O que esperar de um anime japonês com duração de 15 minutos que adapta um mangá criado por um autor chinês e é lançado via internet por uma editora taiwanesa? Jikken-hin Kazoku: Creatures Family Days (ou Shiyan Pin Jiating para os íntimos) é o nome dessa obra, agora multimídia, detentora de características tão peculiares e que está sendo lançada simultaneamente nas TVs japonesas e taiwanesas na temporada de abril de 2018. A história é um slice of life relativamente bem animado, agradável e com um bom potencial para o drama – e quem sabe para a comédia? – cuja estreia foi boa, apesar de ter apresentados alguns probleminhas. Vamos conhecer essa família bem diferente?

Ler o artigo →

Esse episódio de Tokyo Ghoul:re adaptou a maior parte do capítulo 10 – que não havia sido adaptada no finalzinho do episódio anterior – até o 16, cortando algumas partes que poderiam ser cortadas e outras nem tanto, mas mantendo qualidade e objetividade – o necessário para um anime que deve adaptar no mínimo 6 volumes do original. Vamos nos juntar a “Sasako” na pista de dança dos ghouls!

Ler o artigo →

Depois de perder uma vez não é estranho você desanimar e talvez até questionar se deve desistir, não é mesmo? Contudo, a Special Week tem determinação para perceber onde pode melhorar e se esforça para isso, assim como tem coragem para encarar novos desafios, se adaptar a situações adversas e entender que uma derrota não é o fim, mas pode ser um importante passo até a vitória!

Ler o artigo →

Esse anime vem de um jogo para smartphone que deve estar dando uma grana porque o estúdio que está por trás da animação é o J.C.Staff e a sua parte técnica está mesmo boa, cheinho de moe e com um design fofo e agradável que lembra muito os dos vários jogos moe que fazem sucesso no Japão. A sua proposta é de gerar comédia, usando de recursos como a quebra da quarta parede para fazer o público perceber que todo aquele universo na tela é igualzinho ao de um jogo. Funcionou? Veremos!

Ler o artigo →

Esse foi, sem dúvidas, um dos melhores episódios da franquia WIXOSS até o momento! E quem diria que uma mera coadjuvante na fase Selector iria se tornar uma das protagonistas da fase atual? Kiyoi não caiu nessa história de paraquedas, ela passou várias e várias vezes pelo ciclo do desespero, errou e se machucou tantas vezes que quase chegou a desistir de tudo, mas uma hora foi capaz de quebrar esse ciclo e aliviar um pouco seu sofrimento ao fazer a coisa certa, e por isso ela quer recuperar suas memórias, ela quer pagar pelos erros do passado, pois sabe que só assim poderá se sentir viva de novo, só assim ela poderá ser alguém digna de uma amizade – alguém que aceite que pode ser feliz.

Ler o artigo →

É Calígula no sentido de ser o diminutivo do que seria um calçado militar dos romanos e se tornou um apelido para o Imperador Júlio César – aquele que é super pop e se duvidar é, ou vai virar, um servo na franquia Fate – ou Caligula no sentido de ser um gênero de mariposas? Deixando de lado o que significa o título do anime – provavelmente só deram ele porque acharam bonito mesmo –, o que sei dessa animação é que ela vem de um jogo e, poxa vida, tem uma idol de nome μ? Isso é tudo um spin-off da franquia Love Live e ninguém sabia? Nem os produtores pelo visto. Será que é isso?

Ler o artigo →

Esse segundo episódio fecha com um momento bastante simbólico para quem acompanha o mangá e, apesar de não ter sido tão bom quanto o outro – mesmo que adaptando apenas pouco mais de três capítulos, tendo assim um ritmo mais lento –, foi justamente o seu belo final que compensou um pouco. De uma investigação a outra, do presente a um passado obscuro, o que será de Haise Sasaki?

Ler o artigo →

Steins;Gate 0 é, sem dúvidas, um dos animes mais aguardados da temporada de abril de 2018 e isso se deve ao sucesso de Steins;Gate tanto em anime quanto em visual novel. E o que podemos esperar dessa continuação (in)direta? Personagens mais maduros que se encontram em outra fase de suas vidas, mas ainda envolvidos em uma trama que resultará em uma Guerra Mundial devido a linha do tempo na qual se encontram. A máquina do tempo ainda tem um papel fundamental para a história como a conhecemos, mas agora a Inteligência Artificial ganhará espaço através de um sistema que colocará o Okabe diante de tudo aquilo que ele mais teme – e mais ama. Que se abra o Steins Gate!

Ler o artigo →

Lostorage inicia sua segunda temporada de forma morna – mas não ruim –, estabelecendo a selector que já tinha tido um papel secundário mais ou menos importante na primeira como uma das garotas que terá destaque nessa. Ainda sem retomar as batalhas, mas com as personagens buscando meios de acabar com elas – dando fim a odiosa escuridão –, o que o dramático card game tentou nos dizer?

Ler o artigo →