Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Sinceramente, eu até que gostaria falar bem de Atom, mas não consigo, até mesmo esse episódio que não foi tão horrível pareceu “horrível” para mim, talvez todo esse meu “ódio” por Atom esteja me cegando e impedindo que eu veja a realidade diante de meus olhos. Esse episódio 7 certamente NÃO foi bom — no mínimo “legalzinho” — mas como já disse, não consegui enxergar nada além de um show de horrores.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Esse episódio tentou “desenvolver” (muitas aspas) a Ran, irmã sem graça e chatinha do narigudo. E sendo sincero? Caguei. Sério, eu não poderia me importar menos com essa personagem. Por quê? É simples! A personagem sempre foi inexpressiva e apática, mas nem é por essas características em si, a verdade é que não consigo me importar com ela porque o anime nunca quis que eu fizesse isso antes. Além, claro, das características já citadas, que não ajudam em nada para — no mínimo — fazer a personagem se destacar.

Resumindo o episódio, Ran e o clube da escola — do qual ela faz parte — participaram de uma competição intercolegial de resgate utilizando robôs. No caso, o clube dela se focou na construção e desenvolvimento de um robô humanoide, que por sinal, já era uma tradição da escola delas. E o interessante é que o anime nunca citou ou mostrou as parceiras dela ou esse clube, se citou em algum momento, me desculpem, eu definitivamente não lembro. Sendo assim, também não poderia me importar menos com essas personagens, que demonstravam dificuldade na elaboração do robô humanoide. Ainda mais no final do episódio, quando elas enfrentaram um problema X. Nesse momento de dificuldade envolvendo as garotas, sequer reagi, apenas fiquei encarando fixamente a tela — do meu celular, pois meu computador ainda está morto — pensando: “Jesus podia voltar logo, né?”.

Aliás, mesmo com as garotas demonstrando dificuldade, a Ran ajudou-as. Contudo, na minha opinião, não foi da melhor forma possível, já que de forma inexpressiva e apática ela meio que deu um puxão de orelha em cada garota, fazendo elas ficarem com uma autoestima negativa e quererem desistir, pois acharam que poderiam estar atrapalhando a garotinha chata.

Enquanto isso, os protagonistas-figurantes continuaram sendo figurantes, ainda não conseguiram entrar de cabeça no plot principal do anime — se é que existe um plot principal. O mais engraçado disso tudo é que eles receberam um convite para o torneio (aleluia), mas o narigudo não tá muito confiante perante a isso. Ou seja, até mesmo outros personagens estão tentando encaixar eles no “plot principal”, mas os idiotas nem dessa forma conseguem deixar de ser figurantes. Bom, parece que de alguma forma os protagonistas-figurantes conseguirão se conectar ao plot principal no próximo episódio (eu espero que sim).

Só pra concluir, o episódio se focou na Ran e tentou mostrar também que a construção de um robô humanoide não é tão fácil quanto parece. Algo que me incomodou foi o final, achei conveniente e extremamente ruim tudo despencar logo na vez das garotas, esse tipo de conveniência já vem sido explorada em Atom faz semanas. Pelo menos, o final não foi todo ruim, apesar de achar repentino e um tanto quanto “jogado”, as garotas mostraram que não são tão inúteis e utilizaram um programa desenvolvido por elas mesmas, que no caso, foi o salvador da pátria — depois do Atom, porque ele tem que ser badass em quase todos os episódios. O torneio tá chegando, no próximo episódio já deve começar, então creio que dessa vez o plot principal e o mundo da lua dos protagonistas-figurantes vão de fato se unir. #ChegaLogoTorneio

  1. Este título diz tudo, apesar de que foi o melhorzinho e seus desejos foram atendidos: vai ter torneio.

    Até curti o episódio, o problema foi a legenda meia-boca do fansub; não dava pra traduzir as placas, até o e-mail ficou só em inglês… não sei como ainda estou aguentando assistir isso. Se tivesse outro fansub legendando esta série, dava pra aproveitar mais o seu raso enredo. Pra mim, os problemas são dois: os roteiristas não sabem aproveitar o contexto e o material original é bem escasso, o que dá esta sensação de “podem fazer melhor que isso”.
    Porque potencial, Atom tem de sobra. Olha, tem três alternativas: continua nesta tortura de analisar os episódios, que dá pra sentir sua frustração a cada análise, o que dá pena; desiste antes que seja tarde ou analise o anime em geral, assim que terminar. De todo jeito, a decisão é sua. Por isso que análises semanais são uma faca de dois gumes, onde pode a série ir bem ou não.
    Te desejo sorte!!!

Comentários