Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Tá aí a resposta para a minha pergunta, não estavam todos os problemas resolvidos, esqueci do fato do Azumi não contar aos pais da pretensão de ir para a Koumei. Claro que não ia ficar de graça, teve um episódio todo para resolver este problema. A Akane me parece 100%, mas o Azumi ainda tem esse arco para finalizar.

Agora sua mãe percebe que ele está estudando mais, parecendo se importar mais com o futuro. Neste episódio, os dois momentos “uma vez o Dazai me disse” foram lindos, o primeiro foi “Decidir que não há esperança para mim, antes mesmo de começar, não é nada além de preguiça”, e o segundo vem no final. Mãe e filho vão ao colégio para a reunião com a professora para, algo que parece comum no japão, decidir em que colégio ele irá fazer o ensino médio. Lá ele conta bem do nada que vai para a Koumei, e a professora entrega que a Mizuno vai também. Chegando em casa, no jantar, mãe, pai e filho discutem o motivo desta escolha. Azumi, claro, fica sem ter como explicar que vai por causa de uma namorada e chega até a tratar a mãe com desrespeito, deixando a casa com um clima pesado.

Pesquisas comprovam que 100% dos pais dizem esta frase

Ele começa a meter a cara nos estudos, conversando com a Akane em alguns momentos, que por sua vez está fazendo um cachecol de presente de natal para o seu namorado. A Akane tem uma conversa com a sua irmã, que a vê fazendo o presente e pergunta como vão as coisas, e como serão daqui para frente. Ela conta que eles vão para o mesmo colégio, deixando a irmã perplexa com o fato dele fazer tanto sendo que um dia eles podem terminar: de quem seria a responsabilidade? Claro que ela responde que nunca vão terminar e fica por isso mesmo. Mesmo com o Azumi mantendo o “climão” e negando jantar com a família, sua mãe o oferece comida em seu quarto, demonstrando certa mudança.

Me deram fome esses bolinhos da mãe dele

Na escola, o boato do Azumi ir para a mesma escola da Mizuno se espalha, pegando os dois desprevenidos. A mãe do Azumi é chamada para conversar na escola, o conteúdo da conversa só é revelado no finalzinho.

O nosso casal, parecendo estar com saudades, marca um encontro no natal, em que ambos se presenteiam e se encorajam, sem contar com o passeio longo até o fim de tarde. Este encontro conta também com o beijo mais natural até agora dos dois, que será mais um dos meus wallpapers (vai ser a imagem destacada deste artigo, a primeira no caso). A Akane consegue passar na Koumei, o que era esperado. Para encerrar, temos a cena onde é revelada o conteúdo da conversa.

O Azumi acorda e vai à cozinha, seu pai está lá lendo. Quando o vê, fala sobre o ensino médio e lhe dá a permissão que ele queria para tentar a Koumei, mas caso não consiga irá para uma municipal. Ele conta também da sua mãe ser chamada ao colégio pela professora, que desacreditada, recomenda que ele não tente a Koumei com suas baixas notas, mas sua mãe mostra acreditar no filho e resolve lhe dar uma chance, já que o mesmo está estudando horrores. E o episódio encerra com a segunda e belíssima frase do Dazai, enquanto o Azumi está a caminho de sua prova “Tenho que chegar à altura do meu potencial. Isso é tudo que importa agora”.


Tsuki entregou um episódio com problemas enfrentados nessa geração, assim como um romance típico desta mesma geração também. Não tinham tantos outros modos de encaixar problemas no relacionamento deles dois, até porque já foram bem resolvidos muitos episódios antes, e assim como todo romance slice of life, problemas do dia a dia vem para deixar a trama mais completa e nos encher um pouco mais com os casais fofos que tanto amamos. Mesmo chegando ao fim, e com coisas “clichês”, Tsuki mantém sua qualidade se aproveitando dos ótimos personagens que detém, fazendo com que no final de tudo, sintamos mais falta ainda dos mesmos.

Comentários