zoroku fazendo o enterro das “pessoas” importantes foi meio chocante, mas me fez parar para pensar se aquilo realmente aconteceu, ou era algum tipo de sonho estranho que foi induzido pelo poder da personagem principal.

Deve ser estranho se ver

Foi divertido ver que o poder de Sana pode criar coisas vivas, mas também me questionei sobre o fato daquilo ser realmente algo real, ou não. Eu não teria coragem de mandar aquele pobre porquinho “embora” só para saber o que aconteceria.

Uma coisa que achei bem curiosa nesses episódios, foi que pude perceber que Zoroku tem muita coisa escondida ainda. Ele com toda a certeza é um cara cheio de segredos, mas nem de longe parece ser alguém ruim. Inclusive, com o que foi mostrado, ele parece ser uma pessoa bem respeitada pelos outros.

Seria muito bom se a Sana fizesse parte, de fato, da família dele, já que a Sanae ficou tão feliz com ela estar ali. Mesmo sendo nova, Sanae parece ser alguém bem independente. Um dos motivos, que me veio à cabeça, para ela ficar tão empolgada em ter a Sana ali, é o fato de que, aparentemente, ela é órfã. Claro que viver com o Zoroku não deve ser tão ruim, ele parece ter um bom coração, mas ela deve sentir falta de ter algum amigo por perto, ainda mais se pensarmos em uma menina fofa como a Sana. Foi tão bonitinho ver ela cuidando da Sana como se fosse sua mãe, ou irmã mais velha, acho que as duas ainda vão ter uma ligação bem forte nessa história.

Já deu pra ver que ela gasta muita energia fazendo essas coisas

Mesmo eu não tendo gostado muito das gêmeas assassinas, elas fizeram parte de algo que, de certa forma, foi bom na vida da Sana. Mesmo estando trancafiada naquele laboratório, sendo usada como cobaia, ela precisava de um contato com pessoas que realmente transmitissem algum sentimento para ela, mesmo que não fossem o mais ideal possível. Acredito que, mesmo as gêmeas aceitando viver aquela vida horrível e arrastarem a Sana para isso também, elas não parecem ser pessoas ruins. Ainda assim, acho que a Sanae é uma irmã mais velha melhor do que as outras duas.

Algo que me veio à cabeça enquanto escrevia sobre a neta do Zoroku, foi o fato de que, no fundo, eu tenho uma pequena suspeita de que talvez a sua neta também possua algum poder assim como o de Sana. Pode parecer besteira, mas ela aceitou tudo isso com tanta facilidade, que pareceu forçado demais. Provavelmente isso é só uma grande viagem minha, já que o Zoroku parecia surpreso com essa história de pessoas com poderes.

Outra coisa que foi explicada, foi o poder daquela mulher, a que possui o poder de invocar mãos gigantes. A história dela é bem triste, claro, ainda mais se pararmos para pensar em todas as histórias que acabam assim, como a dela, mas chega a ser um pouco bizarro demais ela ficar ali, se aninhando aos braços gigantes de seu suposto marido, que faleceu indo lutar no exército. O poder dela é muito legal, mesmo sendo estranho. Deve ser reconfortante sentir a presença de alguém tão querido, sempre ali, te protegendo.

No fundo foi um pouco tocante

Em partes eu entendo a motivação que ela tem em ir atrás da Sana. Talvez o poder dela consiga trazer “de volta” à vida seu grande amor, o que deixa a história mais bizarra ainda para mim. Será que é permitido fazer transmutação humana aqui?

Sana já é quase uma deusa em seu mundo, podendo criar e destruir o que quiser e o que estiver na sua imaginação, o que de longe a torna extremamente forte. Não faço ideia de qual o caminho essa história vai tomar mas com toda a certeza não parece ser aquele onde temos um slice of life bem tranquilo, como eu tinha imaginado antes.

Espero que ela fique bem

Eu estou bem empolgada com os próximos episódios desse anime. Espero apenas que o final faça algum sentido.

Comentários