Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Bom dia, boa tarde, boa noite! Como vai, tudo bem?

Bem, antes de tudo gostaria de me apresentar. Sou novo aqui no Anime21, meu nome é Hugo, e estarei escrevendo resenhas e também análises episódio a episódios de animes que estão por vir na temporada de abril… por falar nisso, já deu uma olhada no Guia da Temporada? Vale a pena começar a se programar, pois os animes estão excelentes!

Hoje venho trazer para você um pouco de um anime antigo, de 2005 (o mangá do qual é adaptação foi lançado em 2004). Estou falando de Suzuka!

Suzuka conta a história de  Yamato Akitsuki que se mudou de Hiroshima para tentar a vida em um colégio especializado em esportes, em Tóquio. Mas…

Ler o artigo →

Olá novamente, pessoal. Tudo Bem?

Como vocês podem ver, hoje eu vou dissertar um pouco sobre um anime erroneamente hypado e até um tanto ovacionado como sendo um clássico cyberpunk: Ergo Proxy.

Esse é um anime antigo que eu há muito tempo tinha interesse em assistir pelo fato de ser bastante elogiado e, principalmente, por ser cyberpunk, que é uma das minhas temáticas favoritas. Outra coisa que me chamava bastante a atenção era a obscuridade que a obra parecia ter, mas que, ao assistí-la, isso se mostrou como um ponto extremamente negativo.

Ler o artigo →

Desta vez, eu farei uma exceção. Sairei do meu objetivo inicial de resenhar sobre animes mais antigos e discorrerei sobre um anime recente, Fune wo Amu.

Sendo ainda tão jovem, pode acreditar que eu me senti bastante prepotente dando tal título à resenha… (hahahah). Mas eu não posso negar que o anime retratou muito bem uma fase da vida com a qual eu me identifiquei desde seu início.

Ler o artigo →

Você. Você mesmo. Vem comigo, que esse é um dos meus animes preferidos e eu estou disposto a convencer-lhe a assistir. Pra atingir esse objetivo, eu falarei dos pontos que eu considero negativos e positivos. E eu já digo logo que, apesar de seus pontos negativos, é um anime pro qual eu dou nota máxima, pois pra mim nenhum anime é 100% perfeito, mas há sim animes como este que pra mim são dignos de serem rotulados de obra-prima por tamanha qualidade e originalidade.

Ler o artigo →

Olá, pessoal! Aqui estou eu outra vez, Tamao-chan, trazendo um artigo de resenha. Mas como tem muito tempo que não escrevo um artigo assim, não sei se vai dar certo. Bem, vamos lá!

Bem, acredito que muitos de vocês devem conhecer o anime que falarei agora. Bokura ga Ita foi um dos primeiros que comecei a baixar. Ele é um anime de 2006, mas que ainda traz recordações, sejam elas boas ou tristes. E retrata a visão do amor de dois adolescentes: Nanami Takahashi e Motoharu Yano.

Vamos falar da parte técnica dele: o anime foi adaptado do mangá com o mesmo nome, cuja tradução é “Nós Estávamos Aqui”. Este foi publicado de 13 de abril de 2002 a 13 de fevereiro de 2012 – sendo adaptado até o nono volume – pela autora Yuuki Obata, para a revista Betsucomi(a mesma que publicou Dengeki Daisy e Black Bird, por exemplo). Conta a história de dois adolescentes que estão encontrando o amor:  Takahashi Nanami (Nana para encurtar), e Yano Motoharu. Yano é um garoto popular que dizem que dois terços de todas as garotas do colégio já se apaixonaram por ele, mas Nana não confia em nada disso. Mas será que ela permanecerá sem sentir nada por ele, mesmo tendo que conviver com ele na mesma sala?

Ler o artigo →

Mais uma vez, prazer. Eu me chamo Alyson Silva e, como eu havia dito no meu texto de estreia no Anime21 (as primeiras impressões de ACCA), eu ficarei encarregado de escrever para o site primeiras impressões de animes das temporadas e resenhas geralmente sem spoilers de animes fechados mais antigos.

Para estrear esse novo bloco de resenhas no site, eu começarei com Joker Game, da temporada de Abril/Primavera 2016. A intenção é que eu vos traga, PELO MENOS, uma resenha quinzenalmente às 17h de sexta-feira, podendo também surgir uma ou outra resenha aleatoriamente entre duas resenhas já programadas.

Agora vamos ao que interessa!

Ler o artigo →