Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Depois de uma semana de pausa, My Hero Academia voltou com tudo, trazendo mais detalhes do treinamento dos personagens em seus respectivos estágios. Além disso, já podemos ver uma movimentação da Liga dos Vilões e um desenvolvimento do arco do Iida, que pretende se vingar pelo que aconteceu com o irmão. Tudo está começando a ser armado para um ótimo segundo arco nessa temporada.

Curta o anime21 no facebook:

Para começar, tivemos o treinamento de Izuku com Gran Torino, um herói já na idade avançada, mas que ainda se mostra em forma. Por ser mais velho, podemos notar que ele usa uma máscara característica dos quadrinhos antigos de super-heróis daqui do ocidente, que eram usados para esconder sua identidade secreta. Além disso, o próprio personagem chama atenção pela sua dualidade, agindo como um idoso aposentado que esquece das coisas e o herói que ainda existe dento dele.

Suspense has been planted

Já podemos notar um avanço nas habilidades de Izuku, que acabou descobrindo como usar seus poderes observando a forma como um micro-ondas funciona. Esse tipo de metáfora é muito comum em treinamentos, agindo como um insight para resolver os problemas e dificuldades. Outra coisa que costumamos ver é alguém só fazer serviços domésticos, para depois perceber a importância daquilo nas lutas, o que pode acontecer com Mineta (ou não).

Não, Izuku. Você não é um Taiyaki.

Por falar nisso, também tivemos uma amostra de como os outros alunos estão se saindo, e até que muita gente conseguiu estágio em algum lugar. Em meio as apresentações, ainda podemos entender um pouco de como funciona o trabalho de um herói, como a forma que ele recebe o pagamento e o fato deles também poderem ter outros empregos.

Já sabemos onde isso vai dar

Um dos treinamentos mais interessantes de acompanhar será Iida, que terá uma mudança na sua personalidade através desse seu arco em busca de vingança. Outro que também pode mudar o modo de agir e pensar é Bakugo, que está com um dos heróis mais populares e deve ser discutido a diferença entre herói e vilão. Pelas suas ações, percebemos que Bakugo tem grandes chances de ir para o lado negro da força, mas esse estágio pode ser definitivo para ele ficar do lado do bem.

Aquilo no rosto dele é uma calça?

Ainda neste episódio, tivemos o encontro entre os principais inimigos apresentados até aqui. É interessante que Tomura e Stain, mesmo sendo vilões, ainda contam com ideais diferentes. Isso pode ser importante lá na frente, pois enquanto Stain quer matar todos os heróis, menos All Might, este é um dos principais alvos de Tomura. Também vimos nesta mesma cena o chefão deles, que não deve dar as caras tão cedo.

Stain é uma Tartaruga Ninja!

Ainda preciso comentar sobre a nova abertura e o novo encerramento do anime, que me agradaram bastante. O destaque fica para a versão medieval de My Hero Academia cantada por LiSA. Podia rolar um episódio com essa temática, já que temos um plot e o design character de todos os personagens. Fica a dica, Bones.

Eu estou gostando bastante dessa nova fase do anime, que tende a ficar mais séria com o decorrer dos episódios, inclusive por parte de Iida, que deve começar já na próxima semana. Acredito que o controle da habilidade de Izuku possa ser decisivo nesse novo arco e ainda acho que existem chances de Stain se redimir, mesmo com tantos assassinatos cometidos. Outra coisa que está se saindo bem é a preocupação do anime em mostrar o treinamento de todo mundo, até dos personagens mais secundários, e não focando apenas no protagonista.

O artigo termina por aqui, nos vemos na próxima semana e PLUS ULTRA!

Outra referência dos quadrinhos, onde era usada a letra”Z” para representar um personagem dormindo

Comentários