Sumiko e Kureha trocam juras de amor em frente ao jardim de lírios

Esse é meu artigo de saldo semanal com mais animes desde que comecei a escrever esses artigos. Vinte e três no total, o número irá necessariamente diminuir já que um deles ainda é o episódio final de Shingeki no Bahamut. E isso me leva a outro detalhe desse artigo: a maioria dos animes de uma temporada, e você que acompanha temporadas como eu sabe disso, estreia em um período de duas ou três semanas, razão pela qual o meu saldo da primeira semana não cobre apenas o período de uma semana. Eu aguardei pacientemente até que todos os animes que eu pretendo acompanhar tivessem estreado, o que significa que alguns deles já estão no segundo episódio, mas vou me virar do mesmo jeito como me virei na temporada passada. Se algum ficar muito defasado eu coloco uns dois ou três episódios em um artigo só e pronto. Sobre esses artigos nessa temporada faz-se necessário um aviso: o anime21 tem uma editora nova agora, não sou apenas eu, mas esses artigos de saldo semanal serão apenas a minha opinião pessoal, não a da Lidy. A menos que pensemos em algo diferente ao longo da temporada, e aí você será avisado disso também. Sobre as estreias em si devo dizer que estou mais empolgado do que estava na temporada anterior. Pode ser que me decepcione muito ainda, mas gostei bastante de vários animes, o que é um contraste enorme com a temporada de outono onde gostei de verdade de apenas um punhado deles. O que não quer dizer que não tenha bomba nessa temporada também. Sempre tem. Quais foram as bombas e o que a temporada teve de melhor nessa primeira semana? Classificação abaixo!

Ler o artigo →

E eles se divertiram

A temporada de outubro frequentemente é considerada uma temporada boa, ou pelo menos, uma temporada de estreias de peso. Sobre as estreias de peso sem dúvida que houveram. Mas a qualidade geral da temporada (avaliando pelos animes que assisti, naturalmente) não foi tanta quanto eu esperava que fosse. Fiquei um pouco frustrado sim. Apesar disso, não foi uma temporada ruim. Nesse texto exponho minha opinião final sobre os animes que terminaram nessa temporada e minha opinião parcial sobre os que continuam. Teço ainda alguns comentários sobre os animes que abandonei e sobre a enquete que realizei com os visitantes do blog sobre quais terão sido os melhores animes da temporada.

Ler o artigo →

Os momentos finais de Amira em sua despedida de Favaro

No começo minha expectativa era baixa com Shingeki no Bahamut. Na verdade até duas semanas antes do início da temporada eu não tinha a menor intenção de assisti-lo. E eu começo a decidir os animes que vou assistir tão logo saiam as primeiras tabelas de lançamentos da próxima temporada (normalmente no meio da temporada anterior). Eu chegava na parte “card game” e nem lia o resto. Aí li um guia que disse algo que me chamou atenção (e que eu já devia ter percebido): era do estúdio MAPPA, o mesmo que estava produzindo então Zankyou no Terror, um anime que eu gostei muito da temporada anterior. Depois assisti o primeiro trailer e me convenci a assistir. Ainda assim, a expectativa era apenas mediana, afinal continuava sendo um material derivado de um card game online. Veio o primeiro episódio, e os seguintes. Bom, o histórico está aí, qualquer um que tenha me acompanhado nessa jornada sabe o quanto me impressionei e gostei do Bahamut. Minhas expectativas subiram mais alto que o céu. Será que ele teve um final à altura de tanta expectativa?

Ler o artigo →

Tomoyo e Chifuyu choram o fim da temporada

Última semana? Três meses com só onze semanas? Na verdade eu comecei atrasado mesmo. E mesmo esse artigo está um pouco atrasado. De todo modo, não seria muito diferente disso mesmo sem pular semana nenhuma. Nessa semana assisti menos da metade dos animes que normalmente assisto, porque todos os outros terminaram. Bom, todos os outros não, alguns não passaram por causa da época do ano e Garo nenhum fansub quis fazer o episódio 13 ainda. Assim que fizer o artigo sobre o último episódio de Shingeki no Bahamut (nesse artigo ainda aparece o penúltimo) penso em escrever outro com a classificação e considerações finais sobre todos os animes que terminaram nessa temporada. Só os que terminaram, pois não teria sentido considerações finais sobre algo que não finalizou ainda.

Ler o artigo →

Kaisar caindo. Apenas uma das várias vezes no episódio 11

Esse episódio foi continuação direta do anterior. Batalhas para todos os gostos, anjos mortos, os heróis fazendo o que podem, e no final parece que o Bahamut despertou mesmo. Bom, era de se esperar que ele despertasse, nesse tipo de história o Grande Mal sempre retorna, não importa os esforços dos mocinhos para impedí-lo. A graça está em ver o que vai acontecer agora, como eles vão derrotá-lo. Com um pouco de sorte o Bahamut mata Martinet, Belzebu e Lavalley antes de ser derrotado, esse é outro clichê comum em histórias assim e eu não me importaria caso isso acontecesse. Mas a consequência de um episódio tão direto assim é que não tenho muito a falar sobre ele. Vou tentar listar os fatos importantes que aconteceram e revelações feitas, com comentários onde achar pertinente.

Ler o artigo →

Ruko e Mayu que na verdade é a fusão da Tama com a Yuki (que por sua vez na verdade é a Yona, que...)

Cinco animes terminaram essa semana, um sexto deveria ter acabado mas se recusou, escolhendo procrastinar o inevitável por pelo menos mais uma semana. Não houve episódio de Kiseijuu, o que me deixa revoltado. Não vou me esquecer da semana com dois episódios que ajudou a estragar minha agenda de publicações, e agora eles pulam uma semana. Ah vá. Com isso e o com o final de Akame ga Kill na semana passada a classificação terá menos animes que o normal, e semana que vem será menos ainda. Vai ser a chance de animes ruins subirem de alguma forma. Na imagem, Selector Spread WIXOSS. Não vou dizer que gostei do anime, a primeira temporada foi muito melhor, mas dos que terminaram esse semana esse teve o melhor episódio. Foi bom até, ao contrário da maior parte de sua temporada.

Ler o artigo →

Amira vai às lágrimas ao descobrir a verdade sobre sua mãe

Da rápida altercação entre Rita e Martinet, passando pela queda de Joana D’Arc e culminando na captura dos heróis em Helheim, eu mal consegui respirar durante o episódio dessa semana. Não que ele tenha sido muito movimentado, infelizmente devo apontar que depois do hiato para o episódio de recapitulação Bahamut perdeu muito de seu caráter de aventura, deixando de ser um viagem que nós vemos acontecer, para se tornar um épico, uma história grandiloquente que é quase literalmente narrada para o espectador. Foi, sim, uma queda de qualidade. Nesse episódio o que me manteve petrificado foi a tensão latente e a sensação de impotência ou pequenez dos personagens principais enquanto o mundo desaba ao seu redor. Se Bahamut tivesse mais episódios talvez pudesse ter um roteiro mais clássico e o Favaro poderia ter sido o protagonista de uma legítima Jornada do Herói. Eu adoraria ter assistido esse anime. Ainda assim Bahamut continua sendo o melhor da temporada, junto a Kiseijuu (que terá, veja só, uma temporada dupla).

Ler o artigo →