Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Como eu havia previsto, Reinai Boukun chega ao seu arco final, e ao contrário do que eu pensei, sim, foi interessante. Naquele momento onde a Guri foi chamada pela Shikimi para conversar, ela decidiu se afastar um pouco dos outros para ver que diferença fazia, o Aino até tenta procurar por ela, mas mesmo procurando, continua vivendo sua vida normalmente, e em alguns momentos até se divertindo com a Akane e a Yuzu. A primeira que está pura alegria com a sumida da Guri, e a segunda mostra mais compaixão estando bastante preocupada, mas tudo que o Aino diz é “é a Guri né?”. Não o culpo, eu faria o mesmo.

No meio do episódio a Guri se mostra bastante confusa em relação ao que sente, e sonolenta demais sem motivo aparente.

Claro, ela é nosso alívio cômico

A Shikimi, mais estranha e irritante do que nunca, tenta interferir negativamente no casal Representante e Professor do terceiro ou segundo episódio (não lembro) mas o Aino interfere, então com raiva, ela o “tortura” prendendo-o na parede e forçando beijos. No meio da tortura ele pergunta pela Guri, mas ela responde com a mesma “putaria” de sempre, o que me irrita horrores. Após essa cena revelam o que houve com a Guri, citado no começo do artigo, até que a Akane aparece para salvá-lo, e a Shikimi fala algo que pode ser levado para o resto do episódio.

As duas “lutadoras” têm uma discussão besta que é interrompida pela Guri, que estava observando da árvore, caindo sonolenta. O Aino começa a reclamar com ela brutalmente, a Yuzu tenta intervir. A Guri pergunta ao Seiji se ele estava preocupado com ela, e o que ele sente por ela, e ele responde com isto:

Depois dessa resposta brutal, a Guri fica chocada e não escuta mais nada. Esse fato a faz parar de acreditar no amor.

Segundo Corally, quando anjos param de acreditar no amor, os mesmos viram demônios. Quando “volta a si” a Guri é envolta por asas com uma penugem negra, ficando dentro delas por um tempo, e neste mesmo, o demônio-san aparece, mostrando que a Shikimi e tudo que ela fez provavelmente fazia parte de um plano dele. Após essas revelações, a Guri vai embora, dizendo não ser a mesma, e a Shikimi junto ao demônio (parecem até primos) vão embora. A Guri começa a separar os casais que ela mesma uniu até dar o fim do seu expediente. A Yuzu tenta convencer a Akane e o Seiji a irem com ela ajudar a Guri, mas a Akane se mostra relutante, não se importando com a situação da Guri, dizendo não ser sua amiga e que isso é problema dela, mas o Aino, pelo menos neste fragmento do episódio, não se comporta como um babaca e não fica do lado da Akane, que consegue ser “xingada” pela própria irmã de cabeça dura (o que pra Yuzu é muita coisa), assim terminando o episódio.


Renai Boukun deu um salto de qualidade e enredo que eu particularmente não esperava. Não que tenha ficado fenomenal, longe disso, mas que melhorou não dá pra negar. Estou ansioso, e mesmo sabendo o que virá, espero que venha de uma boa forma. Para quem já assistiu muitos animes sabe o que acontece agora, para quem não, é melhor eu não contar.

Comentários