Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Antes da Revolução Industrial o trabalho não era visto com bons olhos, sendo considerado algo que só era feita por servos/escravos, mas depois desse fato histórico a concepção de trabalho mudou de uma coisa equivalente à tortura para a aplicação das forças e faculdades (talento, habilidades) humanas para alcançar um determinado fim, e tal atividade, hoje em dia, pode não exigir tanto esforço, podendo até ser divertido, e é nesse ponto que eu queria chegar, pois irei comentar um anime divertido que se passa em um ambiente de trabalho.

Quem nunca quis trabalhar em algo que gosta ou transformar sua diversão em algo rentável? Eu, por exemplo, gostaria muito de poder ganhar salário falando de animes, entretanto, isso está longe de ser realidade, enfim… A protagonista desse anime, Aoba Suzukaze, realizou seu sonho de trabalhar na empresa que fez seu jogo favorito, e ainda por cima ela irá trabalhar na sequência desse mesmo jogo que ela gosta.

Ler o artigo →

Oioi!

Como eu ando um tanto sem tempo, eu não abordei tudo tudo tudo que eu gostaria de falar aqui nessa resenha sobre ×××HOLiC, entretanto, contudo, todavia eu não deixei de falar sobre as partes que eu considero mais fundamentais da obra.

Aliás, esse blog é sobre animes, mas eu decidi fazer uma resenha “casada”, isto é, discorri sobre o anime e sobre o mangá. Aí você me pergunta: “Por quê?” Simples, um complementa o outro. E eu já aviso de antemão que eu acho melhor assistir o anime primeiro e depois ler o mangá. Os motivos você saberá ao ler a resenha.

Tudo pronto? Vamos lá!

Ler o artigo →

Bom dia, boa tarde, boa noite! Como vai, tudo bem?

A resenha de hoje é de um anime que particularmente adorei. O anime foi ao ar em 2012, porém eu só fui assistir tem pouco menos de 1 mês e para ser sincero, foi um dos melhores animes de romance/drama que eu assisti! E o melhor de tudo, é que ele tem um final fechado, ou seja, deixa um gostinho muito bom no fim do anime. O anime foi adaptado de uma Light Novel que possui 11 volumes, esses constam em 17 episódios.

O anime dito acima é intitulado de: Kokoro Connect!

Ler o artigo →

Recentemente assisti Your Name. Já sendo sincero, esperava muito mais visto a fama que ele ganhou, mas em comparação ao vasto número de filmes animes que saem, sem dúvida, ele se destaca muito entre todos, principalmente pela animação. Já ressalvo que isso não é uma resenha ou análise, são apenas alguns comentários meus que o filme me fez escrever. Se não assistiu ao filme já aviso: tem muito spoiler abaixo.

Ler o artigo →

Bom dia, boa tarde, boa noite! Como vai, tudo bem?

A resenha de hoje será de um anime que terá sua segunda temporada lançada agora em abril, para ser mais preciso no dia 13, estou falando de Saenai Heroine no Sodatekata !
Bem, é um anime baseado em uma light novel, que conta a história de Aki Tomoya, um verdadeiro otaku, aquele que bate no peito e diz 2D > 3D ( realmente ele faz isso várias vezes, hahaha). Além disso, ele é dono de um blog famosíssimo sobre o mundo otaku e por lá ele faz seus artigos, resenhas e críticas.

Ler o artigo →

Bom dia, boa tarde, boa noite! Como vai, tudo bem?

Antes de começar a resenha de hoje, gostaria de informá-lo que se trata de um anime +18 e que em GRANDE parte das 3 temporadas existentes dele, seios, calcinhas e sutiãs serão algo que se tornarão parte da sua vida.

É um anime adaptado de uma light novel que fez grande sucesso no Japão conseguindo vender mais de 1 milhão de cópias; além disso, a versão em inglês do primeiro volume do mangá ocupou a 2ª posição na lista de best-sellers do New York Times. O anime do qual farei a resenha de hoje é intitulado de: High School DxD!

O anime gira em torno de Hyoudou Issei, um verdadeiro pervertido, estudante do ensino médio, amante de peitos e que possui um sonho: se tornar Rei de um Harém. Logo no primeiro episódio ele sente uma atração pela diva, waifu de muitos, Presidente do Clube de Ocultismo, uma bela garota, aparentemente estrangeira, com longos e lindos cabelos carmesim e seios fartos, Rias Gremory (e quem não sentiria?).

Ler o artigo →

Se você assistiu ou se você não assistiu, a menos que não acompanhe comunidades ou as notícias do mundo anime, deve saber que Kemono Friends foi o mais inesperado sucesso possível. Não apenas porque inesperado mesmo, mas porque (pelo menos no Japão) foi, com efeito, o anime mais popular de sua temporada segundo diversos indicadores distintos – e por larga margem.

Como um projeto tão relativamente humilde (é baseado em um game mobile que já havia sido fechado antes mesmo do anime ir para o ar) se tornou um hit? Certamente não foi graças à sua animação horrorosa por qualquer aspecto que se analise, tampouco à sua dublagem no mais das vezes apenas medíocre. Não vou tentar descobrir ou discutir isso nessa resenha, mas provavelmente tem a ver com sua história interessante contada através de um enredo super competente.

A protagonista desperta sem nada saber, nem mesmo sobre si mesma, em um gigantesco parque zoológico habitado por garotas-bichinhos. Eu e qualquer um assistindo (ou que já tenha lido a sinopse) sabe que ela é uma humana, mas nem ela nem ninguém nesse mundo-parque sabe. Então ela parte em uma jornada para descobrir o que ela é – que é na verdade uma jornada para descobrir o que significa ser humano.

Ler o artigo →