Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Well, well, well… Ao começar o episódio dessa semana não esperava de forma alguma um episódio tão bom, que traria algumas informações e muitas cenas divertidas. Claro que a proposta do anime é essa. Mas eu esperava algo mais agitado, talvez por aguardar um novo problema, algum tipo de ataque ou algo assim. Porém, o episódio foi conduzido de uma maneira para conhecermos mais sobre os personagens. Principalmente a Rumia, que tem vivido uma triste história. Pois bem, mais um episódio de impressões semanais de Akashic Records. Vamos lá!

O episódio começou nos revelando sobre a mãe de Rumia, a Rainha Alicia – as duas, por sinal, muito parecidas. E com isso imaginei que muitas informações seriam entregues durante o episódio. Porém, ainda existia outro personagem que deve ter sua importância no anime, o protetor Zelos – Que tem uma aparência e um nome bacana. Logo de cara, achei o personagem bem feito. Suas cicatrizes me levou a imaginar um bocado de batalhas e sangue. Mas até ali, nada revelado sobre o protetor.

Rainha Alicia, Zelos e sua Serviçal

Já se tratando da dupla – Rumia e Sistine – havia um problema para resolver. Problema que nos mostrou um dos lados conhecidos por nós de Glenn – ser pilantra – e que gerou boas risadas. Glenn realmente tem seu lado pilantra, que quer tirar proveito das coisas, mas espero que ele melhore esse lado e caso não melhore, é aceitável, isso torna o anime mais divertido também. As reações são muito boas. Agora o que mais achei interessante, foi como ele realizou tudo isso. Apesar de estar pensando de um modo egoísta, ele conseguiu unir a sala e dar um propósito para eles. Já que sempre os melhores eram escolhidos, ele decidiu colocar cada um em um ponto ideal, distribuiu as funções e ajudou da melhor forma possível. Devido a isso, o melhor estava por vir.

Mas antes de falar sobre o torneio, vamos falar sobre a amada dupla. O episódio nos mostrou uma cena triste, que revelava sobre o passado de Rumia. Ela que foi deixada para trás pela mãe, aparecia sozinha, em meio a um local de batalha e tivemos nessa lembrança a revelação de que Glenn realmente ajudou ela nesse momento de sua vida. Mas qual a ligação de Glenn com aquela batalha? Acredito que estava envolvido já que a Celica é uma antiga amiga da Rainha – como revelado neste episódio. Já em seguida, veio uma cena com a família de Sisti. Cena que por sinal foi uma das mais divertidas já que a mãe de Sisti é do tipo mandona, o que tornou a cena muito engraçada e nos revelou um pouco sobre seus pais.

Agora, voltando ao centro do episódio. O torneio foi onde conseguimos ver o trabalho de Glenn e a forma que a motivação funciona em uma turma. Para mim um dos pontos centrais foram esses minutos de torneio. Apesar do próprio Glenn não ter ficado confiante com os resultados, a turma teve um desempenho incrível, cada ponto conquistado era vibrado e com isso a animação só crescia. Até Glenn estava ficando animado, já que tinha apostado 3 salários contra outro professor – realmente, esse cara tem alguns problemas hahaha – para ver que sala seria melhor e acreditava ter feito uma grande besteira. Como esperado, um dos importantes resultados ficou para a estrela desse episódio. Rumia teria que decidir em uma batalha de defesa mental – eu gostei dessa ideia, me lembrou muito as guerras de cotonete gigantes, só que mental claro – e seu oponente já tinha sido campeão uma vez. Era barra pesada o que estava por vir.

Muitas coisas ocorreram durante essa batalha. E a cena mais estranha do anime, até agora, vai para o taradão da língua. Cara, isso foi deveras nojento e engraçado se pensar bem, porém, ele tinha todos os méritos para guiar aquela batalha. Outra coisa que me perturbou foi o foco dado a ideia de “a mulher que tem mente frágil”. Era dito por personagens que por ser mulher a mente seria mais abalada e que era melhor desistir. Essa foi uma parte que me preocupou, mas que acredito, mostra um pouco do mundo deles – que não é muito diferente do nosso nesse quesito – e nos leva a pensar sobre as protagonistas serem femininas e sobre a vitória de Rumia, que por sinal foi o que me agradou, já que toda aquela visão dada de que a mente da mulher era mais fraca foi quebrada quando Rumia venceu o marmanjo ex-campeão.

Já finalizando, a comemoração feita pela turma foi um ponto alto, já que para mim a ideia do episódio ficou completa ali: a união faz a força. Ainda mais quando existe a dedicação de todos. Agora, aquilo que eu precisava para me dar “água na boca” estava por vir. O que nos traria a vontade de ver o próximo episódio foi o surgimento de dois personagens que não pareciam nada felizes ao ver Glenn. Quem são eles? Inimigos? Ou talvez apenas antigos rivais se encontrando? Aposto que existe bastantes possibilidades. Mas isso nós saberemos nos próximos episódios. See ya!

Cara, eu estou ansioso para conhecer eles!

  1. Desenvolvimento desse anime ta muito interessante, com direito a dose de waifu , surpresas, mesmo que boas, e até novidades que prendem o publico a assistir, bom, eu assistiria de qualquer forma, mas é interessante manter um publico constante e manter o nivel elevado do anime para animar mais o seu publico
    Apesar de tudo o primeiro episodio meio que me desanimou muito em questão do protagonista, mas deu pra ver que tinha angu naquele caroço

    • Matheus S. Gonçalves

      Eu também penso isso. Assim como você, também desanimei no primeiro epi. Cheguei a comentar com uns amigos. Mas depois do que ocorreu no segundo epi e a cena que o Glenn falava sobre a magia, meu modo de ver mudou. Agora to curtindo muito!

    • Matheus S. Gonçalves

      Também penso que nem você. Eu também senti um desânimo e ate né desapontei no primeiro epi. Mas com o segundo epi isso mudou. Fiquei contente por continuar assistindo e realmente, os EPIs sempre tem alguma coisa nova ou chamativa. Gosto muito disso é só espero coisas boa desse anime.

Comentários