Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá Leitores! Nesse momento que vos escrevo são exatamente 20:32 do dia 11/07/2017, e apesar de meio cansado eu decidi escrever sobre algum anime, no caso, Aiura.

Para esta resenha eu resolvi adotar um formato um pouco diferente do que normalmente faço, que é o de perguntas e respostas.

1 – Do que se trata esse anime?

Esse anime gira em torno da vida cotidiana de três garotas com personalidades distintas.

2- Qual a fonte do anime?

Mangá.

3 – Qual o estúdio que produziu essa obra?

Liden Films.

4 – Esse é um anime de “garotas fofas fazendo coisas”? Se sim, o que elas fazem?

Não, porque elas não fazem “nada” . E com “nada” eu quero dizer que o anime mostra apenas o cotidiano das personagens sem dramas ou algum tipo de urgência.

5 – Assistir personagens não fazendo “nada” não parece algo muito chato?

Na verdade não é como se as personagens não fizessem nada num sentindo literal. Elas fazem bastantes coisas, mas são coisas comuns que qualquer pessoa pode fazer, além do mais, o cotidiano dos personagens desse tipo de anime são geralmente divertidos.

6 – Qual a duração de Aiura?

Menos de 5 minutos.

7 – Essa obra é recomendada para quem? 

Para qualquer pessoa que queira relaxar, assistir algo leve ou gosta de animes moe.

8 – Vale a pena assisti-lo?

Essa é talvez a mais importante pergunta já feita até agora, e a resposta é sim, caso você, leitor(a), queira algo leve e divertido para assistir. A simplicidade é o charme desse anime, pois nele podemos ver que a vida comum também pode ser algo agradável de assistir. Além disso, temos personagens simpáticas e divertidas, sendo cada uma com uma personalidade diferente, fazendo com que o público se identifique com pelo menos uma delas.

Este artigo vai ficando por aqui. Espero que tenham gostado do formato, e principalmente do artigo a respeito desse anime muito simples feito para relaxar.

Sentimentos escondidos, os conflitos internos e a persistência dos sentimentos de tristeza são apenas algumas das nuances que acometem seus expectadores. Com suas perspectivas e objetivos particulares, um grupo de amigos distanciados pelo tempo se reúne na tentativa de aliviar uma antiga e especial integrante. Como os laços podem se desenrolar? Como a paz pode ser alcançada (e protegida)? Como as memórias podem transcender a existência? Eu sou Luiz Henrique e tudo isso (e muito mais) você encontra em AnoHana.

Ler o artigo →

O que três adolescentes estranhos, uma motoqueira sem cabeça, um bar(super)man, um médico clandestino (e seu amoroso papai), um carinha que está além dos humanos e acha legal misturar três jogos de tabuleiro numa partida só, otakus, gangues para todos os gostos, irmãs alucinadas (gêmeas ou não), estereótipos russos dos mais variados, um distrito de Tóquio e uma cabeça – sim, aquela que faltava – têm a oferecer? Bem, eu sou Luiz Henrique, novo redator aqui no Anime21 – primeira interrogação: o que esperar dos meus textos? Primeiro conselho: não perca seu tempo esperando; se você chegou até aqui, o resto é se lambuzar com o que Durarara!! E (x2) tem a dizer sobre quem somos, onde vivemos e algo sobre como russos podem ser estereotipados.

Ler o artigo →

Exercícios físicos são fundamentais para ter uma vida saudável (é contraditório eu dizer isso, pois sou sedentário), mas não basta só isso, precisamos ter hábitos alimentícios saudáveis também. Neste artigo eu convido vocês, meus caros leitores, a se exercitar com esse anime curto.

Anitore! EX é um anime curto que sabe muito bem combinar moe e fanservice, pois as personagens, embora tenham personalidades consideradas clichês, são simpáticas e fofinhas. E o fanservice mostrado se encaixa perfeitamente com a temática utilizada. Se você quer um anime que saiba usar fanservice, esse pode lhe agradar.

Como esse anime é muito curto, obviamente não tem como desenvolver uma grande história, entretanto, as personagens, além de serem fontes de fanservice fazerem exercícios, têm um objetivo, que é o de serem idols.

O que mais me chama a atenção em Anitore! EX, é que as personagens se comunicam com a câmera, como se estivessem falando com o espectador, gerando uma interatividade interessante com aqueles que assistem ao show. Tal estratégia é uma bela jogada, não só para atrair o público, mas para fazer com que se sintam parte daquela história.

Esta resenha (tão curta quanto o anime) fica por aqui. Obrigado a todos que leram, e até a próxima!

Olá, pessoal, quanto tempo!! Tudo bem com vocês? Passei muito tempo fora ocupado com algumas coisas, mas eu estou tentando voltar a trazer as minhas resenhas aqui pra vocês.

Quem talvez ainda lembra como é o meu estilo de resenha sabe que eu evito ao máximo dar spoilers, pois eu aprecio demais o fato de escrever resenhas que, tanto pessoas que assistiram e que não assistiram determinada obra, sempre se sintam convidadas a ler o que eu escrevo para decidirem assistir ou não a obra discutida no texto, além de poderem apresentar contrapontos às minhas ideias no caso dos que já assistiram.

Hoje eu falarei sobre Terror in Resonance (ou Zankyou no Terror), um anime bastante discutível, haja vista o fato de ser uma obra original, logo tendo levado características e experimentações de seu criador e diretor, Shinichiro Watanabe (Cowboy Bebop, Macross Plus, Sakamichi no Apollon, Samurai Champloo, Space☆Dandy).

Ler o artigo →

Dessa vez eu decidi fazer uma resenha de Classroom Crisis (CC). É um anime que eu sempre achei que merecesse uma análise. Logo, eu fiz uma pesquisa rápida e só encontrei sites/blogs com publicações de primeiras impressões, nada além disso. Sendo assim, sintam-se privilegiados, pois somente aqui no Anime21 vocês encontrarão uma resenha fechada desse anime. Ou melhor, pelo menos em português, sim. E, modéstia parte, eu caprichei. Então relaxem onde estiverem e aproveitem.

Ler o artigo →

Ignorado pela maioria das pessoas, mas não por este redator que vos fala, Cinderella Girl Gekijou é um anime muito recente que começou a ser exibido na temporada passada (primavera) e terminou há pouquíssimo tempo.

O Anime é um spin-off da famosa franquia The [email protected], e sua história gira em torno da vida cotidiana das idols do anime The [email protected] Cinderella Girls, com episódios de menos de 5 minutos. Além disso, a série tem 13 OVAs, cuja duração tem um pouco mais de um minuto. Somando a série para Tv e os OVAs, temos um total de 26 episódios.

Eu fiz as primeiras impressões sobre esse anime, e de lá para cá minha opinião não mudou muito. Eu ainda o considero um anime muito restrito. Para gostar dele, o espectador precisa ter assistido algum anime da franquia, em especial, o The [email protected] Cinderella Girls.

O anime é geralmente dividido em esquetes onde temos cenas engraçadas, cenas bonitinhas e cenas sem tanta graça assim. Para quem gosta de animes bonitinhos e já conhece The [email protected] Cinderella Girls, esse é a oportunidade perfeita de rever suas waifus personagens favoritas. Se você ainda não assistiu nenhum anime dessa famosa franquia de idols, mas gosta de moe, eu também recomendo, mas com ressalvas, pois como comentei antes, o show funciona melhor com quem já conhece a franquia (em especial, o anime The [email protected] Cinderella Girls).

Este artigo foi simples, mas foi direto aos pontos mais relevantes do anime. Espero que tenham gostado, e até a próxima!