Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Fala pessoal! Mais uma semana, e mais um episódio de Clockwork Planet!

Antes de mais nada, gostaria de pedir desculpa a todos, pois na semana passada eu falei bem mal de Clock. Realmente eu queria que o anime modificasse um pouco ( ou bastante ) e deixasse mais assistível. E milagrosamente conseguiu! Adorei esse 3º episódio do anime, foi bem empolgante, com bastante ação e algumas revelações que serão comentadas nesse post.

Então, vamos nessa?

Aquele momento de faíscas

Bem, no último episódio tivemos o encontro entre os quatro personagens. Como de praxe, há as apresentação de Marie e logo em seguida, ela já fala para Naoto que quer RyuZU de volta, pois precisa dela para salvar Kyoto. Sem pestanejar, Naoto nega e não devolve-a. Marie o ameaça, porém não vai ser tão fácil alcançar Naoto com a devoção de RyuZU ao seu lado.

Arregouuuuuuuuu

Começamos muito bem esse episódio, logo uma intriga de início. Apesar desse pequeno centelho de discussão, Marie se coloca no seu lugar e pede o auxílio de Naoto e RyuZU para resolverem o problema da cidade, visto que ele consegue escutar os mínimos problemas e detectá-los, tanto é que consertou RyuZU após 206 anos com defeito.

Palavras mágicas

A princípio, Naoto não quer ajudar Marie, porém RyuZU consegue deixá-lo bem empolgado com uma informação. Sim, de uma irmã mais nova no porão da torre e ainda por cima, ela tem um poder de destruição maior que o de RyuZU.

Mas que otário

Assim que começa a ação do episódio, tem uma informação que até então eu nem imaginava. O guarda-costas de Marie na verdade é um ciborgue, e não um humano. Isso realmente me surpreendeu, mas eu esperava por algo desse tipo, visto que no final do último episódio, ele conseguiu cair no chão e fazer uma cratera. Marie foi muita esperta em ter forjado sua morte e com uma ligação falsa, ter conseguido uma prova de que o exército e a Guild estão por dentro do podre que afeta a cidade.

Habilidade secreta

Então veio uma parte bem empolgante do anime. RyuZU usa sua habilidade secreta para derrotar os inimigos logo a frente deles: Dual Time, que consegue parar o tempo para os que estão fora e ela consegue se locomover livremente por esse espaço-tempo e atacar os inimigos. Graças ao conserto de Naoto, ela conseguiu ativar essa habilidade. Se RyuZU tem todo esse poder, imagina sua irmãzinha que foi feita para aniquilar? Estou ansioso por isso.

Mais uma vez, nesse episódio algo inesperado aconteceu. Naoto pediu RyuZU em casamento. A expressão de Marie e do seu guarda-costas foi sensacional (hahahah), eu fiz igualzinho. Mas o pedido não foi aceito.

Uma automata diferente?

Ficou uma dúvida no ar, se ele é o mestre, tudo que manda deveria ser obedecido. Porém RyuZU é diferente e ela tem suas próprias escolhas e vontades. Logo em seguida ele faz umas perguntas para ela e fica o som de batidas de coração. Será que ela tem um coração? Já que é diferente dos outros autômatos?

Essa dúvida e outras ficarão para a próxima semana, espero que tenham gostado do episódio de hoje, assim como eu.

Até a próxima pessoal!

Sayonara!

Comentários