Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Um episódio bem acima dos outros em quesitos de arte, acontecimentos bonitinhos e grandes surpresas.


Anime21 Diário

Informe o seu e-mail para receber gratuitamente as atualizações do blog!


Gente… vocês não acham o Neji lerdo DEMAIS não? Normalmente, personagens de animes assim sempre são retardados, mas meu amigo… o Nejima exagera! Ele parece estar sem saber onde pisa, se está respirando ou não, sei lá. Ele demonstra não entender nada que se passa ao seu redor. Todos os personagens deste anime são bem únicos e com personalidades fortes, mas, infelizmente, o único que cai no buraco profundo do extremo clichê é o mais importante, o que todos amam. Provavelmente, ele ser assim faz parte do enredo, porém não tira o fato de ser chato.

:3

O que se passa em Koi agora é bem retratado pela abertura. Ele, o Nejima, vai ficar (ou já está? Não sei) dividido entre dois sentimentos. Um deles se trata do amor selvagem, aquele que seu coração não consegue resistir, aquele que você já “experimentou” e viciou, cuja a ideia de ter isso para sempre te deixa atordoado de prazer. O outro é aquele amor que também é inevitável, aquele amor sincrônico, os dois em perfeita harmonia, os dois precisando um do outro e se completando, os dois sendo necessários um para o outro. Eu já vivi (ou vivo, não sei) um problema desse. É absurdamente difícil se decidir, impossível para ser sincero, ainda mais para alguém como o Neji, que não quer ver a tristeza de ninguém que ama. Eu sei que já falei algo parecido no artigo passado, mas dessa vez está mais bem explicado.

Como decidir? Não há maneiras de saírem todos bem de algo assim…

Claro que eu fiquei um tanto chocado, assim como vocês também devem ter ficado, com a notícia do que a Ririna está fazendo poder ferrar com a vida do Neji. Achei interessantíssimo o fato dos casamentos arranjados poderem alterar o futuro de seus concursos, onde se você terminar com seu parceiro designado, pode perder vagas em futuros lugares que tentar entrar para trabalhar ou estudar. Isso coloca em jogo também seu futuro financeiro, outra coisa bem realista que podemos associar à vida real. Quem você escolheria se estivesse no lugar dele? Eu acho que vou optar pela Ririna. Acredito eu que a Takasaki é algo mais passageiro, um desejo mais carnal que pode ser esquecido com o tempo. Mesmo que o que ele tem com ela seja algo forte, acho que não é tão bonito e duradouro quanto o que ele tem, ou virá a ter ainda, com a Ririna.

Vou deixar para vocês aqui o clipe oficial na música de abertura de Koi to Uso, música que eu amo:

Koi vem numa crescente muito boa, um primeiro episódio bem forçado e acelerado seguido de outro apenas com apresentação de personagem, e depois começaram as teorias e coisas fodas acontecendo. Daqui pra frente o anime só promete muito, e talvez ele ajude pessoas a tomarem escolhas na sua própria vida, baseados no que acontecerá com o Neji.

 Então é isso minha gente, beijão no coração e até! <3

Comentários