Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

A cada episódio que passa eu fico mais na dúvida se estou realmente gostando desse anime ou não. Eu acho que a história é daquele tipo que te prende, ainda mais se levarmos em consideração que tem uma duração bem pequena, o que faz parecer que nem aconteceu nada e eu penso que esse é exatamente o ponto onde eu estou dividida a respeito disso. Não me entendam mal, eu estou gostando da história em si, – por mais boba que possa parecer –porém eu me encontro meio frustrada com esse tipo de final abrupto, ou história curta e corrida.

A ideia de uma história mais corrida, sem muitos detalhes, tem seus pontos negativos. Desenvolver a história de cada personagem requer tempo, porém é algo que eu gosto bastante e é exatamente isso que esse anime não possui. Estamos o tempo todo correndo para encaixar tudo em um tempo minúsculo, mas claro, eles estão focando na história principal, não em o que cada um é.

Essa falta de interesse por personagens secundários fica bem clara, também, quando chegam as cenas onde pessoas desconhecidas participam, mas são representadas apenas como uma figura cinza, como se dissesse que saber quem é aquela pessoa, ou não, não faz a menor diferença.

O que diabos está acontecendo?

A parte realmente boa disso tudo é que não temos muita enrolação. Percebam que não usei a palavra “nenhuma” justamente porque estamos sendo enrolados semana após semana a respeito daquelas cenas onde a Hinako aparece sentada, dando um tipo de depoimento sobre que aconteceu, como se estivéssemos vendo apenas as lembranças dela. Eu estou muito curiosa para saber o que aconteceu para a Hinako chegar ali e não acho que apenas oito minutos estejam me satisfazendo em relação a isso. Eu termino cada episódio pensando que poderia ver mais um pouco tranquilamente e que não estava nem perto de me cansar de assistir.

Ele parece ser bem importante mesmo

Mas pensando especialmente nesse episódio, aconteceram algumas coisas e tivemos outra revelação importante. Claro que ela não poderia ter só um irmão gêmeo desconhecido, ela tinha que ter um irmão mais velho que, supostamente, é o maioral naquela escola.

Acho que ficaram sem criatividade quando foram desenhar eles….

Algo que achei estranho foi a última cena desse episódio. O cara de cabelo verde – que possui um monte de mini cópias, mais conhecidas como irmãos – passou o tempo todo correndo de uma briga, enquanto a Hinako insistia nisso, o que teria feito ele mudar de ideia afinal? Será que não foi realmente ele que mandou aquele bilhete? Isso pareceu bem estranho para mim. Algo que passou pela minha cabeça, como uma suposta explicação para ele ter mudado de ideia, era o fato dela ter ajudado um de seus irmãos mais novos, logo no começo do episódio. Não acho que aquela cena foi colocada ali por nada.

Estou desconfiada de que os episódios desse anime vão seguir sempre com ela tentando vencer cara por cara, em busca do poder absoluto naquela escola, onde haverá o grande encontro entre irmãos. A questão que não sai da minha cabeça no momento é: como será que o irmão mais velho dela irá reagir? Será que ele vai saber que não é de fato o Hikaru? Ou será que ele não irá desconfiar nem um pouquinho e partir logo para a briga? Creio que ainda falta muito tempo para eu descobrir isso.

Comentários