Aposto que você, leitor, estava curioso para saber sobre o surgimento da Aqua Vitae e da memória que o Narumi perdeu. O fato é que, após o consumo de até a última gota do elixir, as memórias de seu criador vieram à tona em sua mente. Talvez até com um trauma que tenha sofrido durante a destruição da mansão do tio do Masaru o tenha feito esquecer, mas a maior parte do efeito veio graças à Aqua Vitae.

Enquanto Narumi está no meio de sua viagem para a China para bater um papo com o seu mentor sobre o que pode ser as memórias que ele tem, Shirogane está redescobrindo o que é ter um coração batendo de verdade.

Ler o artigo →

O Narancia já é baixinho, encolhê-lo para derrotá-lo me parece sacanagem, mas nada estranho vindo de um usuário de Stand inimigo, né! Essa luta ditou o ritmo desse episódio, mas o flashback não ficou deslocado; porque tanto serviu para justificar as ações do Formaggio, quanto apresentar os vilões do próximo cour. Jojo está de matar, ou quase isso, o verdadeiro golpe baixo seria não o comentar aqui!

Ler o artigo →

Kishuku Gakkou no Juliet deixou de lado a comédia e o fanservice para entrar em seu possível último arco, chegando no clímax que todos estávamos esperando. Airu, o irmão de Romio, mostrou que realmente é o vilão da temporada, mas será que ele será capaz de atrapalhar nosso casalzinho?

Ler o artigo →

Bom dia!

Oh, que pena, esse não foi o episódio da Yuugiri então? Lá se vai minha hipótese de que cada garota teria seu episódio. Como o próximo também será da Sakura, por motivos óbvios, agora não há mais tempo hábil para isso.

Mas isso em si não é um problema, e na verdade até abre muitas outras possibilidades.

Ler o artigo →

Novamente tivemos um episódio calmo, mas diferente do anterior (anterior que não teve goblins ou uma missão) que conseguiu ser entediante e sequer mostrou o elenco que importa, nesse tivemos alguns detalhes interessantes. Pensamentos e discussões sobre o futuro somado às mudanças no mundo à sua volta foram temas bem presentes nesse episódio. Ele nos trouxe um lado diferente da vida desses aventureiros que vivem arriscando suas vidas sem saber ou pensar muito sobre o amanhã, um lado interessante sobre essas pessoas que muitas vezes não se importam com as riquezas ou com as glórias que poderiam ganhar um dia.

Ler o artigo →

Bom dia!

Liz to Aoi Tori, também chamado em inglês de Liz and the Blue Bird, o que nos dois casos se traduz como Liz e o Pássaro Azul, é um filme anime de 2018 do estúdio Kyoto Animation. Faz parte da franquia Hibike! Euphonium, mas não é realmente necessário nenhum conhecimento prévio dos demais animes da marca.

É uma história sobre duas adolescentes no último ano do ensino médio e que fazem parte da banda marcial da escola: Mizore, a oboísta, e Nozomi, a flautista. Como tal, temas musicais tem tudo a ver com Liz to Aoi Tori.

Há também temas literários: dentro da obra, “Liz to Aoi Tori” é o nome de um livro que conta uma fábula sobre uma garota solitária que um dia depois de uma tempestade encontrou uma garota caída na frente de sua casa. Essa garota era na verdade um pássaro azul.

A banda está ensaiando uma peça musical baseada nesse livro e de mesmo nome, e que também tem tudo a ver com a relação de amizade entre as duas protagonistas. Fábula, música e angústias adolescentes são as notas que compõem esse anime que é música para nossos olhos.

Ler o artigo →

Olá, pessoal! Aqui é a Tamao-chan! Hoje farei algo que não costumo fazer. As minhas postagens geralmente são de resumos de mangás curtos que foram completados aqui no nosso país. Hoje, exclusivamente HOJE, falarei de um mangá que não foi publicado aqui, e que, infelizmente, não teve adaptação para anime. Estou falando de Yankee-kun to Megane-chan (O Garoto Delinquente e a Garota de Óculos), de Yoshikawa Miki, a mesma autora de Yamada-kun to 7-nin no Majo, ou Yamada-kun and the Seven Witches, ou até mesmo Yamada-kun e as Sete Bruxas. No fim é tudo a mesma coisa, mas vocês que escolhem a forma que chamam.

Ler o artigo →

Bom dia!

Daqui até o final do anime vou tentar escrever títulos com referências sem graça à bananas. Por quê? Porque é legal, é por isso. O anime usa e abusa da rule of cool, forçando a amizade na suspensão de descrença, então quero ser cool também.

Claro que não vou conseguir porque minha ideia é cretina. Nada cool. Mas vou tentar mesmo assim pois sou bananeiro e não desisto nunca! Ou talvez eu desista disso já no próximo episódio, se ficar muito difícil ou se Banana Fish recuperar meu respeito. Qualquer que seja o caso, não vou contar, fique com o suspense 😛

Esse artigo do episódio 22 se chama Banana verde porque banana verde tem muito amido, o que pode causar gases e dor de barriga. O Eiji ficou com dor de barriga nesse episódio, então Banana verde.

Ler o artigo →

E no primeiro arco das irmãs, as duas que não se entendiam no fim, se entenderam. Foi um bom arco mas acho que poderia não existir pois não faria falta. De qualquer forma era um caso relativamente simples que era atrapalhado por alguns mal entendidos entre as partes que foram facilmente consertados. Acho que no fim não tiveram grandes sacadas ou detalhes importantes exceto a aparição do pai de Sakuta e seu encontro com ele e o final que continuará no próximo episódio.

Ler o artigo →