Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Quem leu meu último artigo deve pensar que eu já estou muito repetitiva, assim como o anime, porém não sei como escrever sobre esse anime sem me tornar tão repetitiva assim, já que nada de realmente novo acontece. Mas mesmo com tudo isso, pensando em todos os outros episódios que passaram, eu acho que cheguei com uma expectativa tão baixa para esse último episódio que simplesmente acabei gostando um pouquinho desse. Talvez isso tenha ocorrido pelo fato do final ter sido extremamente parecido com o começo do anime, que particularmente era o que eu mais gostava.

Ler o artigo →

Agora estamos muito perto do final de Kiss Him, Not Me e eu ainda não sei se eu realmente gosto, ou se só estou acompanhando porque simplesmente tenho aquela coisa em mim que precisa saber o que vai acontecer no final. Claro que eu, como uma adoradora do senpai, gostei do último episódio, mas foi somente por causa dele, já que se pararmos pra analisar de verdade o que está acontecendo, acho que seria um pouco desanimador. Simplesmente não tem nada que realmente chame a atenção. Acabou se tornando mais um anime comum, com clichês que acontecem direto em muitos outros. Talvez a maioria não concorde muito comigo quanto ao que disse anteriormente, mas vamos analisar com calma o que tem acontecido.

Ler o artigo →

Finalmente tivemos um episódio onde declaradamente um personagem não estava nem aí para o gênero da outra pessoa. Claro que a Shima parece ter um tombo de amor enorme pela Kae, mas devemos lembrar que ela alegou ter sido apenas uma brincadeira, o que nos diz que ela definitivamente não chegou a assumir de vez esse seu lado. Além de tudo, agora temos um sexto elemento que claramente foi mais um alvo da Kae e da Shima, mas vamos concordar aqui, falando o que ele falou e chegando tão perto assim do Nana, fica meio difícil pra uma fujoshi como a Kae não imaginar nada.

Reparem que o Mutsumi, mesmo quieto do jeito que ele é, está sempre protegendo a Kae de tudo e apoiando ela em suas jornadas, não tenho dúvidas de que ele é de longe o melhor para ela e esse episódio só veio para confirmar mais ainda isso para mim. Quem não adoraria ter a companhia de uma pessoa assim?! Apesar de ter sido um pouco clichê aquilo tudo deles se separarem na caverna, morcegos e ficarem meio perdidos, acho que foi importante pra história chegar onde chegou. Os dois ficarem sozinhos deve ter sido mesmo o destino, porque depois disso as coisas só melhoraram.

Ler o artigo →

Como eu já imaginava, cada um dos cinco tiveram o seu episódio especial com a Kae. O que não me deixou nem um pouco surpresa foi o fato do Shinomiya ter sido o último, afinal todos os outros quatro possuem papéis um pouco mais importantes na história, no meu ponto de vista. Não estou dizendo que ele não tenha a sua importância, mas acho que todos os outros estiveram muito mais presentes na história e vamos concordar com uma coisa aqui, o episódio do Shinomiya foi muito melhor que o do Nana.

O Shinomiya é simplesmente o mascotinho do grupo,  por ser o mais novo dos caras, mas ele combina totalmente com aquela imagem fofa que todos costumam colocar nele e esse episódio mostrou que mesmo sendo assim, um pouco frágil demais, ele ainda merece o nosso carinho.

Ler o artigo →

Enquanto escrevo os artigos, me sinto na obrigação de ser o mais sincera possível e tenho que dizer para vocês que acho que o último episódio foi o que menos gostei até agora. Com toda a certeza alguns não vão concordar comigo, porém quando assisti eu achei que ele foi bem fraco, ainda mais se comparado ao último, que foi de longe o melhor de todos para mim, mas vou deixar bem claro aqui todos os pontos positivos e negativos que encontrei nesse episódio.

Ler o artigo →

Acho que a maioria das pessoas que acompanharam o anime até aqui devem concordar comigo que o último episódio foi totalmente inesperado. Não sei se essa é a melhor palavra para se usar neste caso, porém não consegui pensar em algo melhor. Não estou muito certa de como descrever isso, mas o que tenho para dizer é que eu pensei várias vezes WTF!? Claramente Kiss Him, Not Me voltou com todas as forças com aquelas partes engraçadas referentes a BL, o que com toda a certeza fez o episódio ser bem animado, mas talvez esse tenha ido um pouco além disso.

Ler o artigo →

Pra quem achava que o anime andava perdendo a graça por estarem cada vez menos presentes as cenas da Kae delirando com BL, que é o meu caso, o último episódio deve ter sido bastante animador. Não teve muitas mudanças radicais, como o que aconteceu no episódio anterior, mas todas as cenas da nossa querida protagonista super animada com a sua nova pessoa especial, como ela mesma descreveu, o Akane de Kacchu Ranbu, fizeram valer a pena acompanhar o anime até aqui.

Ler o artigo →