Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

E ae pessoal!!!!!! Um episódio de Haine que não foi sobre o Leonhard. Olha, fica até difícil de escrever assim, não estou acostumado a isso!! Mas vamos logo conferir como foi!

Fala galera!!  Desde o episódio passado não temos tido uma participação genial do Haine e nem dá, o primeiro (e talvez único) personagem em quem  o grande Haine confiou, chegou pedindo passagem  e se prova cada vez um ser exemplar. Não há personagem mais íntegro em animes que o Viktor, a lista de predicados do sujeito é quase infinita e até pelo que vemos ele é bom em tudo, chega até a ser overpower isso (agora como ninguém reconhece eles??? Era para eles serem os principais destaques do reino… Se bem que só nesse episódio, o rei vestido de garçom foi escoltado pela guarda real no meio da rua, acho que essa cidade não liga muito para as celebridades…).

Olha só o Haine me copiando

Tivemos uma história sobre o Licht. É engraçado como um acontecimento, seja ele de qualquer escala, marca alguém. Licht foi marcado por achar que seu pai estava ausente quando enfermo, e isso basicamente definiu sua personalidade o levando a ações como trabalhar numa cafeteria, mesmo não havendo, a princípio, motivos para isso, além de arruinar a imagem do reino (como ele resolveu a situação da sinuca e ainda descolou uma mina com isso foi genial).

É muito interessante ver métodos poucos ortodoxos de se lidar com problemas serem utilizados para resolver os problemas nesse anime, principalmente vindo do Viktor (será que o Haine aprendeu com Viktor ou foi o contrário?). O método era tão arriscado que nem o Haine foi a favor, mas enquanto se desenvolvia, o Viktor executava de maneira tão magistral que ficou claro para todos os envolvidos o que se queria transmitir e assim todas as desavenças e desentendimentos somem, cada lição que esse passa…

Nas palavras de Haine: ” Que artimanha estranha é essa, Viktor?”

Nesse episódio tivemos praticamente o acontecimento mais interessante até agora: apareceu um antagonista para a história, alguém que quer usurpar o trono, o Conde de Rosenberg. Gostei muito da roupa de vilão dele, exala vigarice. Não sabemos muito ainda sobre ele, mas que ele vai causar confusão e criar situações problemáticas para os príncipes, isso foi uma promessa do anime, porém ele já caiu no radar do grande tutor real e isso pode ocasionar a volta das mitagens do Haine.

O cara tem tudo para ser um grande fdp

Então pessoal, o post fica por aqui e até a próxima!!!!!!!!!!!

  1. O anime tá ficando mais interessante, até pelo fato de mostrar algo a mais dos quatro príncipes além das primeiras impressões mostradas no começo da série. No caso, o foco foi no Licht, o mais estiradinho e galanteador dos quatro, que mostrou ser mais responsável e sociável; gostei muito da cena quando teve de atender o Haine, mais engraçado as reações de ambos – desespero do jovem de um lado, pois seu disfarce ia ir por terra e do tutor real, que ficou hilário em sua forma chibi ao aceitar o sugestão dele de prato – agora, quem roubou a cena foi mesmo o Viktor. Este pai e rei tá mostrando que é capaz de querer entender seus filhos com métodos bem diferenciais, sempre com seu bom humor e carinho que tem com seus filhos.

    Não me espanto que ninguém reparou que sejam rei e príncipe, até porque pode ser que sejam pouco vistos pela população não nobre do reino; pois é mais comum este pessoal apenas aparecer mais perto do seu povo em ocasiões especiais. Tipo os parentes que tenham alguém que seja famoso: sabemos quem é o famoso, não a sua família e pessoas não famosas. Quanto ao tal conde, foi bem claro que vai querer fazer de tudo pra conseguir o trono, como acontece em histórias com a realeza.

    E sim, podemos esperar novas mitagens do nosso tutor real, pois nos dois últimos episódios, esteve mais quietinho na dele. Claro que bem envolvido nas situações e mostrando que entende bem a situação de cada um dos príncipes e do rei; claro que a cena dele ficar chateado com o Viktor também foi bem engraçada de ver. Dá pra notar a camaradagem entre os dois, só falta mostrarem como se conheceram.

    • Poketoty

      Até o episódio passado, não se fazia ideia qual rumo o anime iria tomar, se só teriam situações cotidianas, ou aconteceria algo, para nossa surpresa, aconteceu algo, temos um caminho nítido agora no anime. Foi bem interessante saber que o Licht não era o que parecia, fica mais interessante ainda se você for pensar em quem será o novo rei, por que os dois candidatos aparentemente mais fracos, de uma hora para outra viraram ótimos candidatos.
      Ainda não estou tão convencido deles ficarem indo para cidade e ninguém reconhecer, mas é aceitável e até passa mais despercebido considerando todas as mitagens do Haine e tudo que o Viktor faz, só assistindo até o último episódio para saber o qual é o passado do Haine e a relação com Viktor.

Comentários