Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Oi gente, tudo bom? Eu realmente quero/preciso de um bordão e acho que vou usar o mesmo do meu canal, porém não agora, ainda é cedo.

Bem, hoje eu vou falar sobre um anime que com certeza você já viu algo sobre ele e pensou “deve ser horrível” ou “nunca vou assistir isso, que horror”. Mas caso não tenha visto nada vou explicar do que se trata: meninas de maiô lutando na piscina, em cima de uma plataforma, e na luta só podem usar os peitos e a bunda para derrubarem umas às outras.

Ler o artigo →

Todos os guias de todos os sites e blogs nacionais, estrangeiros e extraterrestres já saíram, mas nenhum, te garanto, nenhum é tão completo quanto o do Anime21. E não é soberba não: garanto isso porque eu olhei a maioria deles! E se você tiver tempo acho que deveria olhar quantos guias puder também, é sempre bom ter mais opiniões – por mais completo que o nosso guia seja, ele nunca vai expressar a opinião individual de todas as pessoas, não é mesmo? E tem muita gente por aí que eu acho que vale a pena saber a opinião.

A grande novidade dessa guia não é esse guia, no sentido estrito. Enfim, ficou estranha essa frase. O que quero dizer é que nas últimas semanas trabalhei feito um camelo (se camelos soubessem programar) para produzir um novo formato de guia da temporada. Um formato interativo, dinâmico, mais útil, mais bonito e mais divertido. O guia continua sendo produzido também no formato tradicional, linear, mais trabalhoso de ler e usar, porque novas tecnologias nunca vêm sem seus poréns: ele é mais pesado. Se você tem conexão muito ruim ou, principalmente, se tem um dispositivo muito antigo (ênfase no muito), esse guia no formato de sempre continua aqui e sempre irá continuar. Mas se tiver uma conexão ok (mesmo 3G vagabundo deve ser o bastante) e um PC com menos de 5 anos ou smartphone com menos de 3, não perca tempo e acesse o Guia Interativo da temporada. Insisto:

Abra o Guia Interativo da Temporada de Animes de Outono – Outubro/2016

Ler o artigo →