Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Olá, pessoal! Aqui estou eu, Tamao-chan, trazendo um artigo atípico. Eu nunca havia feito um artigo de Uma Cena, mas resolvi separar esta para poder falar sobre a amplitude de uma simples frase. Como é uma cena de cinco minutos no máximo, há poucas coisas a serem tratadas.

Mas o dia em que o Nise-emon chegou e, no meio do caminho da celebração, Yaichirou se lembrou de uma coisa que seu pai de sangue tolo lhe disse. O que ele quis dizer é que, quanto mais inimigos fizer, mais amigos poderá ter a chance de fazer, principalmente se você tem os irmãos ao seu lado. Se a vida conspirar contra você, os seus irmãos o apoiarão, e nada o fará cair de joelhos.

O pesar que seu pai, Soichirou, sente por não se dar bem com seu irmão na época que era vivo foi muito grande, e entendeu que era muito importante falar isso com o seu filho, sabendo que um dia, ele quem carregaria o fardo de ser o grande líder com o sangue tolo e, ao lado dos irmãos que sempre o apoiam, não sucumbirá.

A Tamao-chan já falou um pouco sobre essa cena em seu artigo sobre o oitavo episódio de Fukumenkei Noise, então posso ser mais sucinto aqui.

Nino passou seis anos da vida dela correndo atrás de Momo, seu ex-vizinho e querido amigo de infância, que desde que era pequena ou talvez em algum momento mais tarde por causa da saudade e da obsessão (acredito mais nessa hipótese) ela passou a amar. Como uma pessoa razoavelmente simplória que ela é, praticamente tudo o que fez durante tudo esse tempo foi com o objetivo de reencontrar Momo.

Quando ela finalmente conseguiu, porém, a decepção: não apenas Momo disse que gostava dela no passado como ele disse que gostava de outra garota agora. O coração de Nino se espatifou. Seis anos jogados no lixo. Em que pese eu considerar que Momo estava se referindo a própria Nino quando falou de seu “novo” amor, o fato é que Nino não entendeu assim e é isso o que importa nessa cena.

Ela finalmente alcançou Momo. Ela correu a vida inteira e agora está ao lado dele. Está andando de mãos dadas com ele, e no mesmo lugar onde haviam estado quando crianças. Mas a cena é triste, é dolorosa, Nino está chorando desesperadamente por dentro (o que ela colocaria para fora ao final do episódio). É o fim da linha. Ela não pode mais continuar – e o semáforo, elemento simbólico bastante comum em animes, está indicando exatamente isso.

Olá Leitores! Primeiramente, eu queria dizer que este artigo é especial para mim pois é o meu centésimo publicado neste blog. Enfim, a cena que eu escolhi para comentar é de um episódio do anime Re:Creators, que foi exibido há algumas semanas. Eu queria ter escrito esse artigo antes, mas a falta de tempo não deixou.

A cena em questão é quando a simpática e fofa Mamika (menina mágica) tem um grande choque de realidade ao perceber que a sua luta contra a Selesia estava causando grandes estragos no “mundo real”.

Ler o artigo →

Willem fez uma inocente massagem em Chtholly no final do episódio. E bom, tecnicamente foi inocente mesmo. Eles são militares, ali é uma instalação militar, ela havia acabado de retornar de uma operação militar e estava se recuperando, e o Willem sabia o que causava o mal-estar que ela sentia bem como sabia como remediar. E foi só isso o que ele fez.

A construção da cena fez parecer algo bem diferente, contudo. Desde a forma como ele abriu a roupa dela e passou a mão por suas costas nuas, até os gemidos e os movimentos da garota, além, lógico, dos enquadramentos escolhidos. Tudo feito para quem só pensa “naquilo”. Sim, leitor ou leitora! Se você assistiu essa cena e ficou com a impressão de que parecia que eles estavam fazendo sexo, não se preocupe: você é apenas uma pessoa saudável que interpretou corretamente aquilo que o estúdio buscou transmitir para você de forma metafórica.

Dá uma olhada na galeria de imagens abaixo, que não deveria deixar ninguém em dúvida!

Ler o artigo →

Não é de se estranhar que Yuri!!! on ice tome um cuidado muito grande na forma como trata seus personagens (não à toa, alguém completamente esquecível e irrelevante, como Guang, protagonizou uma cena com o nível de importância e significância que a apresentação “The Inferno” teve.

Nesse pequeno post gostaria que parássemos para analisar qual a mensagem por trás da apresentação de Guang e como Yuri!!! on ice usou um meme para spoilar seu episódio antes do fim :v

Ler o artigo →

A tão esperada nova temporada de Ataque dos Titãs (Shingeki no Kyojin/Attack on Titan) está muito próxima, e para celebrarmos sua volta, eu resolvi fazer este artigo, que é uma espécie de “aquecimento” enquanto não sai as primeiras impressões e os comentários semanais a respeito da segunda temporada.

A cena que eu irei comentar brevemente é muito forte e ocorre no final do primeiro episódio, que é a morte da mãe do protagonista Eren. Tal cena causou muito impacto prendendo o expectador, que ao ver essa parte é instigado a continuar a ver a história para saber qual será o destino daquele pobre garoto que teve sua vida arruinada por uma tragédia.

Ler o artigo →

Um exemplo de storyboard preciso.

A princesa Euphemia, embora esteja conseguindo manter o auto-controle como poucos seriam capazes em seu lugar, está uma pilha de nervos enquanto olha para o painel que mostra a posição de todas as tropas. Sua irmã mais velha está em terrível apuro depois de uma avalanche que a isolou da tropa principal, que ou foi destruída ou está tentando se reagrupar em meio ao contra-ataque da Frente de Libertação do Japão. Zero e a Ordem dos Cavaleiros Negros encurralam Cornelia. Os oficiais na base móvel onde ela está suplicam para que a princesa dê a ordem para mover a própria base em socorro à sua irmã, mas ela havia recebido ordens da própria para não se mover não importa o quê. E provavelmente avançar com a base seria uma péssima ideia de todo modo. O que fazer?

Enquanto se debruça sobre o monitor olhando sua própria posição, como a esperar que surja uma resposta, eis que a resposta surge mesmo! Centralizada em suas mãos, mensagem de Suzaku, com o próprio se oferecendo para resolver o problema. Só ele seria capaz de resolvê-lo àquela altura e se apresentou quando Euphemia mais precisava. A cena foi montada e conduzida de forma e demonstrar tudo isso com o máximo de impacto dramático. Uma das excelentes cenas da ótima Batalha de Narita.