Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Primeiramente peço desculpas pelos atrasos dos artigos a respeito desse anime. Dito isto, vamos ao que realmente interessa, que são os comentários dos dois últimos episódios de Grimoire of Zero.

A vida do Mercenário não é fácil, pois além do preconceito por ser um bestial, ele é caçado por bruxos que querem a cabeça dele para fazer rituais. Para piorar ele percebeu que foi iludido pelo Treze, que ao manipular suas dúvidas, fez com que ele se separasse da Zero.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


O tigre e o lobo

O Mercenário mais uma vez viu como a vida pode ser cruel (não que ele não saiba disso) quando ele descobre que foi usado para livrar uma taverna de outros bestiais. Ele realmente confiou na garota que tomava conta desse local com seu pai, pois até contou seus sonhos para ela. Essa situação foi triste porque por mais que ele saiba que a vida de um bestial não é fácil ainda pode existir pessoas que podem verdadeiramente confiar em um apesar de toda má fama que eles possuem. Depois dele ter sido afastado das pessoas que confiavam nele (Zero e Albus), ele encontrou numa garota que ele conheceu por acaso alguém que poderia confiar, mas no fim foi apenas mais uma ilusão. Essa garota mais o seu pai viveram uma tragédia causada por um bestial, portanto é compreensível suas ações para com o Mercenário.

Quando ele conheceu a Zero e o Albus, ele se cercou de pessoas confiáveis, especialmente a Zero, que poderia ter escolhido qualquer um para acompanhá-la em sua jornada, mas ela quis escolher justamente aquele bestial em forma de tigre.

Graças ao Treze, o Mercenário e a Zero estão separados, o que os torna mais fracos. Mesmo depois do conflito entre os dois, a bruxa sente falta dele e deseja do fundo do coração a sua volta. A grande prova do vínculo entre eles é a magia, em que ele ao ser atingido por alguma coisa, seus ferimentos são automaticamente transferidos para ela.

Quando a situação está ruim, ela pode piorar, pois não basta ele ser ter sido enganado pelo Treze e ser usado por uma garota, ele tinha que ser caçado por um grupo de bruxos aparentemente liderado por um velho conhecido (o bestial em forma de lobo). Nessa parte é que ficamos sabendo que esse bestial tem ligações com a famosa bruxa Sorena.

Um dos principais entretenimentos da população nessa época é ver bruxos sendo queimados na fogueira

No episódio 8 é abordado a relação entre o bestial lobo e a bruxa, mostrando desde como se conheceram até como ele virou guardião de sua neta. Tudo isso serviu para preparar  o espectador para a grande revelação que iria ocorrer no decorrer do episódio.

Nesse episódio mostrou o bestial lobo de forma diferente de quando ele foi apresentado na primeira vez, quando ela escravizava algumas mulheres. Agora vimos um lado aparentemente mais simpático dele, além de mostrar que ele não é completamente mal, passando a se aliar ao Mercenário.

Eu fui pego de surpresa com a revelação de o Albus ser descendente da Sorena. A admiração do personagem por ela não era apenas pelo fato dela ter sido uma grande bruxa, tinha um motivo familiar. A revelação foi interessante e importante para a história. Agora falta sabermos como o homem-tigre irá salvar a Zero.

Muito obrigado a todos que leram este singelo artigo, e até a próxima!

  1. Começando pelo episódio 7, ele foi razoável, mesmo eu esperando melhor. O mercenário sempre teve as suas ressalvas no que toca à Zero, o que foi normal, já que ele não a conhecia a bastante tempo. Mas ainda assim, a atitude dele, foi um pouco exagerada, um mercenário quando aceita um trabalho, não deve questionar as intenções do seu empregador. Quando o Mercenário perambulava pela cidade e vê o que os seus conterrâneos fazem, foi bem interessante, pois por causa da porcaria que os outros bestiais fazem, mancham a imagem dos outros bestiais, fazendo com que as pessoas olhem de lado e tenham medo dos bestiais. O sentido de indignação e raiva do Mercenário em relação aos outros bestiais faz muito sentido, já que por causa de uns bestiais que se comportam como autênticos animais, os restante são tratados com completo desprezo. O maior exemplo disso, foi quando o Mercenário foi comprar uma bebida e antes dele estavam lá outros bestiais a exigirem bebidas sem pagar, o murro que aquela bestial com cara de porco levou do Mercenário, foi mais do que merecido. Mas é nesta parte em que eu queria chegar, aquela garota da taberna, nesse preciso momento viu a oportunidade de arranjar alguém que protegesse a taberna/pousada do seu pai. Eu sei que a garota agiu por interesse, mas ela não fez por mal. Já que a mãe dela tinha sido morta por um bestial que tinha tido um daqueles ataques, que fazem os bestiais quererem comer carne humana. Mas a maneira como ela o fez, é que foi de má fé, de certeza que se ela tivesse pedido ajuda ao mercenário, este a teria a ajudado de bom grado (se bem que ela teria que despender algum dinheiro). Quando o mercenário descobriu as verdadeiras intenções da garota, claro que ele se sentiu traído e magoado, mas ainda assim não fez grande alvoroço sobre o assunto. Passando à parte, em que o Mercenário é perseguido por um grupo mercenário de bruxos às ordens do bestial com cara de lobo. O Mercenário como sempre, até certo ponto conseguiu se defender, mas um dos bruxos conseguiu acertá-lo. Eu já sabia que ele não ia ser ferido, por causa daquela magia de protecção que a Zero tinha colocado nas costas dele no inicio do anime. Ele sentiu o golpe, mas não ficou ferido, já que o dano foi todo para a Zero, E acho que foi aqui, que o Mercenário começou sentir-se culpado pelas palavras amargas que disse à Zero. O bestial com cara de lobo se deu mal, já que os bruxos também queriam a cabeça dele, aquilo que eu ri, quando o lobo descobriu que foi traído pelos bruxos que contratou. Aquela parte em que o Mercenário entra em estado berserk, com a aquela vontade de comer carne humana, quase tive pena da bruxa que ia ser comida. Por sorte dela, as palavras da Zero ecoaram na cabeça do Mercenário e este voltou ao seu estado normal. Ele até deixou a bruxa fugir sem a matar, o Mercenário está a perder qualidades.
    Passando ao episódio 8, este para mim já foi bem melhor e respondeu a algumas das dúvidas e desconfianças que eu tinha sobre certos personagens. Eu desde o inicio que eu sabia que a Zero, não tinha segundas intenções quando se juntou ao Mercenário. Aquela parte em que o lobo, neste episódio 8, diz que a história dos bruxos quererem as cabeças dos bestiais para fazerem rituais é tudo treta. A culpa dessa situação é por causa das mulheres nobres mal amadas, que pedem aos bruxos cabeças de bestiais para fins afrodisíacos. Pelo visto o bestial lobo, não era tão mau, como parecia nos episódios anteriores. Ele afinal nasceu humano, ainda por cima nobre, como ele foi estragar a sua vida acomodada, por causa de dormir com as mulheres de outros nobres. Mas esta parte aqui soou meio conveniente para o roteiro, já que o lobo para mim sabia lutar muito bem, isso dele fugir do outro nobre que levou um par de chifres foi muito conveniente, para a história deste episódio. Mas depois quando ele estava a fugir, encontrou a a Bruxa Sorena e de imediato ficou fascinado por ela (e não é por menos a Sorena era muito bonita). Afinal o lobo não se ia tornar um servo da Sorena, só por causa da sopa que ela lhe deu quando eles se conheceram. O Lobo apaixonou-se por ela, mas como ela não quis nada com ele, ele tornou-se servo dela. O Lobo ficou tão leal à Sorena, que até lhe pediu que esta o tornasse em bestial, logo aqui se descobriu que talvez o processo reverso possa ser usada para transformar bestiais em humanos. Aquela parte do flashback em que mostra o Lobo a tomar conta da neta da Sorena foi bem engraçada e agradável, afinal até um bestial tem coração. Mas voltando à Sorena, ela para mim, do pouco tempo que ela foi mencionada e mostrada do anime, ela seria a melhor personagem do anime. Bonita, inteligente e madura, ela fez de tudo para ajudar as pessoas, ela só se sacrificou para que os aldeões que estava atrás dela, não destruíssem a floresta toda. Nesta parte do flashback tive pensa do Lobo, já que ele parecia bem triste, quando a Sorena se despediu dele (ele de certeza que gostava dela). E é aqui, que se descobre que talvez o Treze esteja por detrás da morte da Sorena. Para mim faz bastante sentido, já que o Treze quer destruir os bruxos, principalmente os mais fortes. Será que o Ele que acompanhava o Albus, não roubou o Grimório, afinal não seja o mau da fita, ele se calhar fugiu com o Grimório para evitar que este caísse nas mãos do Treze. Finalmente se começa a perceber o certo interesse, do Treze pela Albus, esta tem o sangue da Sorena a correr-lhe no corpo. Como se sabe a Sorena era uma grande bruxa, logo uma descendente directa está cheia de potencialidade de ser uma grande bruxa também. Mas vamos passar à surpresa do episódio, o Albus afinal é uma garota e ainda por cima, neta da Sorena. Dai ela sempre defender a inocência da bruxa Sorena com unhas e dentes. A tanta admiração que a Albus tinha pela bruxa Sorena era verdadeira. Aquele discurso da Albus na estaca, foi meio fraco, já que a intenção dela fosse a insurreição dos bruxos, nenhum dos bruxos que estava naquela praça, ia comprometer o disfarce para a salvar. O melhor nesta cena da fogueira, foi a reacção do Bestial Lobo, perceber que a pessoa que o Mercenário estava a resgatar era a neta da Sorena. E a reacção do Mercenário ao perceber que o Albus era uma garota, foi bem engraçada. A parte do resgate foi muito interessante, quem diria que o mercenário tinha acesso a granadas de fumo, se bem que o anime passa-se numa altura em que a pólvora já existia. O Treze é o grande vilão do anime, aquele discurso dele sobre os bruxos estava cheio de veneno. O Treze é como as cobras. sabe espalhar o veneno muito bem. Já para não falar daquela multidão eufórica para ver a queima de um bruxo. Quando as pessoas estão alegres às vezes são mais fáceis de manipular e o Treze sabe bem isso. Uma pequena curiosidade, durante a época da Inquisição aqui em Portugal, era normal as pessoas se reunirem para ver pessoas a serem queimadas na fogueira. Tal prática era tão normal, que as mulheres faziam bordados durante as execuções na fogueira e algumas famílias chegavam a fazer um piquenique durante o espectáculo dos horrores que era ver pessoas a arderem na fogueira.
    Antes de terminar, vou falar um pouco sobre a Zero, Ela parece que não ficou assim tão magoada com o Mercenário, afinal quando ela queria escapar do quarto em que o Treze a prendeu, se referiu ao Mercenário de forma bem carinhosa.
    Como sempre, mais um excelente artigo de Grimoire Of Zero Flávio.

Comentários