Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Depois de Eromanga-sensei estabelecer todas as personagens que formam o “quadrado amoroso” do anime, chegou a vez de dar destaque para cada uma delas. Este episódio teve foco total na Yamada, e até descobrimos seu verdadeiro nome: Emily.

Se pra você não estava claro que Yamada gostava do Masamune, acho que não tem como ficar mais evidente depois desse episódio. Até o protagonista conseguiu entender seus sentimentos, mas ele já escolheu uma das garotas. Toda história sobre a excursão para coletar dados que Yamada inventou, foi só pra ela ficar a sós com Masamune em uma ilha, o que acabou dando certo, mas não como ela queria.

( ͡͡ ° ͜ ʖ ͡ °)

A conversa que os dois tiveram no final do episódio foi uma das cenas mais bonitas do anime, e o ambiente ajudou bastante. Só faltou ela se declarar pra ele explicitamente, o que acho que ainda vai acontecer até o anime acabar. Outra coisa legal desse episódio foi o fato da ilha ser a inspiração para os lugares onde a história dela se passa. É claro que só alguém com muito dinheiro, como ela, poderia fazer isso, mas as histórias ficam muito mais interessantes quando se tem um tipo de referência como aquela.

Muramasa, a outra concorrente, acabou ficando um pouco de lado, mesmo estando na ilha com os outros. Gostei dela ter voltado com a personalidade assassina, mas parece que o anime vai continuar focando na sua expressão tímida e envergonhada. Enquanto Yamada realmente gosta de Masamune e pretende até se casar com ele, se for rejeitada (de novo), Muramasa pode pelo menos se contentar como fã do escritor. Aliás, ela leu o que Masamune escreveu ou não?

É essa Muramasa que o Brasil quer

Se ela ficou de lado, imagina Sagiri, que teve que ficar em casa? O episódio ficou bem melhor sem ter a irmãzinha chata enchendo o saco o tempo todo por causa de ciúme, e sinceramente não vejo porque Masamune a escolher entre as três opções. Ainda acho que a única coisa boa da personagem é sua personalidade de um velho tarado.

Por que ela está falando do Izumi em terceira pessoa?

Ainda tivemos nessa viagem dois outros personagens homens além do protagonista, o que consideraria um grande avanço para o anime se eles não tivessem pouquíssimo tempo em tela: o irmão da Yamada, que inclusive já apareceu em outro episódio, e o escritor de light novel masculino, que está apenas cumprindo cota. O personagem é tão inútil que ele não está na wikia do anime e nem no MyAnimeList. Pelo menos os três protagonizaram uma das cenas mais engraçadas de todos os episódios que foram lançados até aqui.

Essa cena valeu o episódio

Além disso, o anime parece estar se esquecendo da Megumi, que poderia muito bem entrar na disputa pelo Masamune, e a dona da loja de light novel. Afinal, por que não? Se é pra fazer um harém, vamos fazer um harém direito, dá até pra colocar a Ayame também. Se organizar direitinho ninguém sai no prejuízo.

Mesmo sem participações especiais dessa vez, a sacada no final do episódio colocando Yamada como protagonista do anime foi muito boa, o que indica que ela não vai desistir de Masamune tão cedo. Julgando pelo andamento da história, diria que a próxima garota a receber foco é a Muramasa, que mesmo sendo rejeitada uma vez, não tem medo de acontecer o mesmo de novo. Isso seria determinação ou burrice?

Mesmo sabendo que Sagiri vai ser a escolhida no final, vamos ver até onde o anime vai e como será resolvida a rivalidade entre as garotas. Só espero que as light novels voltem a ter uma certa importância, já que essa era uma das coisas que mais me animavam na história.

Estamos aguardando o lançamento

Comentários