Estamos recrutando redatores, clique aqui e se candidate, vagas limitadas!

Eu confesso que vendo tanta coisa que eu dava por certa mudando diante de meus olhos esse detalhe veloz foi algo que eu não dei a devida atenção: por quê Yakumo segurou a Konatsu no balcão, e não o Sukeroku? Por toda a história conjunta dos dois (e porque Sukeroku segurava Miyokichi, com quem Yakumo também tinha uma longa história) a escolha óbvia, automática, visceral até, seria ele ter segurado seu irmão. Deixar uma criança cair para a morte é terrível, mas o Yakumo nunca foi famoso pelo seu grande coração de todo modo, então por quê? Não que eu tivesse dado a devida atenção a isso inicialmente, como já disse.

Em seus comentários no meu artigo de análise sobre o episódio, tanto a Chell quanto o Kondou mostraram que para eles aquilo foi uma escolha deliberada e que devia carregar algum significado. Pois então comecei a pensar e … é mesmo, não é?

Ler o artigo →

Esse episódio foi excelente e pivotal para o anime, então porque não cinco estrelas? Bom, apesar de tudo foi um episódio que apenas jogou um monte de informações, ainda não deu para ver o quanto isso vai influenciar no resto da história – embora possamos especular e, como Yotaro, sentir a diferença só de pensar nela.

Eu não achava que a história sobre a morte do Sukeroku e da Miyokichi da primeira temporada fosse uma farsa. Bom, eu não descartava a hipótese e desde aquela época havia quem apontasse o óbvio: o Yakumo é um contador de histórias, ele contar essa história não significa que ela seja real. O que me fez decidir que deveria ser real sim foi não conseguir imaginar nenhum bom motivo para ele mentir. Mas existe um.

Ler o artigo →

Antes de entrar no conteúdo desse episódio mesmo, que cara foi aquela do Sukeroku na prévia do próximo episódio, hein? Vou ter pesadelos hoje com ela, com certeza! E estou ansiosíssimo para que tal episódio chegue, parece que finalmente Rakugo Shinjuu irá mostrar a cena da morte de Sukeroku e Miyokichi do ponto de vista da Konatsu. Só digo que, vendo aquele rosto do Sukeroku, qualquer trauma dela está mais do que justificado!

Já sobre esse sexto episódio mesmo podemos nos aliviar que Yakumo não morreu. Quero dizer, será que há mesmo motivo para alívio? Será que ele sobreviverá ao final do anime? Estamos apenas na metade. A única coisa certa é que, no que depender do Yotaro e de tantos outros ligados ao ofício, o rakugo vai sobreviver.

Ler o artigo →

Que medo dos olhos vermelhos do Sukeroku na abertura desse episódio! Você é do tipo que pula aberturas? Eu não recomendo isso a ninguém, em nenhum anime, mas não quero aqui mudar seus costumes com um único artigo. Ao invés, apenas urjo para que faça um favor a si mesmo: assista a abertura do episódio anterior (que é a abertura normal do anime, já tendo aparecido antes no segundo episódio) e depois assista a desse episódio. Já assistiu? Então assumo que a partir daqui você esteja pronto para se apavorar com os brilhantes e demoníacos olhos vermelhos do Sukeroku na abertura desse quinto episódio! Esses olhos totalmente são premonição de algo, e algo nada bom!

Mas não algo imprevisível, não é? De fato, eu falei bastante sobre isso no artigo do episódio anterior, sobre como o Yakumo está bastante velho, enfraquecido física e mentalmente, sobre como ele já fez tudo o que ele tinha para fazer em vida e sobre como dramaticamente isso seria um fato triste, mas perfeito no enredo de Rakugo Shinjuu. É impossível não olhar para os olhos vermelhos do Sukeroku na abertura desse quinto episódio. Eles meio que atraem quem mira a vista neles, não é?

Ler o artigo →

Outro título possível para esse artigo seria “Yakumo já fez tudo o que tinha que fazer”. Mas trato disso adiante.

Dessa vez não escrevo propriamente uma introdução mas uma curiosidade. Meu amigo Vinicius, parceiro do blog finisgeekis, encontrou uma apresentação de rakugo muito interessante realizada por um canadense. Sim, um canadense! Em um trecho o artista interpreta uma variação (própria, acredito) da principal peça apresentada nesse episódio, Jugemu. Enfim, o Vinicius escreveu várias considerações a respeito, leia o artigo dele onde encontrará também o vídeo. Vale muito a pena!

E isso tem muito a ver com o que, acredito, seja o tema principal desse episódio: a evolução do rakugo. Ou acha que o Yakumo e todas as gerações que o precederam poderiam, nem digo aceitar, mas imaginar, que um dia haveria estrangeiros praticando rakugo?

Ler o artigo →

Antes de mais nada, que abertura incrível! Acabei de assistir e estou escrevendo artigo sobre o anime agora, então posso estar sendo exagerado quando digo que é a melhor abertura da temporada, mas certamente é uma das melhores! De um elenco de poucos personagens da primeira temporada, essa segunda terá mais de dez, de todas as idades, procedências, e desempenhando os mais diferentes papéis na história. E o Yakumo continua ocupando posição de destaque, ainda que não seja mais o protagonista. Sua “partida” na abertura é de doer no coração, mas todos sabemos que isso uma hora terá que acontecer. Para o novo florescer, a saída de cena do velho é condição necessária.

Ler o artigo →

O que está achando dessa temporada de janeiro? Assistiu muitos animes? Ainda não? Pretende assistir o quê? Enfim! É para ajudar pessoas como você que escrevemos artigos de primeiras impressões aqui no Anime21! Até o momento já escrevemos nossas primeiras impressões de vinte animes, que é nada mais nada menos que metade de todos os animes da temporada (e se considerar que tem alguns que ainda não estrearam, é mais da metade!). Leia todos!

Ler o artigo →