E então “The Seasons” virou “Given”. Eu já fazia ideia de que isso aconteceria, mas nem passou pela minha cabeça que seria logo após o primeiro show da banda, apesar de que faz todo o sentido os caras passarem a levar ainda mais a sério após a explosão de sentimentos que foi a apresentação do Mafuyu.

Esse grupo tem potencial, já o anime é uma realidade, assim como o que os protagonistas sentem um pelo outro. É hora de Given no Anime21!

Ler o artigo →

Finalmente, um bom episódio! Recheado de fanservice, “yoshi, yoshi”, carinhos maternos, cuidados ao dormir. Com foco na Mamako, a chance do animê acertar é muito grande. E, mais importante: habemos maid Mama-san! #xupamasato

Ler o artigo →

Bom dia!

Bem-vindo a mais um dos meus artigos atrasados! Dessa vez, coloco Cop Craft em dia. Assim como Vinland Saga, Cop Craft não teve episódio novo semana passada, então esse artigo ficou com um número razoável de apenas dois episódios.

Symphogear XV, por outro lado, já está quatro episódios atrasado, ultrapassando Carole & Tuesday, no qual o atraso é de apenas três episódios. Mas tudo vai se ajeitar, eu prometo!

Ler o artigo →

Por mais que psicológico seja um nome um pouco estranho para se dar a um gênero, ele faz parte do que hoje conhecemos como Junji Ito, o mestres do horror japonês. É uma expressão artística e subjetiva que admiro muito, pois mexe com diversas particularidades que andam com o ser humano: medo, aflição, terror etc.

Ler o artigo →

A primeira coisa que me vem à mente ao tentar falar desse OVA é, o que diabos ele quer dizer? E movido por essa questão elaboro essa resenha.

Je T’aime, título da obra, traduzido do francês para o português, significa eu te amo. O protagonista do OVA é um Basset Hound, raça de cachorro recorrente em diversos filmes de Mamoru Oshii, diretor e roteirista do anime em questão. Mamoru ama, ama profundamente essa raça de cachorro, e finalmente obteve liberdade para elaborar sua declaração derradeira de amor. Fato esse que é no mínimo curioso, mas que para mim, é absolutamente sublime.

Ler o artigo →

Bom dia!

No último domingo, dia 8, não teve episódio novo de Vinland Saga. Ainda bem, senão eu estaria com três episódios atrasados 😛

O oitavo episódio foi bastante importante tematicamente para o anime, com a questão da escravidão e da liberdade, do ponto de vista de diferentes personagens que não obstante pareceram convergir. O nono foi mais ação mesmo, bastante divertido, mas além de apresentar melhor um personagem que já havia aparecido e de dar o tom do que será o próximo arco não avançou muito a história.

Ler o artigo →

Depois de alguns episódios, Sawamura decide mostrar sua parte gananciosa para alguns companheiros de time, principalmente para o Miyuki. Ele perguntou para Kazuya se poderia se tornar um às se conseguisse uma boa apresentação no seu próximo jogo, e a resposta foi mais do que a esperada.

Se Sawamura não tivesse conversado com Miyuki anteriormente ao jogo contra o time do Colégio Hakuryuu, o que seria dele no dia? Será que começaria tão bem quanto foi mostrado? Claro que estou discorrendo sobre um personagem de anime, porém se não tivesse tido um diálogo promissor com o seu capitão, o autor poderia, talvez, ter mostrado as coisas dando errado desde o início.

Sawamura pode ser um cara que só fala besteira, porém sempre foi um personagem muito reflexivo. Ele está pensando ainda mais nesta temporada, e o seu objetivo de ser um às está lhe dando ainda mais forças para que possa melhorar, tanto na questão de arremessos incompletos, quanto em rebatidas, as quais ainda continua fraco.

Ler o artigo →

Shimokita Glory Days é um dorama que você só conseguirá entender após assistir tudo. A história não é complicada com grandes reviravoltas ou algo do tipo, mas sua simplicidade e alguns elementos fazem com que se tenha uma ideia completamente errada sobre a obra. Apesar de ter gostado muito, demorei para entender a mensagem que a história queria passar simplesmente por achar que não tinha mensagem alguma. No fim, foi uma grata surpresa ter visto esse dorama tão desconhecido.

Ler o artigo →