Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Consistência. Se eu fosse elogiar esse episódio — coisa que não irei fazer — diria que ele teve consistência. O primeiro episódio de Altair foi um trailer, tudo aconteceu muito rápido, quase nada foi explicado, basicamente uma enorme confusão adaptativa e audiovisual. Entretanto, pelo menos neste episódio 2 teve-se um certo ”freio”, os acontecimentos foram se desenvolvendo em um tempo consideravelmente “ok”, coisa que o primeiro episódio não soube fazer. Porém, apesar de consistente, esse episódio não foi bom.

Ler o artigo →

Há algumas décadas um grupo de jovens trouxe a rebeldia do rock ‘n’ roll para a pacata cidade de Manoyama, mas esse lugar parecia pequeno demais para seus sonhos juvenis. Hoje sobraram apenas lembranças do que um dia foi uma aventura protagonizada por três jovens que queriam alcançar seus sonhos através da música e gravar seus nomes na história.

Ler o artigo →

Ao que tudo indica, esses 3 episódios foram apenas uma introdução, o anime de verdade só começa a partir de agora!

Junto com a segunda rodada do mini campeonato de quiz, dono dos episódios dois e três, veio a queda do protagonismo, típica de inícios de shonen. Mas essas quedas sempre vêm com pitadas de expectativas para o futuro, não é? Essa apareceu mais para o finalzinho do episódio e eu irei sim citar.

Ler o artigo →