Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Já falei nos artigos anteriores sobre o quanto eu acho que este anime tem melhorado, porém esse último episódio esteve longe de ser um dos melhores, pelo menos para mim. Talvez por eu não ter curtido tanto essa história principal, em que não teve muita coisa, ou também pode ser pelo fato de estarmos fugindo novamente da história central do anime. De qualquer forma, continuamos em um bom ritmo para um slice of life.

Deu para perceber em apenas um parágrafo que não gostei muito desse episódio, então me desculpem se eu acabar não falando muita coisa. Eu não faço o tipo de garota que curte uns robôs gigantes, mas quero deixar claro aqui que se você gosta disso, você com certeza vai ter uma opinião bem diferente da minha. Claro que tivemos mais coisas além disso, mas no final desse episódio eu já estava com vontade de dormir, quase não consegui ver tudo de uma vez.

Não tem como ter a Akko como a sua preferida

Acho que um ponto que me desagradou bastante foi que acabamos tendo mais do mesmo. Pode ser que você não pense assim se gostou de toda aquela cena de monstros gigantes, mas na minha cabeça eu só consegui ver uma Akko muito desastrada, que grita o tempo todo e que acaba atrapalhando tudo. Creio que muita gente tenha um pouco de repulsa dela por conta disso, o que não é diferente para mim. Definitivamente ela está longe de ser o meu personagem favorito, mas também não tem como não torcer por ela, mesmo que no fundo eu só consiga pensar no fato de que ela é um fracasso.

Essa foi exatamente a minha reação

O episódio começou bem diferente, eu fiquei o tempo todo com aquela esperança de que ela poderia reviver uma outra palavra, mas novamente eu me decepcionei. No fundo eu achei a história um pouco sem sentido, afinal elas quase não gastaram tempo para modificar o barco de forma que ele virasse um transformer em poucos segundos. Claro que a Constanze é um gênio em relação a construir robôs, mas ainda assim achei muito exagerado. Ok, eu não deveria me preocupar tanto em ver sentido nas coisas, afinal elas são bruxas que podem se transformar em bichos de qualquer tipo, mas o meu lado que não gosta de robôs gigantes não consegue tirar da minha cabeça o quão decepcionada eu fiquei ao final do episódio – me desculpem!

Até que ficou legalzinho

Vou defender um pouco toda essa história de robô gigante. Achei a ideia um pouco legal. Foi diferente sim, bem fora do normal, mas talvez muito fora do que eu tinha me acostumado com o anime. Particularmente achei uma grande viagem, mas como é que posso pensar isso depois daquela episódio dos cogumelos? No mais, a cena onde ele aparece, juntamente com as cenas do barco voador, foram bem bonitas. Acredito que deve ter sido bem engraçado para as pessoas que curtem animes assim. Pelo menos eles colocaram alguma referência sobre as sete palavras, eu já tinha percebi antes mesmo de falarem que o barco tinha uma grande semelhança com o Shiny Rod.

Constanze foi inteligente em recusar e expulsar a Akko do seu laboratório. Ninguém deveria aceitar a presença dela em um lugar que pudesse gerar qualquer tipo de perigo, a não ser que você queira de fato morrer. E está aí outro ponto onde a Akko consegue ser bem chata, ela é extremamente irritante. Ela é aquele seu amigo que é irritantemente insistente, aquele que você quer mandar longe, mas que nunca desgruda de você. Mas a situação dela fica pior, porque além de ser tão insistente assim, ela acaba estragando tudo que toca, ou pelo menos fazendo dar muito errado. Apesar disso, o protagonismo – na minha opinião – acaba a ajudando no final das contas, já que ela sempre dá um jeitinho de fazer as coisas funcionarem. Talvez esse seja o ponto onde entendemos que a insistência dela não é de todo ruim, mas ainda assim ela é irritante.

O que será que ela está aprontando?

Continuamos vendo a Croix fazendo coisas erradas de longe. Ela está sempre por ali, arrumando algum jeito de fazer uma de suas experiências do mal. Claro que aquela cena do encontro dela com a Ursula foi feita para nos deixar impactados com tudo, porém eu não consigo acreditar nem um pouquinho que não teria nada que a Ursula pudesse fazer para impedir o que está por vir. Afinal ela é a Shiny Chariot (ou era).

Por fim, acho que o anime pode melhorar bastante. Talvez tenha sido apenas questão de gosto pessoal, mas foi bem difícil não detestar totalmente esse episódio.

Comentários